Notícias

Com show de combates, Rei da Selva Combat 13 define GP dos Galos e revela talentos do MMA Amazonense

Com show de combates, definição do Grand Prix dos Galos e revelação de talentos do MMA amazonense, foi realizada na última quinta-feira (11/07), a 13ª edição do Rei da Selva Combat (RSC), na Academia Atala, localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul de Manaus. A competição, que é organizada pela 3D Sports & Fight Agency, teve entre os destaques da noite os lutadores Giliarde “Wolverine”, Klinger “do Boxe”, Lucas Batista e a estreante Yana Gadelha.

Primeiro dos três eventos programados para o ano 2019, o Rei da Selva Combat 13 deu o que falar e garantiu ao público presente um show de técnicas, habilidades e muita emoção a cada combate. Consagrado “Rei da Selva” após vencer duas lutas no GP dos Galos (até 61kg) e levar o cinturão interino do RSC, o coariense Giliarde “Wolverine”, da equipe RCT, foi o grande nome da noite. Vale lembrar que o dono do cinturão linear da categoria é o atleta Helithon Dávila, da equipe The Pride.

Disputando o GP dos Galos estavam os atletas Giliarde “Wolverine” (RCT/Coari),  Manuel Silva (MS Jiu-Jítsu), Alexandre Pit Bull (Astra Fight Team / Squad92) e o paraense Erick Silva. A primeira luta, entre “Wolverine” e Erick Silva, foi um duelo de gigantes. Após três rounds de muita trocação e decisão dividida, a primeira vitória da noite foi para o coariense “Wolverine”.

Em seguida, foi a vez de Manuel Silva e Alexandre Pit Bull irem em busca da vitória. O confronto foi bastante disputado e após três rounds intensos, Manuel levou a melhor e garantiu a vaga para a final do GP. Por fim, Giliarde e Manuel mostraram muita força e habilidade, em um combate de tirar o fôlego, que rendeu intensidade nos golpes, equilíbrio e muita técnica. Ao fim dos três rounds, mais uma decisão dividida: dessa vez foi Giliarde “Wolverine” que levou a melhor sobre o adversário, após ser declarado campeão por decisão dividida. O atleta de Coari recebeu o cinturão das mãos do CEO do Rei da Selva, Diogo Dutra.

Outra surpresa da noite foi o duelo do Co Main Event entre Klinger Pinheiro “do Boxe” (Nova União / MPBJJ) e Jadson Moraes (Carioca Academy), que empolgaram a torcida presente com grande movimentação durante o combate, muita trocação, chutes, e uma rivalidade bastante evidente a cada golpe. O resultado ficou por conta da arbitragem, que declarou Klinger Pinheiro como vencedor, por decisão unânime.

Representando a nova geração do MMA amazonense, Lucas Batista, de 23 anos, mostrou que está preparado para desafios maiores. O jovem atleta da Cosme Jr. Team venceu Marcelo Ferreira (Alfa Red Lions) por finalização, ao aplicar duríssimos golpes no adversário e, ao levar a luta para o chão, aplicar um justo mata-leão, que garantiu o fim do combate e a vitória no duelo. Lucas, que já lutou na Alemanha, agora possui três lutas e três vitórias, e é uma das novas promessas do MMA no Amazonas.

Quem também mostrou que tem muito potencial e ainda vai dar muito trabalho, foi a estreante Yana Gadelha, de 22 anos. Atleta da MPBJJ/Nova União, a lutadora não deu chances para a adversária Yngrid Cunha (Carioca Academy) e com apenas 52 segundos de luta, sacramentou sua vitória ao levar a luta para o chão e aplicar um mata-leão perfeito. Yana, que garantiu a primeira vitória na carreira, mostrou força e muita determinação no octógono, e ainda vai dar o que falar.

Próximas edições – Com mais dois eventos programados para 2019, Diogo Duttra falou sobre as próximas edições. “Estamos planejando realizar o Rei da Selva 14 no dia 09 de agosto e, no dia 13 de setembro, a edição 15 do evento. Estamos com um novo formato para o evento, que visa a movimentação do esporte no Amazonas, dando a visibilidade aos atletas, por meio da transmissão ao vivo dos combates e publicidade nas redes sociais do organização. É uma forma de ajudar os lutadores, academias participantes e promover o esporte como um todo”, destacou.

Resultados – Com 11 super combates, seguem abaixo os resultados oficiais do Rei da Selva Combat 13 – Circuito de MMA.

