Notícias

Escolinha de Futebol do Nacional com inscrições abertas para 2018

O ano de 2017 está chegando ao fim e a Escolinha de Futebol do Nacional prepara-se para encerrar mais um ciclo de atividades. Para o próximo ano, a diretoria do Nacional Futebol Clube vem preparando uma série de novidades e já está com matrículas abertas para 2018.

As aulas serão encerradas no próximo dia 22 e, para fechar com “chave de ouro”, no dia seguinte, 23, serão realizadas as partidas finais do Torneio dos Pais e Sub-17, sob a coordenação do professor Leandro Alves. “Atualmente, a escolinha atende garotos de 5 a 17 anos, dividido em categorias. Nada melhor para esses alunos do que promover a interação entre pais e filhos e da forma que eles mais gostam: jogando futebol”, destacou Leandro, que acompanha todos as atividades desde o início do ano letivo.

Equipe Le Blues do Naça – Campeões do Sub-9 da terceira edição do Campeonato Interno da Escolinha de Futebol do Nacional.(Foto: Reprodução)

De acordo com informações da diretoria azulina, as matrículas para 2018 já foram iniciadas e, a partir do próximo ano, haverá um reajuste no valor da mensalidade. Entretanto, os pais que matricularem seus filhos para 2018 até o fim das atividades deste ano, terão um desconto especial: eles continuarão pagando o valor da mensalidade de 2017, sem qualquer acréscimo.

Já para os alunos antigos, a taxa de inscrição não será cobrada, uma vez que ela já foi efetuada no ato da matrícula inicial. Da mesma forma, os alunos que já possuem uniforme não precisam adquiri-lo novamente, ou seja, neste caso, a compra é opcional.

Maiores informações poderão ser adquiridas na sede do Leão da Vila Municipal, situado na Rua São Luís, nº 230, bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus, ou através dos números 99901-4288 e 99901-4559.

 

Por: Lorena Furtado

13º Campeonato Amazonense de Submission acontece neste domingo (17), na Arena Amadeu Teixeira   

A Federação Amazonense de Luta Livre e Submission  (Fasub) encerra o calendário de competições com o 13º Campeonato Aazonense de Submission, marcado para domingo (17), a partir das 9h, na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, zona Centro –Oeste de Manaus.

O evento contará com todas as categorias de peso e terá premiação de R$ 10 mil distribuídos entre as três primeiras academias que somaram pontos nos campeonatos federados.

As inscrições no valor de R$ 50, podem ser feitas na sede da Fasub, localizada na Rua Ramos Ferreira, próximo a Braga Veículos. Mais informações através do telefone (92) 99190-6766 ou (92) 99247-0538.

Por: Greici Fernandes

Matheus, Marajó e Rayla levam cinturões no Rei da Selva 10, em Manaus

Três cinturões têm novos donos no Rei da Selva Combat, o evento de MMA que mais cresce em credibilidade na Região Norte do Brasil. Na noite deste sábado, 11 de novembro, no auditório Nina Lins, na Universidade Nilton Lins, em Manaus, Matheus da Silva (Vermelho Fight/Clube Freitas), Marcos Marajó (SD System/Checkmat) e Rayla Nascimento (JMT/CT Manaus Fight) conquistaram os títulos das categorias mosca, pena e galo, respectivamente.

O paraense Matheus da Silva, que já era campeão do peso palha, faturou seu segundo cinturão da organização ao vencer Luiz Guerreiro (Império CT) por decisão unânime. O combate entre os atletas foi o melhor da noite, com uma apresentação que juntou técnicas refinadas de jiu-jítsu, boxe, muay thai e até capoeira.

Com vitória – a 11ª consecutiva na invicta carreira -, o atleta da equipe Vermelho Fight entra para a história do Rei da Selva como primeiro atleta a conquistar cinturões em duas categoria distintas. O paraense, que tem base em Manaus no Clube Freitas de Jiu-Jítsu do bairro do Mutirão, desabafou contra o preconceito sofrido antes da luta.

“Mandaram mensagem para mim nas redes sociais dizendo que eu só ganharia esse cinturão se fosse roubado, mas estou aqui para dizer que o povo paraense é guerreiro e trabalhador. Somos atletas e precisamos ser respeitados”, desabafou o “Pequeno Sinistro” do município de Juruti (a 848 quilômetros de Belém).

