Notícias

Campeonato Amazonense de Muay Thai acontece neste domingo (14)

O Campeonato Amazonense de Muay Thai terá sua 14ª edição neste domingo (14/4), a partir das 9h, na Escola Estadual Ruy Araújo, no bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus. A competição, que é realizada pela Federação Amazonense de Boxe Tailandês (FABT), terá disputas nos naipes masculino e feminino e vai envolver quatro categorias – Juvenil, Estreante, Iniciante e Amador.

O titular da Sejel, Caio André Oliveira, falou da importância do incentivo ao esporte. “O muay thai é um esporte que tem crescido bastante, e estimular sua prática é algo que beneficia muitos jovens, auxiliando na formação de novos atletas”, ressaltou.

Para o presidente da FABT, Rômulo Bonates, a competição já ganhou espaço no calendário esportivo da cidade e será uma excelente oportunidade para conquistar novos adeptos. “O evento tem conquistado mais participantes a cada ano que passa, e nosso intuito é exatamente esse: de que o esporte se desenvolva e que mais atletas possam conhecer e praticar a modalidade. O campeonato vem trazendo também um bom público, o que demonstra a credibilidade da competição a cada edição”, destacou.

Para esta edição, quatro serão as categorias disputadas. No Juvenil (14 a 15 anos, e 16 a 17 anos), os materiais a serem utilizados nas disputas serão luvas, caneleiras, cotoveleiras, protetor de tórax e capacete. No Estreante (zero lutas), deverão ser utilizadas luvas, caneleiras, cotoveleiras e capacete. Já nas categorias Iniciante (uma a três lutas) e Amador (não importa a quantidade de lutas), será necessária somente a utilização de luvas, caneleiras e cotoveleiras.

As inscrições para a competição já estão encerradas. No total, foram 89 atletas inscritos. Os ingressos para o evento custam R$ 5, além de um quilo de alimento não perecível, que serão doados às famílias que foram vítimas do incêndio ocorrido no bairro Educandos, em dezembro de 2018.

Premiação – Como premiação, os dois primeiros colocados de cada categoria irão receber medalhas de ouro e prata, respectivamente. Já as academias receberão troféus, do primeiro ao terceiro lugar.

Para maiores informações sobre a competição, os interessados podem entrar em contato com a organização pelos números (92) 98152-6766 (Rômulo Bonates) e 99222-5040 (Rodrigo Fogaça). O evento conta ainda com o apoio da organização do 1º Congresso de Muay Thai do Norte, Samel, Rebool e Posto Beer.

Categorias

Masculino

– Até 51,9 kg

– 52kg até 55,9 kg

– 57kg até 59,9 kg

– 60kg até 63,9 kg

– 64kg até 67,9 kg

– 68kg até 71,9 kg

– 72kg até 75,9 kg

– 76kg até 81,9 kg

– 82kg até 86,9 kg

– 87kg até 91,9 kg

– Acima de 95kg

Feminino

– Até 49kg

– 50kg até 52,9 kg

– 53kg até 55,9 kg

– 56kg até 58,9 kg

– 59kg até 61,9 kg

– 62kg até 64,9 kg

– 65kg até 68,9 kg

– Acima de 70kg

FOTOS: Mauro Neto / Sejel

Terceira edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu acontece no dia 31 de maio

A organização do Jungle Classic Jiu-Jítsu anunciou a data para a realização da terceira edição do evento, marcado para o dia 31 de maio, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, n. 2100, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus.

De acordo com Bosco Júnior, o evento contará com 16 lutas, que inclui confronto entre campeões da primeira e segunda edição. “A expectativa para esse evento é muito boa. Anunciamos as lutas e muitas pessoas já estão buscando ingressos. São atletas renomados e que fazem parte da história do jiu-jítsu amazonense e isso desperta o interesse do público para assistir os combates”, explicou o idealizador do evento. 

Sucesso de público e de lutas em sua primeira e segunda edição, o Jungle Classic se consolidou como um dos maiores eventos de lutas casadas do Brasil. O card, repleto de ícones da luta, é uma excelente oportunidade para que a nova geração possa prestigiar os lutadores veteranos.

Entre os atletas renomados que compõem o card estão Paulo Peixe (Valois Jiu-Jítsu) e Luís Pinto (HBJ), lutadores que foram destaques na década de 90 e protagonizarão uma das lutas mais esperadas do Jungle Classic. Em 1995, Luís participou de um comitê de lutas organizado por Paulo Peixe, e que teve como árbitro Carlson Gracie. 

“Luto desde os 10 anos de idade e sempre gostei de lutas. Fiquei afastado por quase 15 anos, mas retornei ano passado e fui campeão de um evento renomado. Agora fui desafiado pelo Luís. Ele é 10 quilos mais pesado, mas eu sempre fui um lutador que gosta de desafio. Quando eu competia e via alguém se destacar, sempre pedia para casar minha luta com a pessoa na categoria Absoluto, porque sempre gostei de lutar com os melhores e eu nunca fui finalizado. Tenho certeza que essa luta vai pegar fogo”, declarou Paulo.