Luta 11 – FINAL DO GP
CINTURÃO INTERINO – Categoria Galo até 61.200kg
Manuel Silva (MS Jiu-Jitsu) VS Giliarde “Wolverine” (RCT Coari)
Vitória de Giliarde “Wolverine”, por Decisão Dividida.
Árbitro: Abraão Lincoh

Luta 10 – Categoria Galo até 61kg
Klinger Pinheiro “do Boxe” (Nova União/MPBJJ) VS Jadson Moraes (Carioca Academy)
Vitória do Klinger Pinheiro, por Decisão Unânime.
Árbitro: André Leocádio

Luta 09 – Categoria Peso Meio Médio até 77Kg (Combinado até 75kg)
Lucas Batista (Cosme Jr Team) VS Marcelo Ferreira (Alfa Red Lions)
Vitória de Lucas Batista, por finalização (mata-leão), aos 4’09” do 1º Round.
Árbitro: Alexandre Magno

Luta 08 – Categoria Galo até 61kg
Yago Guilherme (Tronkinho Team) VS Genésio Adryan (SV Team/MPBJJ)
Vitória de Genésio Adryan, por desclassificação no 2º Round.
Árbitro: André Leocádio

Luta 07 – Categoria Pena até 66kg
Lucas Gomes (Cosme Jr Team) VS Jhon Correa (Alfa Red Lions)
Vitória de Lucas Gomes por Nocaute Técnico (socos), aos 4’18” do 1º Round.
Árbitro: Alexandre Magno

Luta 06 – Categoria Mosca até 57Kg
Gabriel Rodrigues (LM Team/Team Dias) VS Dionatan Carvalho (Nonato Muay Thai)
Vitória de Gabriel Rodrigues, por finalização (armlock), aos 4’57” do 1º Round.
Árbitro: Allan Mídia

———— Card Preliminar ————

Luta 05 – Categoria Galo até 61.200kg
Pedro Baima (The Pride) VS Breno Isnhaken (Amazonas Top Team)
Vitória do Pedro Baima, por Decisão Dividida
Árbitro: Abraão Lincoh

Luta 04 – Categoria Pena Feminino até 66.400Kg
Yngrid Silva (Carioca Academy) VS Yana Gadêlha (MPBJJ/Nova União)
Vitória de Yana Gadelha, por finalização (mata-leão), aos 52 segundos do 1º Round.
Árbitro: André Leocádio

Luta 03 – Categoria Médio até 84kg
Nailson Gomes (Team Felipe Rego) VS Nerivan Soares “Babyssauro” (Team X-Union/Amazonas Top Team)
Vitória de Nerivan Soares “Babyssauro”, por nocaute técnico (interrupção médica), aos 2’26” do 1º Round.
Árbitro: Alexandre Magno

Luta 02 – GP Categoria Galo até 61.200kg
Giliarde Wolverine (RCT Coari) VS Erick Silva “Parazinho” (Nunes Boxa Chinês Vermelho Fight)
Vitória do Giliarde “Wolverine”, por Decisão Dividida.
Árbitro: Allan Mídia

Luta 01 – GP Categoria Galo até 61.200kg
Alexandre Pit Bull (AstraFightTeam/Squad92) VS Manuel Silva (MS Jiu-Jitsu)
Vitória do Manuel Silva, por Decisão Dividida.
Árbitro: Abraão Lincoh

 

Fotos: Winnetou Almeida e Alessandro Raszl.

Com quebra de recorde das Américas, paratleta amazonense conquistou o bicampeonato mundial de halterofilismo

O paratleta amazonense de halterofilismo, Lucas Manoel Santos, de 17 anos, confirmou o favoritismo e conquistou na manhã desta sexta-feira (12/07), em Nursultan, no Cazaquistão, o bicampeonato mundial na categoria Júnior (até 49kg), ao levantar 126 quilos no supino. Da primeira conquista, em 2017, até a vitória atual, onde quebrou o recorde Júnior das Américas que já era seu, Lucas elevou sua marca em 26 quilos.

“Um resultado sensacional, inédito no desporto olímpico amazonense. O trabalho desenvolvido junto aos paratletas amazonenses marca a nossa história. Parabéns aos técnicos e ao governo do Amazonas que acredita nesses garotos”, elogiou Caio André de Oliveira, secretário de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel).

Feliz por mais uma conquista, Lucas, que é atleta do Centro de Treinamento de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), agradeceu a quem o apoiou nessa caminhada e falou que muitas vitórias ainda estão por vir. “Agradeço a minha mãe, aos amigos que me apoiaram, ao técnico da Seleção Brasileira e ao meu treinador, que confiaram no meu potencial e me ajudaram a chegar até aqui. Os treinamentos no Ctara também foram essenciais para melhorar meu desempenho, e isso só me motiva a continuar lutando pelos melhores resultados”, afirmou o atleta, que quer servir de exemplo para os colegas da modalidade.

“Conquistei mais um resultado importante para o Amazonas, entre muitos fatores, porque não desisti dos meus sonhos. Espero inspirar outras paratletas com essa vitória, e vou continuar me esforçando ao máximo para representar o Amazonas e o Brasil da melhor forma possível. E isso é só o começo”, garantiu Lucas Santos.