Luiz Guerreiro, mesmo derrotado por pontos, ficou feliz por ter feito um confronto histórico. O atleta da academia Império CT fez uma grande apresentação, mas esbarrou no excelente preparo e no coração valente do adversário.

“Nossa luta foi uma guerra, todos gostaram e não tenho o que reclamar. Demos o máximo, um show para a galera. Foi uma honra lutar com o Matheus, que é um cara muito duro e mereceu a vitória. Agradeço aos meus apoiadores e patrocinadores. Voltarei mais forte”, comentou Guerreiro.

Novo campeão dos penas

Na divisão até 66 kg, Marcos Marajó fez valer sua maior envergadura e dominou os três rounds contra Marcelino Cavalcante (Cavalcante Team/CT Brunocilla). O lutador da SD System, que é natural de Oriximiná (PA) e mora em Manaus, dominou o centro do “cage”, tomando a iniciativa do combate com chutes altos e boa defesa de quedas, já que a estratégia do oponente era levar a definição para o jogo de solo. A decisão unânime premiou a boa fase de Marajó, que é um dos atletas mais cerebrais do circuito profissional do Amazonas.

Rainha Interina

O GP Feminino foi outra atração do Rei da Selva 10 – Edição Ouro. Nas semifinais, Pâmela Valente (Team Cardoso) venceu Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai)  e Rayla Nascimento (JMT/CT Manaus Fight) superou Fabiulane Melo (RCT/Coari).

Pâmela e Rayla fizeram a final do GP no 13º combate da noite. A luta foi bastante equilibrada nos três rounds. A definição foi parar nas mãos dos juízes laterais, que deram vitória por decisão dividida para a aluna do professor Jefferson de Paula. Rayla então recebeu o cinturão interino do peso galo e depois fez a encarada com a dona do título linear, Mayana Kellem. O combate para definição da única Rainha da Selva está previsto para 2018.

“Dedico essa vitória especialmente ao meu filho, Luiz Guilherme, pois às vezes abro mão da companhia dele para me dedicar aos treinos. Também não posso deixar e agradecer ao professor Jefferson de Paula, que acreditou em mim quando ninguém acreditava. Apesar de a JMT ser uma equipe pequena, hoje temos dois cinturões do Rei da Selva”, disse Rayla, destacando que a colega de treino Joice Mara da Silva é campeã do peso palha da organização.

Rei da Selva 10 – resultados oficiais:

Local: auditório Nina Lins, Universidade Nilton Lins, Manaus

Card Principal:

Até 66 kg – Marcos Marajó (SD System/Checkmat) venceu Marcelino Cavalcante (Cavalcante Team/CT Brunocilla) por decisão unânime e conquistou o cinturão da categoria;

Até 61 kg – Rayla Nascimento (JMT/CT Manaus Fight) venceu Pâmela Gisele Valente (Team Cardoso) por decisão dividida;

Até 57 kg – Matheus da Silva (Vermelho Fight/Clube Freitas) venceu Luiz Guerreiro (Império CT) por decisão unânime;

Até 77 kg – Patric Brabão (MPBJJ/Nova União) venceu Victor Neves (Team Cardoso/Osvaldo Alves) por decisão unânime;

Até 75 kg – peso combinado – André Leocádio “Batata” (MPBJJ/Nova União) venceu Júnior Cachoeira (Careca Team) por finalização em chave de braço aos 3min02seg do primeiro round;

Até 52 kg – Andreza Belfort (X-Union) venceu Alessandra Nunes “Lelê” (Deo Academy Top Team) por decisão unânime;

Até 70 kg – Moisés Costa (SD System/Checkmat) venceu Elias Xavier (CT Operacional) por nocaute técnico aos 2min09seg do primeiro round;

Card Preliminar:

Até 79 kg – peso combinado – x Valmir Júnior (Team X-Union/CT Brunocilla) venceu Caio Cásar “Parangolé” (Império CT)  por nocaute técnico aos 3min40 do primeiro round;

Até 57 kg – Felipe Lima “D’Ouro” (SD System/Checkmat) venceu Tião Calixto (Deo Academy Top Team) por decisão unânime;

Até 84 kg – Salles Jackson (MPBJJ/Nova União) venceu Wagner “Monstro” (Team Cardoso) por nocaute técnico aos 4min10seg do terceiro round;

Até 66 kg – Jamerson “Pistoleiro” Oliveira (RCT/Coari) venceu Wanderson “Stronda” (The Pride) por decisão unânime;

Até 66 kg – Bruno Quintanilha (SD System/Champions Factory) venceu Ronacy Cowboy (CT Operacional) por nocaute técnico aos 45seg do primeiro round;

Até 61 kg – Rayla Nascimento (CT Manaus Fight JMT) venceu Fabiulane Melo (RCT/Coari) por decisão dividida;

Até 61 kg – Pâmela Gisele Valente (Team Cardoso) venceu Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai) por decisão unânime.

