Notícias

Amazonenses concorrem ao Oscar do MMA nacional na 8ª edição do prêmio Osvaldo Paquetá

Com a participação de oito representantes amazonenses, a oitava edição do prêmio Osvaldo Paquetá, que irá premiar os melhores do MMA nacional no ano 2018, promete grandes emoções. O evento, que acontece neste sábado (19/01), a partir das 19h, em Curitiba – PR, terá a presença do Amazonas em sete categorias, dentre elas Melhor Announcer, Atleta Revelação, Nocaute do Ano, Luta do Ano, Árbitro do Ano, Melhor Arte Gráfica e Equipe do Ano.

                O prêmio funciona por votação popular e pode ser feito através do link https://premioosvaldopaqueta.com.br/de-seu-voto/. Para votar, será necessário que o usuário possua um perfil no Facebook, dessa forma ele efetuará o login no link da premiação e poderá começar a votação, que é única para cada perfil. Na ocasião, várias categorias serão apresentadas, com cinco opções para cada categoria. O internauta tem até às 23h59 desta sexta-feira (18/01) para concluir seu voto.  

                Com dois amazonenses na disputa, a categoria Announcer do Ano traz Marcos Sabadin e Bilmar Pereria em um páreo acirrado. Eleito em 2017 nesta categoria, Marcos Sabadin busca sua segunda vitória consecutiva no prêmio. “Sei do talento e da competência dos colegas que estão concorrendo e muito me alegra ter, além de mim, mais um amazonense na disputa, o que comprova que nossa terra tem talentos imensos. Estou bastante confiante e espero trazer para o Amazonas o bicampeonato na categoria”, disse.

Foto: Lorena Furtado

Além das categorias já listadas, também haverá a escolha dos melhores do ano nas categorias Treinador, Reviravolta, Lutadora, Finalização, Lutador Revelação, Lutador, Comunicador, Ring Girl, Matéria, Fotografia, Edição/Card, Cutman, Eventos Não Televisionados, e Eventos Televisionados.

Revelação – Com apenas 21 anos e duas vitórias nas três lutas de seu cartel, a atleta Larissa Rawry mostrou que veio para ficar. Praticante de MMA há um ano, a lutadora da Deo Academy/Denis Wester garantiu seu passaporte para disputar o prêmio Osvaldo Paquetá ao faturar o cinturão do Peso Palha (Até 52kg), no evento Amazon Talent. Feliz pela indicação, ela fala da expectativa em ser a única amazonense a participar do prêmio em sua categoria.

Foto: Divulgação

“É muito gratificante ter meu trabalho reconhecido nacionalmente. Estar concorrendo como atleta revelação é, sem dúvida, a prova de que valeu à pena cada minuto de treino e dedicação. Independe do resultado, já me sinto muito feliz e recompensada ter chegado até aqui e, mais ainda, por saber que tenho a oportunidade de representar o meu Estado no Oscar do MMA nacional”, afirmou Rawry.

Arte Gráfica – Outro estreante no Prêmio Osvaldo Paquetá é o coariense Winicius Tarik, de apenas 17 anos. Ele, que disputa a categoria Arte Gráfica do Ano, feita para o evento Shooto Brasil, conta que ficou bastante feliz ao ver sua arte entre as cinco melhores do Brasil. “Sou o primeiro e mais jovem amazonense a concorrer nessa categoria e espero levar esse prêmio. Sou de Coari e estou tendo um apoio imenso dos meus familiares, amigos e de toda a minha cidade. Com fé em Deus vou representar da melhor forma possível meu Estado e espero levar esse troféu para casa”, destacou.

Arte / Divulgação

Confira as categorias e os nomes dos amazonenses que estão concorrendo ao Prêmio Osvaldo Paquetá:

MELHOR ANNOUNCER

Marcos Sabadin

Bilmar Pereira

LUTADORA REVELAÇÃO

Larissa Rawry

ÁRBITRO DO ANO

Abraão Lincon

LUTA DO ANO

Luís Guerreiro

NOCAUTE DO ANO

Luís Guerreiro

ARTE GRÁFICA DO ANO

Winicius Tarik

EQUIPE DO ANO

RCT

Torneio Rei das Faixas de jiu-jítsu, pagará R$ 3 mil ao campeão da competição

O empresário Bosco Júnior lançou um desafio aos lutadores de Manaus. Trata-se do evento Rei das Faixas, que reunirá lutadores de todas as graduações em um único torneio de jiu-jítsu. O vencedor receberá a premiação de R$ 3 mil, em dinheiro. A competição, está prevista para acontecer até o dia 10 de janeiro de 2019, e ainda não tem local definido, mas já está com inscrições abertas.