Jogos Parapan-Americanos – De acordo com o presidente da Federação de Esporte Paralímpico do Amazonas (Fepam) e treinador de Lucas, Getúlio Filho, a próxima competição do paratleta deverá ser, possivelmente, os Jogos Parapan-Americanos, que serão realizados no mês de julho em Lima, no Peru.

“Com a quebra de recorde e mais esta conquista, o Lucas tem grandes chances de ser convocado para o Parapan, que será ainda este mês, e ainda vislumbrar participar dos Jogos Olímpicos em 2020. Iremos fazer o máximo para que esse sonho se torne realidade e essa conquista possa vir para o Amazonas”, finalizou.

FOTOS: Divulgação / CPB

Paratleta amazonense de tênis de mesa na contagem regressiva para os Jogos Parapan-Americanos

O paratleta do Centro de Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), o mesatenista Goutier Rodrigues, um dos maiores expoentes do tênis de mesa do Amazonas vai representar o Brasil pela classe seis masculina nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, no Peru, em agosto.  Goutier viaja no dia 07 de agosto, para Maringá-PR, onde participará da Copa Brasil até o dia 11.  Em seguida viaja para São Paulo-SP, onde terá uma semana, de 12 a 16 de preparação no Centro Paralímpico Brasileiro antes de embarcar para Lima, para a principal competição do ano, os Jogos ParaPan-Americanos de Lima.

“Estou muito feliz de, aos 40 anos, poder representar o Amazonas e o Brasil.  Nosso trabalho é árduo. Treinamos com dificuldades, muitas vezes tirando da nossa família para investir no esporte, mas nessas horas percebemos que vale a pena lutar pelos nossos sonhos”, destaca o atleta.

Superação – Goutier é portador de deficiência desde os dois anos, que o impediu de andar, correr e pular no mesmo ritmo dos irmãos, primos e amigos. Mas as dificuldades nunca os restringiram e, aos poucos, Goutier foi desenvolvendo habilidades especiais em diversas modalidades. Focado e com capacidade de superar obstáculos, Goutier formou-se em Educação Física e fez uma pós-graduação em Fisiologia do Exercício e Educação Inclusiva. Hoje, aos 40 anos, é professor da rede estadual de ensino.

Para o titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Caio André Oliveira, o paradesporto, além de esporte, é uma importante ferramenta social, de saúde e o desempenho dos atletas amazonenses é exemplo para toda a sociedade. “Quantos e quantos jovens com limitações seguem o exemplo do Goutier, da Elem, do Luquinha, que são outros paratletas que nos orgulham. Isso é muito bom. Temos orgulho em contribuir o mínimo que seja com o paradesporto.  Eles são notáveis e merecem nosso apoio, nossa confiança e o investimento do Governo do Amazonas”, elogiou o secretário.

Foi aos 12 anos que Goutier voltou a andar, depois de 10 anos. Em 1997 conheceu a Associação dos Deficientes Físicos do Amazonas (Adefa), quando teve o primeiro contato e incentivo para a prática do tênis de mesa, modalidade na qual ele foi muito além da brincadeira, superando todas as dificuldades e passando a competir. “Foi no tênis de mesa que percebi sentido em viver. A prática esportiva me salvou”, afirma o paratleta.


Já são 22 anos como mesatenista, atualmente Goutier é um dos maiores atletas classe seis do tênis de mesa do Amazonas  e o terceiro no ranking nacional, com diversos títulos acumulados, dentro e fora do Brasil. “Quero sim continuar competindo, mas me preocupo muito com a vida de inúmeros jovens, meninos e meninas com deficiência física, que poderiam estar treinando alguma atividade física e assim ter maior qualidade de vida e ajudar a própria família. É nisso que penso todos os dias”, relata Goutier.

Parapan – Para participar dos Jogos Parapan-Americanos de Lima, Goutier passou pela seletiva da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBT), realizado em São Paulo/SP, após o campeonato brasileiro que aconteceu em Concordia/SC, onde alguns atletas foram escolhidos por índice técnico e outro por seletiva. “No meu caso, como estava entre os cinco melhores do país, fui pela seletiva, que me deu direito a vaga para participar do Parapan-Americano de 2019 em Lima, e quando conquistei essa vaga, foi como se um filme tivesse passando em minha mente”, comentou emocionado. Perguntado sobre expectativas Goutier é enfático: “estou focado, espero dar o meu melhor e representar bem o Brasil”.