Texto: Emanuel Siqueira

Foto: Lorena Furtado

Copa Dailson Pinheiro: 1ª Edição do evento dá show e mostra que veio pra ficar

No último domingo, dia 5, foi realizada a 1ª Copa Dailson Pinheiro de Jiu-jítsu. O evento ocorreu na Vila Olímpica de Manaus, localizada na Avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste de Manaus. A competição contou com a participação de cerca de 200 atletas de diversas academias e faixas etárias.

De acordo com Dailson Pinheiro, faixa preta de jiu-jítsu e professor que inspirou o nome da competição, é uma honra muito grande poder organizar essa Copa e ver a receptividade das academias em um projeto que só vem para fortalecer o rol de competições no cenário da arte suave amazonense. “Acredito que esta ideia (o evento) veio para estimular não só a prática do jiu-jítsu, como também para aumentar cada vez mais a qualidade técnica dos combates entre os diversos competidores”, destacou.

1ª Copa Dailson Pinheiro de Jiu-jítsu (Foto: Sérgio Correa)

Nesta data, 7 de novembro, a Academia Dailson Pinheiro completa uma década de existência e a competição veio justamente para presentear seu fundador por esses 10 anos de contribuição para a arte suave. Além do ineditismo do evento, muitas novidades marcaram a Copa.

“Por se tratar de uma competição interna, pudemos ser os pioneiros em abrir vagas para as disputas na categoria Absoluto Master, nas graduações Azul e Roxa, e ficamos satisfeitos com o resultado. Inclusive, houve lutas disputadíssimas nessas categorias, com destaque para os atletas Antônio Cleuton e Roberto Pinheiro (ambos da Academia Alexandre Campos), que foram campeão e vice-campeão, fechando o Absoluto Master na graduação Azul”, comentou Pinheiro, responsável pelo evento.

1ª Copa Dailson Pinheiro foi realizada na Vila Olímpica de Manaus (Foto: Sérgio Correa)

 

RESULTADO GERAL DA COMPETIÇÃO

ACADEMIAS:

1° LUGAR – ACADEMIA NEY VALENTE

348 Pontos.

2° LUGAR – ACADEMIA ALEXANDRE CAMPOS.

263 Pontos.

3° LUGAR – ACADEMIA SESC JIU JITSU.

148 Pontos.

Academias campeãs (Foto: Sérgio Correa)

CAMPEÕES ABSOLUTO:

FAIXA AZUL ADULTO

1º JEAN PEREIRA (Ac. Alexandre Campos)

2º RODRIGO SANTANA (Ac. Alexandre Campos)

FAIXA ROXA ADULTO

1º ALAN CARVALHO (Ac. Ney Valente)

2º DANIEL BRITO (Ac. Ney Valente)

3º JEFERSON BRUNO (Equipe 7)

FAIXA MARROM ADULTO

1º RAFAEL FERREIRA (Ac. Ney Valente)

2º MARKSON MENDES (Ac. Ivo Neto)

3º JANDERSON FARIAS (Ac. SESC JJ)

MASTER FAIXA AZUL

1º ANTÔNIO CLEUTON (Ac. Alexandre Campos)

2º ROBERTO PINHEIRO (Ac. Alexandre Campos)

3º ANDERSON SILVA (Ac. Ney Valente)

MASTER FAIXA ROXA

1º BRUNO MAIA (Ac. Sesc JJ)

2º ALYSSON MARTINS (Ac. Ney Valente)

3º NATHANIEL OLIVEIRA (Ac. Almeida JJ)

Evento deu show de organização na Vila Olímpica de Manaus. (Foto: Sérgio Correa)

 

 

Por: Lorena Furtado

Após brilhar em competições internacionais, Luis Neto realiza temporada de seminários

Depois de se destacar nas competições internacionais realizadas nos EUA, o faixa preta 6° Dan de jiu-jitsu, Luis Neto, 42, vem realizando seminários por diversos municípios do Amazonas. O veterano sagrou-se campeão peso e absoluto  Gi e NoGI no Miami Fall International Open IBJJF, além de campeão Gi e NoGi no Dallas Open.