De acordo com o idealizador do evento, os combates terão bastante qualidade. “O desafio que estou lançando é para saber como está o nível técnico dos atletas, independente de faixa.  Quero saber quem são os lutadores que se destacam em um evento desse porte. A competição será equilibrada para todos os atletas e a premiação em dinheiro é muito boa. Vamos fazer um evento de qualidade, como os atletas amazonenses merecem. Teremos duas áreas de tatames, placar eletrônico novo e os árbitros capacitados. Nossas competições são diferenciadas, pois valorizamos os lutadores e proporcionamos ao público um grande espetáculo”, declarou.

Poderão participar da competição atletas das faixas branca, azul, roxa, marrom e preta. Os combates terão duração de seis minutos. No caso de um atleta faixa marrom ou preta enfrentar um atleta faixa roxa, azul ou branca durante o mata-mata no torneio, prevalecerá a regra do menos graduado. Já no caso do confronto entre faixas preta ou marrom, prevalece a regra dos mais graduados. Se houver empate, a vitória será do mais graduado.

Inscrições – As inscrições no valor de R$ 70 podem ser feitas na Rua C-10, n. 1490, bairro Japiim, zona Sul de Manaus.  Informações (92) 98823-4840.

Mais de 900 atletas participaram do Grand Slam de Jiu-Jitsu Esportivo

A Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Esportivo encerrou com chave de ouro o calendário anual de competições. No último sábado (24), mais de 900 atletas participaram do Grand Slam Jiu-Jitsu Esportivo, que premiou com dinheiro os campeões da competição, realizada no Ginásio Ninimberg Guerra, localizado no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus.

Após o sucesso do evento, o presidente da FAJJE, Luis Neto, falou dos planos para o ano de 2019. “Encerramos as atividades de 2018 com a diplomação dos faixas preta, que acontece dia 20 de dezembro. Isso é um reconhecimento e um registro, pois todos terão seus nomes e seu número de registro à disposição no site oficial da FAJJE. Para 2019, estamos programando a realização de seis eventos, todos com a chancela Gi e NoGi; participação da delegação amazonense no Brasileiro e no Mundial Esportivo. Faremos também dois cursos de arbitragem, melhorando a parte técnica e de conhecimento dos praticantes. Estamos abertos a sugestões e ideias, para cada vez mais fazer um jiu-jitsu de qualidade”, explicou.

Confira o Resultado Geral

1º lugar: Nova União

2º lugar: Cia Amazonense

3º lugar: Team Sonic

Resultado por Municípios

1º lugar: Manacapuru

2º Presidente Figueiredo

3º Barreirinha

Luta olímpica mantém o brilho do Amazonas no JEJ e conquista mais três ouros e dois bronzes

O brilho da delegação amazonense nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ) continua latente e nesta quinta-feira (22/11), a luta olímpica já garantiu mais cinco medalhas, das seis categorias em que participou. Foram três ouros e dois bronzes na divisão de 12 a 14 anos. A competição está em sua última fase, onde a delegação amazonense disputa, além da luta olímpica, as modalidades judô e handebol.

As três medalhas de ouro foram conquistadas pelos atletas Eduardo Trovão (até 72kg), Flávia Nunes (até 40kg) e Jailson Silva (até 47 kg). Na sequência, os dois bronzes que tiveram gosto de primeira colocação, foram alcançados pelas atletas Victória Dantas (até 52kg) e Rosa Monalisa (até 62kg). Satisfeito com a vitória, Eduardo Trovão disse que os treinos diários não foram em vão. “Eu me sinto muito alegre e orgulhoso por ter conquistado essa medalha de ouro. Percebi que não foi desperdício eu treinar todos os dias e me dedicar ao esporte que amo, pois hoje surtiu efeito. Fica claro que a gente colhe aquilo que planta, então eu plantei dedicação, muito treino e consegui a vitória, o ouro. Estou feliz por isso”, afirmou.