FOTOS: Divulgação

Ctara realiza capacitação e atualização esportiva em Manacapuru

O Centro de Treinamento e Alto Rendimento do Amazonas (Ctara), deu início nesta quarta-feira (3/7), em Manacapuru, município distante 99 quilômetros da capital, a uma Capacitação Técnica e de Arbitragem, para atletas, acadêmicos, profissionais de Educação Física, árbitros e agentes comunitários. O evento está sendo realizado no ginásio do Complexo Esportivo Riachuelo.

A atividade, que segue até o próximo sábado (6/7), é direcionada para aqueles que atuam na arbitragem das modalidades handebol, vôlei de praia, voleibol, futebol, futsal e atletismo, nas provas de corridas, arremessos, saltos e lançamentos.

“Realizamos o 1º Fórum de Secretários de Esporte do Amazonas, e eles nos demandaram muita coisa, dentre elas a reciclagem dos agentes esportivos. O Ctara está com os profissionais cumprindo uma agenda e estará em várias cidades para promover essa atualização e motivar as pessoas que atuam no campo esportivo. É uma atividade importante e que vai resultar em bons frutos para o esporte no interior do estado”, comentou o titular da Sejel, Caio André de Oliveira.

Na terra da Ciranda, 48 pessoas estão participando da formação. De acordo com um dos palestrantes, o professor João Bosco, a intenção é orientar as pessoas e ajudar no crescimento do esporte.

“Estamos iniciando, na tarde de hoje (4/7), a clínica de handebol. Pela manhã realizamos a palestra motivacional sobre organização e planejamento nas áreas do desporto escolar, comunitário e de rendimento. Queremos levar orientação técnica e pedagógica aos participantes, no sentido de ajudar os municípios a organizar e planejar as ações, além de formar equipes de arbitragem e, com isso, somar no crescimento do esporte no interior”, destacou Bosco.

De acordo com o coordenador do Ctara, Tadeu Picanço, o principal objetivo é reciclar os agentes e atualizá-los quanto às novas regras desportivas. “Precisamos atualizar e capacitar os professores, árbitros e agentes esportivos do município. A partir de então, firmar parcerias com as federações esportivas e instituições de ensino para expandir o conhecimento técnico, pedagógico e de arbitragem, inclusive no que diz respeito às novas regras de vôlei, handebol, futebol e futsal”, explicou.

Interior – Tadeu informou ainda que a ação já tem agenda marcada para outros lugares. “Vários municípios fizeram contato conosco para pedir esse suporte. Nós já realizamos em Presidente Figueiredo, Parintins, Boa Vista do Ramos, e agora em Manacapuru. Logo chegaremos a outras cidades como Carauari e Coari”, concluiu.

FOTOS: Divulgação.

‘Destaques da Bola’ informa as rodadas do fim de semana (13 e 14/7) 

Produzido pela Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer do Amazonas (Sejel), o quadro “Destaques da Bola” já está disponível nas redes sociais da Secretaria, que pode ser encontrada pelo comando “sejel oficial”, em todas as plataformas midiáticas.

Campeonato Amazonense Sub-11 – Pelo Amazonense Sub-11, o sábado (13/07) será de grandes jogos na Arena da Amazônia. Às 8h, Nacional e Holanda se enfrentam, juntamente com Inter Academy e Flamengo Manaus. Às 8h50, é a vez de EBS e Real Manaus, assim como Tarumã e Guerreirinhos. Quem também entra em campo é o Santos contra o Cruzeiro, às 8h50, e no mesmo horário, Fast e Manaus. Por fim, Criarte e Barcelona Brasil finalizam a rodada.

Campeonato Brasileiro Série D – Após dar mais um passo rumo ao acesso à Série C do Brasileirão, o Manaus agora irá encarar o Caxias-RS pelas quartas de final da competição. O jogo de ida será realizado no próximo domingo (14/07), às 15h (horário de Manaus), fora de casa. Já no dia 20 de julho, às 15h (horário local), o Gavião do Norte entra em campo na Arena da Amazônia, para o jogo de volta e decisão das quartas do Campeonato Brasileiro. Estaremos na torcida.

Copa Verde – A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou no início de julho a tabela detalhada da 1ª fase da Copa Verde. Os times que irão representar o Amazonas na competição são Fast Clube, Manaus e Nacional F.C.. As disputas para os clubes amazonenses, que serão de ida e volta, terão início no dia 24 de julho e vão até 02 de agosto.

Brasileirão Feminino A1 – Na última quarta-feira (10/07), o Iranduba acabou derrotado por 1 a 0, em partida realizada contra o Vitória-PE. Esta foi a primeira partida do time amazonense após o retorno do Campeonato Brasileiro Feminino Série A1, que estava com jogos suspensos por conta da Copa do Mundo de Futebol Feminino. A próxima partida do Hulk da Amazônia será no próximo domingo (14/07), às 17h (horário local), no estádio Ismael Benigno (Colina). O Iranduba irá enfrentar o Audax-SP.