De volta a capital amazonense, o campeão já passou por Maués, Benjamin Constant, Tabatinga, entre outros municípios. No dia 20 de dezembro, será a vez de Coari sediar o seminário realizado pelo mestre, com inicio às 18h, no ginásio Gerado Granjeiro. Informações: (97) 984221691.

Por Greici Fernandes

 

Mesatenista amazonense Goutier Rodrigues disputa competição na Argentina

O mesatenista amazonense Goutier Rodrigues, 39, faz os últimos preparativos para mais uma competição internacional, a Copa Tango, de 19 a 24 deste mês, em Buenos Aires, na Argentina. O torneio é válido pelo Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Sem incentivo oficial do Governo ou Prefeitura, ele viaja na madrugada de domingo.

Paratleta da Classe 6 (dificuldade de locomoção), Goutier é atual número do ranking nacional de sua categoria. O objetivo inicial do manauara que mora no bairro do Coroado, na Zona Leste da capital, é somar pontos para participar do Parapan de 2019 – em local a ser definido. A maior meta é garantir vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

“Hoje sou um dos principais atletas do Brasil na Classe 6 e, segundo o técnico da seleção brasileira (Paulo Molitor), tenho reais condições de ir a Tóquio em 2020. Infelizmente, o Governo do Estado acabou com o programa de apoio aos atletas e paratletas de alto rendimento”, destacou Goutier.

Com centenas de medalhas obtidas em competições locais, nacionais e internacionais, Goutier se divide entre os treinos na Associação Atlética Adalberto Valle (Morada do Sol) e o trabalho como professor de Educação Física do Distrito 5 (Escola Estadual Maria Madalena, no Armando Mendes).

Apesar das vitórias com a raquete, esse talento amazonense enfrenta muitas dificuldades nos bastidores da política esportiva. A viagem para a Argentina, por exemplo, não tem incentivo nem do Governo do Amazonas nem da Prefeitura de Manaus.

“Todo do custo para a competição na Argentina, na qual vou representar o meu Estado e a minha cidade, está sendo arcado por familiares e amigos. Espero que esse quadro mude porque a Olimpíada está batendo à porta e se continuar do jeito que está o Amazonas não terá representantes na maior competição esportiva do mundo”, comentou o supercampeão.

Você também pode ajudar

Na semana que antecede o campeonato, o mesatenista corre atrás de patrocínio para custear as despesas de alimentação e transporte em Buenos Aires. Quem quiser colaborar com o paratleta pode depositar qualquer valor na conta poupança da Caixa Econômica Federal: agência 0020, operação 013, conta poupança 00356897-1, em nome de Goutier dos Santos Rodrigues. Outra forma é entrar em contato pelo número (92) 99191-5028.

Goutier recebe apoio da assessoria Emanuel Sports & Marketing, especializada na divulgação de atletas, paratletas, eventos esportivos, federações, academias e projetos sociais no Amazonas.

Por: Emanuel Siqueira

Rei da Selva Combat 10: Pesagem foi realizada nesta sexta-feira (10) em Manaus

Na manhã desta sexta-feira, dia 10, foi realizada a pesagem de um dos maiores eventos esportivos da região Norte do Brasil, o Rei da Selva Combat (RSC), que ocorreu na Academia 4 Fitness Club, localizada no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus.

Alessandra Lelê (à esquerda) e Andreza Belfort lutam no peso Palha no RSC 10 (Foto: Emanuel Siqueira)

Para esta, que é a Edição Ouro do RSC, haverá combates de tirar o fôlego, envolvendo disputas de cinturão, um card com preliminares de peso e a escolha da Rainha da Selva, em um Grand Prix feminino com lutadoras do interior do Amazonas, que promete agitar o público presente. De acordo com o organizador do evento, Sammy Dias, o evento está sendo preparado com muito carinho.

Pesagem de atletas do Rei da Selva Combat 10 (Foto: Emanuel Siqueira)

“Estamos trabalhando para que a competição seja um sucesso e valha à pena cada minuto. O público não irá se arrepender, pois os combates serão extremamente técnicos e de tirar o fôlego. Os atletas estão bem preparados e, agora, é só esperar pelos melhores resultados. Agradeço imensamente a todos os patrocinadores, amigos, familiares e colegas da área esportiva. Amanhã, é selva!”, destacou Dias sobre o evento.