Com apenas 13 anos, Rosa Monalisa, da Escola Estadual Tereza Lemos, localizada no município de Atalaia do Norte (distante 1.136 quilômetros de Manaus), faloud felicidade de medalhar em seu primeiro JEJ. Atleta do projeto Bom de Luta, ela ainda participará das disputas coletivas e espera se superar. “O meu sentimento é de felicidade. Eu pratico luta olímpica há apenas um ano e esse é meu primeiro JEJ. Infelizmente perdi uma luta, mas consegui garantir um bronze para o Amazonas. No sábado (24/11) vou dar o meu melhor para ajudar a nossa equipe, e se for possível, ganhar mais uma medalha para o Estado na competição”, disse.

Os Jogos Escolares da Juventude seguem até este domingo (25/11), em Natal – RN e a delegação do Amazonas ainda espera resultados nas modalidades judô e handebol.

Determinação – Com duelos ainda nesta sexta-feira (23/11), a luta olímpica segue com os individuais na categoria Juvenil (15 a 17 anos), além dos confrontos de sábado (24/11) e domingo (25/11), onde haverá disputas por equipe. Conforme o técnico da modalidade, Waldeci Silva, o grupo está muito bem na competição e as chances de medalhas neste segundo dia são grandes. “Nós traçamos um plano para alcançar nossos objetivos na competição e fomos felizes com o resultado. Chegamos a três finais e conseguimos o ouro. No fim do primeiro dia, cinco medalhas é um ótimo rendimento. Estamos felizes com este saldo, inclusive com o feito histórico da nossa guerreira de Atalaia do Norte, que já começa a escrever história no município.  Agora vamos aos atletas mais experientes e com uma boa expectativa de medalhas para o nosso Amazonas”, destacou o técnico.

FOTOS: MAURO NETO/SEJEL

Atletas do Amazonas participam de seletiva nacional de luta olímpica


O Amazonas vai ter quatro representantes no Trials Nacional de Luta Olímpica, que será realizado nos dias 18 e 19 de janeiro, no Rio de Janeiro (RJ). A competição é classificatória para o pré Pan-Americano da modalidade. Os selecionados para competição são Tasso Alves (até 74 kg), Matheus Frota (até 74 kg), Rita Reis (até 50 kg) e Brenda Ariane (até 59kg). Os amazonenses treinam no Centro de Alto Rendimento da Região Norte (Ctara), dentro da Vila Olímpica de Manaus. “A luta olímpica está entre os nossos melhores desempenhos, e nós temos a obrigação de apoiar e incentivar esses atletas que todos os dias vem de longe treinar. Entendemos que essas competições são a grande oportunidade para colocar em prática os treinamentos diários e todos os investimentos que o Governo do Amazonas faz”, disse o titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Caio André.

De acordo com o presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva (Falle) e treinador do Ctara, Waldeci Silva, essas seletivas e competições são muito importantes porque aproximam cada vez mais os atletas dos grandes eventos esportivos da modalidade. A luta olímpica é uma modalidade que, por fazer parte dos jogos olímpicos, é extremamente difícil e disputada por milhares de atletas. A preparação é intensa, sem interrupção, nem mesmo para as festas de fim de ano. Na década de 2000, o Amazonas passou a figurar entre as potências no esporte nas competições nacionais. Entre os atletas que alavancaram a modalidade está o técnico amazonense Waldeci Silva, que acredita no potencial dos atletas que irão disputar essa competição.

“Esses quatros são nossos lutadores, e estamos apostando em excelentes resultados no Trials, para depois irmos fortes para o classificatório do Pan. Se Deus quiser, conseguiremos vagas tanto para a Seleção Brasileira quanto para o Pan classificatório”, enfatizou o técnico. Quanto à Seleção Brasileira, as vagas são conquistadas. Os atletas precisam vencer o Campeonato Brasileiro, em maio, para então disputarem a convocação e terem chance de irem aos os jogos Pan-americanos de Lima, no Peru. “Precisam ganhar para não irem para a melhor de três com o campeão brasileiro de 2019″, comentou Waldeci sobre o sistema classificatório.