Brasileirão Feminino Sub-18 – O Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Sub-18 já começou e o Amazonas já possui uma vitória para a conta. Com sede no Pará, o Grupo F é composto pelas equipes do Iranduba-AM, Vasco da Gama-RJ, Pinheirense-PA e Paysandu-PA. Na última terça-feira (09/07), o Hulk da Amazônia atropelou o Paysandu e garantiu o primeiro lugar da tabela, com um placar de 9 a 0. Na quinta-feira (11/07), as jogadoras do time amazonense fizeram bonito e venceram por 4 a 0 o Pinheirense-PA. Agora, o desafio será contra o Vasco da Gama-RJ, no próximo sábado (13/07), às 7h30, no Mangueirão.

Lembrando que no Campeonato são seis grupos com quatro equipes cada. Quem avança para a próxima fase são os primeiros colocados de cada grupo e os dois melhores segundos colocados entre os grupos. Com a vitória do Vasco sobre o Paysandu por 6 a 2 também na quinta-feira (11/07), Iranduba e Vasco se enfrentam no sábado (13/07) e brigam pelo primeiro lugar na tabela e a classificação para a segunda fase do Brasileirão Sub-18.

FOTOS: Júnior Borges/Iranduba e Mauro Neto/Sejel

Com classificação de ginastas amazonenses para o Torneio Nacional, chega ao fim o Regional Norte de Ginástica Rítmica

Com um show de técnica, elegância e simpatia, terminou na tarde deste domingo (07/07) o Torneio Regional de Ginástica Rítmica – Norte. Realizado pela Federação Amazonense da modalidade (FAG), com a chancela da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG), o evento ocorreu no Centro de Ginástica do Amazonas, nas dependências da Vila Olímpica de Manaus, e contou com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel). Entre as representantes para a etapa nacional, ginastas amazonenses classificaram-se tanto nas provas Individuais quanto nas provas em Conjunto.

“A ginástica do Amazonas está de parabéns. As atletas mostraram suas habilidades e provaram que o estado tem talentos na modalidade e que serão desenvolvidos cada vez mais. Cada ginasta que se esforçou e se dedicou para esta competição só tem a ganhar, e parabenizo também os pais e professores pelo excelente trabalho na formação e desenvolvimento de cada atleta”, ressaltou o titular da Sejel, Caio André de Oliveira.

Durante quatro dias de competições, de 4 a 7 de julho, 159 atletas de 22 instituições fizeram parte das disputas nas categorias Pré-Infantil, Infantil, Juvenil e Adulto. Entre os estados participantes estiveram Acre, Amazonas, Maranhão, Pará, Rondônia e Roraima. Vale ressaltar que o Torneio Regional funcionou como seletiva para o Torneio Nacional de Ginástica Rítmica, a ser realizado de 16 a 20 de outubro, em São Bernardo do Campo (SP).

Neste domingo (07/07), último dia de competições do Regional, foram conhecidas as representantes do Norte na categoria Adulto, níveis I e II (Individuais), e na categoria Juvenil (Conjunto). Representante do estado de Roraima, Luiza Morellato, de 16 anos, garantiu sua vaga na etapa nacional e subiu ao pódio duas vezes. Na prova com arco, a ginasta faturou o segundo lugar; já na classificação geral, onde foram somadas as notas nos aparelhos arco e bola, ela conquistou a medalha de bronze. A ginasta falou da felicidade em poder levar essa conquista para casa.

“Sinto-me realizada por tudo o que foi conquistado. Treinei bastante, me dediquei e vejo que tudo valeu a pena. Ainda preciso melhorar em alguns pontos, mas isso será corrigido com os treinos. Vou me esforçar bastante para melhorar minha série e representar da melhor forma o estado de Roraima”, afirmou a atleta, que também contou ter ficado nervosa antes das apresentações. “Fiquei bem aflita, mas minha técnica conversou comigo e me ajudou a superar meu nervosismo. Graças a Deus deu tudo certo, e agora é hora de comemorar”, destacou.

Técnica da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB-RR), Soraya Souza festejou em dobro com pais e atletas. Além da classificação de ginastas para a etapa nacional, o clube roraimense ainda faturou o troféu de campeão geral do Torneio Regional, somando um total de 103 pontos.

“Estamos muito felizes por essa conquista, que foi fruto de treinos intensos, dedicação e também da confiança dos pais e atletas em nosso trabalho. Felicidade e gratidão resumem cada vitória alcançada, vitória essa que é coletiva, é de Roraima, é de todos nós”, ressaltou.

Com classificação em todas as categorias, Soraya falou da preparação para o Torneio Nacional. “Trouxemos uma equipe de 14 atletas do clube AABB-RR e classificamos 11. Foi um trabalho árduo, com muitas dificuldades, uma conquista única para Roraima e para a equipe. Voltamos para casa com a sensação de dever cumprido, mas com a certeza de que ainda há muito trabalho pela frente na preparação das classificadas para a etapa nacional”, lembrou.