Marcos Marajó (à esquerda) e Marcelino Cavalcante disputa o cinturão do peso Pena no RSC 10 (Foto: Emanuel Siqueira)

O Rei da Selva Combat 10, Edição Ouro, será realizado amanhã, dia 11, a partir das 19h, no auditório Nina Lins, situado nas dependências da Universidade Nilton Lins, localizada no bairro Flores, zona Centro-Sul da capital.

Card do Rei da Selva Combat 10 – Edição Ouro (Foto: Divulgação)

 

Por: Lorena Furtado

Manacapuru sediará evento de Jiu- Jitsu neste sábado (16)   

Conhecida como a terra da ciranda, Manacapuru, município distante a 68 quilômetros em linha reta de Manaus, sediará neste sábado (16), a partir das 9h, no ginásio Geraldo Dángelo, o 3º Open Manacapuru de Jiu-Jitsu Desafio de Lutas Casadas.

Haverá ônibus para os atletas inscritos na competição e professores, saindo às 7h30, da Avenida do Samba, no Sambodramo e retorno ao fim do dia para Manaus.

As inscrições no valor de R$ 30 podem ser feitas até quarta-feira (13), através do e-mail daniel.cristovao.dasilva@gmail.com ou na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Profissional (FAJJPRO), localizada na rua C-10, n. 1490, segunda etapa do bairro Japiim, zona Sul de Manaus. Informações através dos telefones (92) 99332-5726.

Por: Greici Fernandes

Inscrições para a VI Copa Cidade de Manaus de Jiu-Jitsu Profissional encerram nesta quarta-feira (15)

As inscrições para a VI Copa Cidade de Manaus de Jiu-Jitsu encerram nesta quarta-feira (15). O evento que encerra o calendário de competição da Federação Amazonense de jiu-jitsu Profissional (FAJJPRO), acontecerá neste sábado (18) e domingo (19), na Arena Amadeu Teixeira, Zona Centro – Oeste de Manaus.

A competição vale pontos no ranking por equipe. Assim como nos anos anteriores, o presidente da FAJJPRO, Bosco Junior, irá premiar com placa de tatames e kimonos as dez primeiras equipes colocadas.

Outra novidade que está animando os lutadores é que os atletas que não tem a carteirinha, a filiação é automaticamente atualizada para 2018. As inscrições podem ser feitas na sede da FAJJPRO, localizada na rua C-10, n. 1490, segunda etapa do bairro Japiim, zona Sul da cidade.

Informações através dos telefones (92) 98823-4840 ou (92) 99303-0046.

Premiação para as equipes campeãs

1º lugar: R$ 2.000

2º lugar: R$ 1.000

3º lugar: R$ 500

Por: Greici Fernandes

O esporte perde um Ícone: morre aos 91 anos Amadeu Teixeira

O Amazonas amanheceu de luto com a notícia da morte do ex-técnico de futebol Amadeu Teixeira, aos 91 anos, ocorrida na noite desta terça-feira (7) , em um hospital particular na Zona Centro-Sul de Manaus.

Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde setembro, após sofrer um acidente doméstico e fraturar três costelas, tendo uma delas perfurado um dos pulmões. A morte ocorreu em consequências de falência múltipla de órgãos.

Fundador e comandante do América Futebol Clube por 53 anos, Amadeu Teixeira foi o maior exemplo de amor e dedicação ao esporte.

Nascido em 30 de junho de 1926, Teixeira começou como massagista e fisioterapeuta até virar técnico, entrando para o Guiness Book, o Livro dos Recordes, por ser o técnico que ficou mais tempo comandando um clube no futebol mundial, superando inclusive, Alex Ferguson, do Manchester United (Inglaterra).

Os anos de dedicação ao esporte renderam ao treinador a homenagem no ano de 2007, tendo seu nome vinculado ao ginásio poliesportivo mais moderno do Amazonas, com capacidade para 11.800 pessoas, a Arena Amadeu Teixeira. Este ano, o Ministério Público Federal (MPF) deu prazo ao governo do Amazonas para retirar os nomes de pessoas vivas de logradouros e prédios públicos. Com o falecimento, a homenagem deverá ser mantida.

Seu Amadeu deixou um legado no esporte, uma imensa lista de admiradores e amigos que aprenderam com sua simplicidade e dedicação, o verdadeiro sentido da vida.

Por : Greiciane Fernandes