Destaque – Atleta de ponta e grande nome da luta olímpica no Amazonas, o capitão da Polícia Militar, Tasso Alves, iniciou no judô, passou pelo jiu-jítsu e migrou para a luta olímpica em 2005. É um dos convocados para integrar a equipe que irá em busca de vagas para o Pan classificatório. Ele, que já carrega vários títulos na modalidade e tem passagem pela Seleção, espera manter a trajetória de sucesso no esporte. “Primeiramente, preciso agradecer à Policia Militar do Estado do Amazonas, que me permite treinar e participar dos treinos e das competições. Meu objetivo é fazer parte da Seleção Brasileira e participar dos Jogos Pan-americanos em Lima. Vou fazer o que estiver ao meu alcance para trazer essa vitória para o Amazonas, para a minha família e para os meus amigos”, destacou Tasso.

Artes marciais – Faixa preta de judô, a atleta Rita Reis, de 23 anos, migrou para a luta olímpica em 2015 e se apaixonou pelo esporte. Com apenas um ano na modalidade, ela já está entre as melhores do Amazonas em sua categoria (até 50 kg). Ela diz que a felicidade em ter sido escolhida para representar o Estado é enorme. “Fico extremamente feliz por poder mostrar tudo o que aprendi e agora vou em busca dos melhores resultados para dar orgulho a quem depositou sua confiança em meu talento e no meu trabalho”, finalizou.

FOTOS: MAURO NETO/SEJEL

The Orange League” chega ao Brasil para definir o segundo representante da Liga Mundial e garimpar talentos para as próximas temporadas

Fonte: Copa Podio

Uma das grandes novidades da 6ª temporada da Copa Podio é o lançamento da The Orange League, uma liga mundial que vai reunir faixas-laranjas de diferentes países em uma acirrada disputa para definir o primeiro campeão da liga em fevereiro de 2019.

“A partir da The Orange League Brasil já estaremos credenciando os campeões, de todas as categorias e faixas, a partir dos 10 anos de idade para serem membros da Liga e participarem dos eventos das próximas temporadas”, explicou a organização do evento.

Os pequenos competidores, a partir dos 4 anos de idade, também terão um espaço para mostrarem o seu jiu-jitsu em um festival montado especialmente para eles na festa que ocorrerá em São Paulo no Centro Esportivo Mooca, Rua Taquari, 635.

FAIXAS-BRANCAS, CINZAS E AMARELAS (DIVISÕES DE ACESSO)

Os campeões de cada categoria receberão o certificado e o registro da THE ORANGE LEAGUE e estarão credenciados para participar dos próximos eventos da liga, passando a ser membros da mesma a partir dessa data.

FAIXAS-LARANJAS (THE ORANGE LEAGUE)

Masculino:

O campeão e vice das categorias até 48 kg e até 54 kg  (entre 12 e 15 anos)  estarão credenciados para participar do torneio final que será realizado no mesmo dia e que definirá o segundo representante do Brasil na THE ORANGE LEAGUE WORLD.

Os campeões das demais categorias receberão o certificado e o registro da THE ORANGE LEAGUE e estarão credenciados para participar dos próximos eventos da liga, passando a ser membros da mesma a partir dessa data.

Feminino:

As campeãs de cada categoria estarão credenciadas para participar do torneio final que será realizado no mesmo dia e que definirá a lutadora que fará a super luta feminina especial no THE ORANGE LEAGUE WORLD.

FAIXAS-VERDES (DIVISÃO ESPECIAL) 

O campeão da categoria até 67 kg, entre 13 e 15 anos (completos até dezembro de 2018) estará credenciado para participar do torneio final que será realizado no mesmo dia e que definirá o lutador brasileiro que enfrentará o australiano Kyle Mayocchi na luta especial do THE ORANGE LEAGE WORLD.

Os campeões das demais categorias receberão o certificado e o registro da THE ORANGE LEAGUE e estarão credenciados para participar dos próximos eventos da liga, passando a ser membros da mesma a partir dessa data.