De acordo com a vice-presidente da CBG, Verônica Martins, o Torneio Regional foi um sucesso. Para ela, o Amazonas apresentou bons resultados e mostrou um crescimento elevado nos quesitos quantidade, qualidade técnica e qualidade organizacional.

“Realmente este foi um dos melhores torneios regionais da modalidade. Minha impressão é que a região Norte está fortalecida e apresenta uma perspectiva de melhora técnica a nível nacional. Vamos trabalhar e continuar fomentando a união da região, e vamos fortalecer ainda mais a ginástica do Estado do Amazonas”, afirmou.

Verônica também assinalou a importância do apoio público para o crescimento da modalidade. “É de fundamental importância que a Sejel continue nos dando apoio para que a ginástica do Amazonas realmente consiga atingir a meta de chegar a um campeonato brasileiro com um resultado expressivo”, destacou.

Para a presidente da FAG, Alessandra Balbi, sediar o Torneio Regional foi de suma importância para o nivelamento das equipes participantes. “Com a vinda da competição para o Amazonas, as equipes daqui puderam nivelar suas habilidades. Não apenas por conta da competição, mas também houve um intercâmbio entre as delegações, o que permitiu um aprendizado coletivo. Pude acompanhar as disputas e percebi que o nível tem crescido bastante, o que significa que a modalidade tem se desenvolvido a cada dia que passa, e isso é excelente”, afirmou.

Economia – Alessandra Balbi falou sobre o esforço para que a competição viesse para Manaus, com o objetivo de diminuir custos para as famílias das 43 ginastas amazonenses inscritas no Regional.

“Nosso principal objetivo com a vinda do Regional Norte para o Amazonas era a economia. Ao sediar o evento, as atletas da casa economizaram com passagens, hospedagens, enfim, com todos os gastos de se competir fora, e isso com certeza permitiu que elas tivessem melhores condições de participarem das disputas”, explicou a presidente da FAG.

Investimento –  Balbi falou ainda da importância do apoio dado pela Sejel, juntamente com a FAG. “Tivemos bons resultados para o Amazonas, e alguns até surpreenderam. Isso significa muito, porque essas equipes fazem rodízio de treinamento no Centro de Ginástica, e foi com o apoio do Governo do Amazonas, por meio da Sejel, e também da FAG, que elas conseguiram elevar o nível técnico. Só o fato de ter um espaço próprio para treinamento, aliado à utilização de equipamento oficial, faz toda a diferença”, finalizou.

Resultados – Confira os resultados do Torneio Regional de Ginástica Rítmica – Norte nas tabelas em anexo.

FOTOS: Lorena Furtado / Sejel

Copa Alvorada de Futsal reúne mais 300 pessoas na quadra do Unidos do Alvorada

A Escola de Samba Unidos do Alvorada, realizou na manhã deste sábado (06/07), a abertura da Copa Alvorada de Futsal, nas categorias Sub-07, Sub-09, Sub-11, Sub-13, Sub-15 e Sub-17. Pelo menos 200 crianças, acompanhadas de familiares, participaram da cerimônia, que teve início com um reforçado café da manhã, na quadra da escola, no Prosamim Alvorada, zona centro-oeste de Manaus.

A Secretaria de Estado de Juventude, Esportes e Lazer (Sejel) apoiou a iniciativa, com arbitragem e alguns materiais. “É maravilhoso ver a criançada reunida assim para a prática esportiva. Esperam a semana inteira por isso. É um lindo trabalho que a Unidos do Alvorada faz com as crianças e vamos dar apoio a esse tipo de inciativa sempre”, garante o secretário da Sejel, Caio André de Oliveira.

Ao todo, 40 equipes irão disputar a competição, que chega com mais força nesta 7ª edição da Copa Alvorada de Futsal. São 36 times masculinos e quatro femininos. Por se tratar de um evento de longa duração, as finais deverão ser realizadas no mês de novembro.

“Nosso pensamento é criar na criançada o bom hábito de praticar e prestigiar esportes. A Escola de Samba, Unidos do Alvorada, pelo menos na nossa gestão, vai sempre dar prioridade às crianças”, diz o presidente Joacy Castelo, conhecido como Jacaré.

O trabalho da escola de samba com esportes já completou 12 anos, período em que muitos atletas foram revelados, mas que para o dirigente serviu principalmente para melhorar a comunidade alvoradense. “Nosso projeto social esportivo da Unidos do Alvorada tenta disciplinar os jovens e adolescentes do bairro Alvorada, tirando-os da ociosidade e do caminho das drogas. Ao ocupar o tempo deles com coisas sadias, estamos com certeza ajudando”, enfatizou Jacaré.