Para acessar a planilha com a distribuição de pesos e categorias CLIQUE AQUI.

Para fazer a sua inscrição CLIQUE AQUI. (Os 50 primeiros inscritos receberão a camiseta da THE ORANGE LEAGUE).

Para maiores informações entre em contato através do e-mail: [email protected]

Confira o resultado oficial do Jungle Classic Jiu-Jítsu

Com um público seleto e repleto de personalidades do Estado e da arte suave no Amazonas, o Jungle Classic – O Despertar dos Grandes Guerreiros comprovou que veio para ficar no calendário de eventos esportivos mais sofisticados do Amazonas. No tatame, 28 ícones do jiu-jítsu protagonizaram um verdadeiro espetáculo de lutas, ocorridas na noite da última sexta feira (23/11), no Jevian Festas e Eventos, localizado na Rua Rio Javari, n° 788, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus.

No primeiro combate da noite, Fábio Pinheiro (Pina) venceu Ary Lobo (Carlson Gracie) por uma vantagem. Na sequência, foi a vez do líder da equipe Shok, Paulo Christian, derrotar Alcenor Alves, na decisão dos árbitros.

Em um dos combates mais acirrados da noite, Bruno Cunha (Carlson Gracie/ManFight) venceu Júnior Gusmão (Pina) por dois pontos, conquistados com uma brilhante raspagem. Victor Hugo (Equipe 7/Mascarenhas) também carimbou seu nome entre os melhores, ao finalizar Paulo Sérgio (Orley Lobato) com um relógio aos 2m37s.

Dawglish Souza (Pina) garantiu a vitória sobre Emerson Benchimol (All Brothers / ManFight) com uma queda, que lhe rendeu dois pontos. Já o atleta Fernando Soares (Orley Lobato) derrotou Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) na decisão dos árbitros. Josafá Junior (Team Cardoso) derrotou Ângelo Carioca (Carioca Team) no apertado placar de 2 a 1 vantagem. Deive Fonseca (MPBJJ/Nova União) manteve a invencibilidade sobre Jânio Rodrigues (Orley Lobato), vencendo por dois pontos, conquistados com uma raspagem. E, na sequência, outro duelo bastante aplaudido pelo público, entre Henrique Ramos (Equipe 7/Mascarenhas) e Marcos Paulo (Pina), na ocasião, quem acabou levando a melhor foi Ramos que finalizou Marcos com um armlock aos 5m01s.

Após 18 anos sem competir em Manaus, Arlisson Melo (Kimura) agraciou os espectadores com uma brilhante vitória. O filho do renomado atleta Cosme Dias, finalizou Anderson Benchimol (All Brothers / ManFight) com um relógio aos 4m05s (relógio). Tony Ferreira (White House) garantiu a vitória sobre Emerson Carvalho (Orley Lobato) com uma punição de seu adversário. Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas) venceu Frank Franco (Gracie Humaitá) por sete pontos. Entre Hélio Rezende (Studio HR/Checkmat) e Waldenes Massulo (Monteiro), quem levou a melhor foi o líder da HR Studio, que garantiu a vitória com uma americana aos 3m30s. No último combate da noite, Alessandro Guimarães (Valois Jiu-Jítsu) esbanjou técnica e preparo físico, finalizando Rogério Bessa (Monteiro) com um estrangulamento aos 5m05s.

Consolidado com o maior e melhor evento de lutas casadas do Brasil, o organizador do Jungle Classic, Bosco Júnior, anunciou para o primeiro semestre de 2019 a terceira edição da competição, que contará com duelos entre Maurício Titão e Júnior Cardoso, Leonidas Magalhãs e Carlos Araújo, Rodolfo Santana e Paulo Christian, entre outros.

“Para a próxima edição, o público pode esperar grandes combates. Eu vou buscar patrocínios para poder engradecer cada vez mais o evento, pois a falta desse apoio ainda é um problema para o esporte. Muita gente não acredita, mas estamos realizando e concretizando tudo para que os investidores possam ver que é um evento sério e de qualidade. Trabalhamos muito a marca do patrocinador. O Jungle Classic tem uma grande repercussão nacional e internacional, prova disso são as pessoas de outras capitais e países falando do evento, pois há um interesse muito grande do público amante de lutas. O evento veio para ficar”, declarou Bosco.