Alimentação – Além do futsal, a quadra da Escola de Samba Unidos do Alvorada abriga outras atividades, como o reforço escolar e, em breve, iniciação musical, começando sempre nos sábados pela manhã, quando todas as crianças e adolescentes, antes de qualquer atividade, usufruem de um café da manhã reforçado . “Todos que vem agradecem pelo café da manhã. Fazemos questão de oferecer aos jovens uma alimentação boa e balanceada. Muitos esperam a semana inteira por esse café”, brinca Jacaré.

Apesar da falta de recursos financeiros, o Grêmio Recreativo Unidos do Alvorada pretende, a exemplo de outros projetos de sucesso, aproveitar o espaço físico privilegiado, que é a quadra, para implementar diversas atividades, de forma a atender não apenas as crianças da comunidade, mas as mães e até o público masculino adulto, com cursos profissionalizantes de rápida duração. “Nosso sonho é conseguir fazer a escola funcionar todos os dias da semana, todos os meses, o ano inteiro, prestando serviços à comunidade alvoradense. É difícil, mas vamos conseguir”, finalizou Jacaré.

FOTOS: NAILSON CASTRO/SEJEL

Atletas preparam-se para a 47ª edição do Campeonato Amazonense de Karatê

Dirigentes, atletas e familiares aguardam com ansiedade a 47ª edição do Campeonato Amazonense de Karatê, a ser realizada neste sábado (13/07), às 15h, e no domingo, às 9h, no Cassam (Centro Associativo dos Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica em Manaus). A organização é da Federação Amazonense de Karatê (FAK).

Uma das atletas de destaque no karatê amazonense é Kayene Lucena, de 8 anos, que treina há três anos e, nesse pequeno espaço de tempo, já conquistou grandes títulos. Aos 6 anos, foi campeã brasileira da modalidade, venceu cinco competições nacionais e 15 disputas regionais. Candidata ao titulo da competição deste fim de semana, a atleta disputará o campeonato na categoria Kata & Kumite Sub-10. Kario Lucena, o pai, também está ansioso. “As expectativas são as melhores. Ela treinou muito e é uma atleta disciplinada. Essa nova geração do karatê amazonense é muito talentosa e para vencer tem que ralar”, disse Kario.

Os irmãos Nathália Faria e Eduardo Faria, de 13 e 15 anos, respectivamente, classificaram-se para os Jogos Pan-Americanos que será em agosto, no Equador, e estão entre competidores do campeonato. Carlos compete na categoria Sub-14, e Nathália na Cadete, ambos fazem parte da Seleção Brasileira de Karatê e já venceram diversas disputas, entre elas nacionais e estaduais.

Animada para os duelos, Nathalia revela a expectativa. “Estamos treinando intensamente de segunda a sábado para o Pan-Americano e o Campeonato, seguimos confiantes na conquista da melhor posição para representar o Amazonas, o Brasil e nossa academia. Além dos treinos físicos e técnicos, recebemos orientação psicológica que ajuda na concentração e na segurança para as competições”, comentou Nathália.

A mãe dos desportistas, Suelem Faria, 36, espera que os dois atletas continuem conquistando seus desafios e demonstra apoio. “As competições iniciais serviram como uma alavanca que os animou com as conquistas, medalhas e campeonatos. Tudo isso incentivou para que eles continuassem a treinar mais e mais, e com o passar do tempo foram tomando gosto pelo esporte. Meu apoio de mãe despertou o interesse deles, o que gerou uma grande empolgação para o esporte”, disse.

FOTOS: Divulgação

Título brasileiro na Copa América e avanço do Manaus nas quartas do Brasileirão Série D, em foco, no ‘Destaques da Bola’

Produzido pela Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer do Amazonas (Sejel), o quadro “Destaques da Bola” já está disponível nas redes sociais da Secretaria, que pode ser encontrada pelo comando “sejel oficial”, em todas as plataformas midiáticas.

Campeonato Amazonense Sub-09 – Pelo Amazonense Sub-09, a Arena da Amazônia recebeu os jogos da 6ª rodada no último domingo (07/07). Entre os resultados, Nacional e Holanda empataram em 3 a 3, enquanto o Inter Academy atropelou o Flamengo Manaus com um placar de 10 a 0. Quem também se deu bem foi o Guerreirinhos, que venceu o Tarumã por 3 a 0, assim como o Santos, que bateu o Cruzeiro por 2 a 1. O Fast levou a melhor sobre o Manaus, por 1 a 0 e finalizando os trabalhos, o Barcelona Brasil garantiu mais uma vitória para a conta por 5 a 1 contra o Criarte. Quanto à partida entre EBS e Real Manaus, foi informado na súmula que, após o tempo regulamentar, a equipe do Real Manaus apresentou apenas seis jogadores em campo, sendo insuficiente para dar início ao duelo, motivo pelo qual não houve jogo.