Confira o resultado

1 – Fábio Pinheiro (Pina) venceu Ary Lobo (Carlson Gracie) por vantagem (1 a 0).
2 – Paulo Christian (Equipe Shok) venceu Alcenor Alves (White House) na decisão dos árbitros.
3 – Bruno Cunha (Carlson Gracie/ManFight) venceu Júnior Gusmão (Pina) por pontos (2 a 0)
4 – Victor Hugo (Equipe 7/Mascarenhas) venceu Paulo Sérgio (Orley Lobato) por finalização aos 2m37s (relógio).
5 – Dawglish Souza (Pina) venceu Emerson Benchimol (All Brothers / ManFight) por pontos (2 a 0).
6 – Fernando Soares (Orley Lobato) venceu Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) por decisão dos árbitros.
7 – Josafá Junior (Team Cardoso) venceu Ângelo Carioca (Carioca Team) por vantagem (2 a 1).
8 – Deive Fonseca (MPBJJ/Nova União) venceu Jânio Rodrigues (Orley Lobato) por pontos (2 a 0).
9 – Henrique Ramos (Equipe 7 / Mascarenhas) venceu Marcos Paulo (Pina) por finalização, aos 5m01s (arm-lock).
10 – Arlisson Melo (Kimura) venceu Anderson Benchimol (All Brothers / ManFight) por finalização, aos 4m05s (relógio).
11 – Tony Ferreira (White House) venceu Emerson Carvalho (Orley Lobato) – Uma punição.
12 – Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas) venceu Frank Franco (Gracie Humaitá) por pontos (7 a 0).
13 – Hélio Rezende (Studio HR/Checkmat) venceu Waldenes Massulo (Monteiro) por finalização, aos 3m30s (americana).
14 – Alessandro Guimarães (Valois Jiu-Jítsu) venceu Rogério Bessa (Monteiro) por finalização, aos 5m5s. (estrangulamento).

11ª edição do Oscar da Luta Livre acontece neste sábado, no auditório da Fieam

Reunindo os melhores atletas do ano em 2018, a Federação Amazonense de Submission e Luta Livre Esportiva (Fasub) promove neste sábado (12/01), a partir das 19h, a 11ª edição do Oscar da modalidade. O palco escolhido para receber os homenageados será o auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), localizado Avenida Joaquim Nabuco, nº 1919, bairro Centro, zona Sul de Manaus.

Ao todos, mais de 480 atletas serão homenageados por conta dos resultados em competições realizadas em 2018. Além dos competidores, também serão premiados patrocinadores, academias, projetos sociais, profissionais da imprensa e demais entidades que contribuíram com o desenvolvimento e divulgação da luta livre no Estado.

O presidente da Fasub, Totonho Aleixo, falou sobre a expectativa para o evento. “Este ano tivemos de trocar o local do Oscar da Luta Livre, tendo em vista a quantidade de pessoas que aumentou consideravelmente. Cada vez mais atletas buscam estar federados e em 2018 não foi diferente. Tivemos muitos atletas se revelando e as parcerias para que nossa modalidade crescesse foram fundamentais. Agora é a hora de agradecermos pelo esforço de cada um que fez parte do sucesso que tivemos no ano passado, seja nas competições ou nos treinamentos de cada academia”, afirmou.

Foto: Mauro Neto

Amazon Talent – Gold Edition acontece no dia 5 de dezembro, no Versalles Eventos

O empresário Sammy Dias anunciou o card do Amazon Talent – Gold Edition, marcado para o dia 05 de Dezembro, a partir das 20h, no Versalles Eventos, Rua Raimundo Nonato de Castro, 817, Ponta Negra, atrás do Dulcilla’s), Zona Oeste de Manaus.

Serão dez super combates e entre as feras que compõem o card, está Marcelo Pontes  (MPBJJ/Nova União), que promete um grande espetáculo. “A expetativa para essa luta é boa. Estou bem confiante na vitória. Pela primeira vez estarei lutando o Amazon talent e posso garantir ao público que vai ser show de porrada, com trocação o tempo todo”, explicou.