Brasileirão Série D – E o Manaus conquistou, no último sábado (06/07), a classificação para as quartas de final do Campeonato Brasileiro Série D. No jogo de ida das oitavas, o Gavião do Norte foi derrotado por 1 a 0 contra o São Raimundo-PA. Já no jogo de volta, o Manaus venceu o tempo regulamentar por 1 a 0, com gol de Hamilton. Na etapa complementar não houve definição, o que levou a decisão para os pênaltis.  Nas cobranças, o Manaus conquistou a vitória por 4 a 3, com gols de Evair, Derlan, Negueba e Charles, além de uma excelente defesa do goleiro Jonathan, para sacramentar a vaga do time amazonense.

Copa Verde – E, na última quarta-feira (03/07), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou a tabela detalhada da 1ª fase da Copa Verde. Os times que irão representar o Amazonas na competição são Nacional F.C., Manaus F.C e Fast Clube. As disputas para os clubes amazonenses, que serão de ida e volta, terão início no dia 24 de julho e vão até 2 de agosto.

Copa América 2019 – E o Brasil é campeão da Copa América 2019. Com um placar de 3 a 1 sobre o Peru, a Seleção Brasileira levou a melhor e faturou o 9º título na competição. O jogo foi bem disputado, com gols de Everton, para o Brasil, e Guerrero, para o time peruano. Tudo igual e nada resolvido. Foi então que nos acréscimos da primeira etapa, Gabriel Jesus marcou para a equipe Canarinho e mais tarde Richarlisson, de pênalti, confirmou a vitória por 3 a 1 e o eneatítulo brasileiro na Copa.

Fotos: Mauro Neto/Sejel, Divulgação/CBF e Divulgação/FAF

Interdição do Estádio Ismael Benigno não foi informada à Sejel

A Secretaria de Estado de Juventude Esportes e Lazer (Sejel), responsável pela administração do Estádio Ismael Benigno (Colina), no bairro São Raimundo, zona Oeste de Manaus, informa que não foi , até o momento, notificada oficialmente sobre a decisão judicial que interditou o estádio. De acordo com o Secretário Caio André de Oliveira, todas os laudos foram solicitados e o problema gira em torno de uma escada que dá acesso da arquibancada ao campo. “A Polícia Militar não quer a escada para garantir a segurança dos jogos. Os bombeiros querem a escada como opção de evacuação em caso de necessidade, para a segurança dos torcedores. Então nós da administração estamos no meio de impasse sem termos culpa. O que os órgãos de segurança decidirem, iremos acatar. O que é de nossa responsabilidade está tudo certo”, enfatiza Caio.


O Estádio Ismael Benigno Fundado em 1961, foi totalmente demolido e reconstruído recentemente. Um dos principais palcos do futebol amazonense nas décadas de 1960, foi cedido ao Governo do Estado em 2009, com assinatura de um contrato (comodato) pelo período de 20 anos. A demolição e reconstrução, foi nos anos de 2012 e 2013 e 2014, com investimento de pelo menos R$ 21 milhões, com diversas especificações para poder ser aceito pela Fifa como estádio apto para treinamento das seleções da Copa do Mundo do Brasil, em 2014. “Do antigo estádio da Colina, podemos afirmar que só tem a escritura do terreno. Todo o resto foi refeito, sob rígidos padrões de segurança e com a inspeção de diversos órgãos internacionais, inclusive da Fifa. Nossa equipe está neste momento tentando resolver mais esse problema, recebido em janeiro, quando o governo Wilson Lima assumiu o estado”, declarou Caio.

O projeto de reconstrução e ampliação do estádio também atendeu a todas as normas de acessibilidade quanto à circulação mínima, rampas de acesso às arquibancadas, banheiros dimensionados e equipados para uso de pessoas com deficiência, como barras de apoio e o cuidado na escolha dos acabamentos do piso, além da atenção para as normas de saídas de emergência quanto à largura de corredores, saídas acessíveis e rotas de fuga.

O que provavelmente motivou a decisão judicial, ainda não comunicada oficialmente à Sejel, foi o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), um documento que atesta a vistoria realizada no local em relação à conformidade com as regras de segurança e prevenção de incêndios. Esse auto de vistoria é um dos principais documentos que devem ser providenciados para manter a regularização do alvará de funcionamento. “Sabemos de todas as necessidades. Tudo o que está ao nosso alcance já fizemos. Trocamos todos os extintores, providenciamos nova sinalização com novas placas, nova pintura entre outras ações. No entanto estamos no impasse da escada e nosso setor jurídico está aguardando a notificação judicial para tomarmos as providencias legais”, finalizou o secretário.

Fotos: Mauro Neto / Sejel