Ingressos e informações: (92) 98262 2820.

Confira o Card

– Manuel Oliveira “Esquentadinho” VS Luiz Eduardo “Dudu do Bronx”

– William “Bad Boy” VS André Santos

– Zairo Garcia VS Lucas Almeida “The Talent”

– Marcelo Pontes VS Daniel Soares

– Anderson Santos “Choque” VS Almir “Xerox”

– Felipe Lima “D’Ouro” VS Eurides Bandeira

– Victor Nogueira VS Micael Vasques

– Alejandro Pato VS Geraldo Nogueira

– Júnior “Catita” VS Raison Ítalo

– Francisco Felipe “Chico” VS Admilson Paz

Vendas de ingressos para a Libertadores Feminino 2018 ganha mais um local de venda e adere ao Ingresso Solidário

A Copa Libertadores de Futebol Feminino 2018 já começou e as partidas estão ficando cada vez mais emocionantes. Para garantir seu passaporte, o torcedor ganhou nesta quinta-feira (22/11) mais um ponto de venda, localizado no piso Açaí do Manauara Shopping (avenida Humberto Calderaro, zona centro-sul de Manaus). Além disso, nesta sexta-feira (23/11), o público poderá garantir seu passaporte pela “Black Friday Solidária”, que consiste na troca de um alimento não perecível por um ingresso da competição.

                A Libertadores, que é organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), conta com o apoio do Governo Amazonino Mendes, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), e terá a participação de 12 equipes de 10 países.

De acordo com o supervisor de competições de futebol feminino da CBF e representante do Comitê Organizador Local (COL), Romeu Castro, tudo está sendo feito para que o torcedor possa ter várias opções para adquirir seu ingresso. “O Manauara é um local bem centralizado e oferece bastante comodidade ao torcedor, então este ponto de venda é mais um dentre os demais, para que a compra de ingressos possa ser feita. Vale destacar ainda que a “Black Friday” é um dia conhecido mundialmente por conta dos descontos oferecidos e decidimos aliá-lo ao cunho solidário, até porque é uma causa nobre e visa ajudar o próximo, então a troca solidária poderá ser feita exclusivamente neste ponto”, afirmou.

Parceria – Os torcedores que possuírem o cartão do SESI – Clube do Trabalhador, terão direito a um par de ingressos para assistir à Copa Libertadores de Futebol Feminino. As trocas somente poderão ser efetuadas de segunda à domingo, das 10h às 18h, na bilheteria da Arena da Amazônia – Portão D, localizada na Rua Flaviano Limongi, bairro Flores. Em dias de jogos, as trocas poderão ser efetuadas até às 21h.

Pontos de Vendas – A partir de agora, serão três locais físicos para a compra de ingressos, além da plataforma online, através do link https://fanpass.com.br. Com valores de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), os bilhetes podem ser adquiridos nos seguintes pontos de venda:

  1. BILHETERIA ARENA DA AMAZÔNIA – PORTÃO D – Rua Flaviano Limongi, bairro Flores. Horário de Funcionamento: De segunda à domingo, das 10h às 18h. Forma de Pagamento: Dinheiro, Cartões de Débito (Visa Electron e Maestro) e Cartões de Crédito (Mastercard e Visa); Em dias de jogos, esta bilheteria estenderá a venda de ingressos até às 21h.
  2. ESTÁDIO DA COLINA: Rua Presidente Dutra, 183, bairro São Raimundo. Horário de Funcionamento: De segunda à domingo, das 10h às 18h. Forma de Pagamento: Dinheiro, Cartões de Débito (Visa Electron e Maestro) e Cartões de Crédito (Mastercard e Visa);
  3. MANAUARA SHOPPING – Avenida Humberto Calderaro, bairro Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus. Piso Açaí, ao lado da Caixa Econômica. Horário de Funcionamento: De segunda à domingo, das 10h às 22h. Forma de pagamento: Dinheiro, Cartões de Débito (Visa Electron e Maestro) e Cartões de Crédito (Mastercard e Visa). Apenas nesta sexta-feira (23/11), o horário de atendimento será das 10h às 00h.

FOTO: TÁCIO MELO / SEJEL E DIVULGAÇÃO