Confira o Card

– Jander Pinheiro (Pinheiro Jiu-Jitsu) x Dano Cardoso (Bronx/TTG)
– Sérgio Porto (Equipe7/Mascarenhas) x João Leão (Clube João Leão)
– Allen Lima (Nova União) x Henrique Ramos (Equipe 7/Mascarenhas)
– Roberto Pinheiro (HBJ) x Antônio Sotto (AJ/GFTEAM)
– Horácio Martins (Horácio BJJ/Osvaldo Alves) x Agnaldo Lima (Cássio Façanha)
– Cláudio Feitosa (Team Feitosa BJJ/RPBJJ) x Heberson Belchior (Budha Jiu-Jítsu)
– Júnior Cardoso (Team Cardoso) x Maurício Titão (HBJ)
– Mário Daniel (Valois Jiu-Jítsu) x Gláucio Alves (Pina)
– Zacarias Neto (AJ Jiu-Jitsu) x Matheus Segadilha (Monteiro)
– Paulo Cristian (Equipe Shok) x Rodolfo Sant’Anna
– Abrahim Júnior (Monteiro) x Wagner Ferreira (Nova União)
– Adalberto dos Santos (Nova União) x José Augusto (Orley Lobato/AGBJJ)
– Jairo Vidal (Man Fight) x Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas)
– José Moraes (Valois Jiu-Jítsu) x William Couto (Monteiro)
– Luís Rocha (HBJ) x Paulo Peixe (Valois Jiu-Jítsu)
– Fernando Soares (Orley Lobato) x Lissandro Barros (Team Cardoso)

Maiores informações pelo telefone (92) 98823-4840.

Foto de capa: Lorena Furtado / Portal No Pódio

11ª edição do Oscar da Luta Livre acontece neste sábado, no auditório da Fieam

Reunindo os melhores atletas do ano em 2018, a Federação Amazonense de Submission e Luta Livre Esportiva (Fasub) promove neste sábado (12/01), a partir das 19h, a 11ª edição do Oscar da modalidade. O palco escolhido para receber os homenageados será o auditório da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), localizado Avenida Joaquim Nabuco, nº 1919, bairro Centro, zona Sul de Manaus.

Ao todos, mais de 480 atletas serão homenageados por conta dos resultados em competições realizadas em 2018. Além dos competidores, também serão premiados patrocinadores, academias, projetos sociais, profissionais da imprensa e demais entidades que contribuíram com o desenvolvimento e divulgação da luta livre no Estado.

O presidente da Fasub, Totonho Aleixo, falou sobre a expectativa para o evento. “Este ano tivemos de trocar o local do Oscar da Luta Livre, tendo em vista a quantidade de pessoas que aumentou consideravelmente. Cada vez mais atletas buscam estar federados e em 2018 não foi diferente. Tivemos muitos atletas se revelando e as parcerias para que nossa modalidade crescesse foram fundamentais. Agora é a hora de agradecermos pelo esforço de cada um que fez parte do sucesso que tivemos no ano passado, seja nas competições ou nos treinamentos de cada academia”, afirmou.

Foto: Mauro Neto

Amazon Talent – Gold Edition acontece no dia 5 de dezembro, no Versalles Eventos

O empresário Sammy Dias anunciou o card do Amazon Talent – Gold Edition, marcado para o dia 05 de Dezembro, a partir das 20h, no Versalles Eventos, Rua Raimundo Nonato de Castro, 817, Ponta Negra, atrás do Dulcilla’s), Zona Oeste de Manaus.

Serão dez super combates e entre as feras que compõem o card, está Marcelo Pontes  (MPBJJ/Nova União), que promete um grande espetáculo. “A expetativa para essa luta é boa. Estou bem confiante na vitória. Pela primeira vez estarei lutando o Amazon talent e posso garantir ao público que vai ser show de porrada, com trocação o tempo todo”, explicou.

Ingressos e informações: (92) 98262 2820.

Confira o Card

– Manuel Oliveira “Esquentadinho” VS Luiz Eduardo “Dudu do Bronx”

– William “Bad Boy” VS André Santos

– Zairo Garcia VS Lucas Almeida “The Talent”

– Marcelo Pontes VS Daniel Soares

– Anderson Santos “Choque” VS Almir “Xerox”

– Felipe Lima “D’Ouro” VS Eurides Bandeira

– Victor Nogueira VS Micael Vasques

– Alejandro Pato VS Geraldo Nogueira

– Júnior “Catita” VS Raison Ítalo

– Francisco Felipe “Chico” VS Admilson Paz

Luís Rocha enfrentará Paulinho Peixe no Jungle Classic Jiu-Jítsu

A organização do Jungle Classic Jiu-Jítsu confirmou o combate entre os veteranos Luís Rocha (50) e Paulinho Peixe (52), para a terceira edição do evento, marcada para o dia 31 de maio, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, no bairro Chapada, zona Centro-Sul de Manaus.

Escalado na primeira e segunda edição do Jungle Classic, Luís Pinto acabou ficando de fora dos combates por desistência dos adversários. “Acredito que dessa vez lutarei, já que nas edições anteriores acabei não participando. A expectativa é grande e estou muito bem preparado para voltar a competir. Meu treinamento está intenso e minha equipe HBJ está me dando todo apoio. Com certeza vou dar um show”, declarou.

Embora façam parte da história do jiu-jítsu no Amazonas, essa será a primeira vez que os veteranos irão se enfrentar. “Nunca lutei com o Paulinho. Foi ele que me desafiou, em uma graduação na HBJ, e depois apenas confirmei que realmente iríamos lutar. Perguntei dele pessoalmente e ele disse que sim. Estou super feliz”, explicou.

Rocha conheceu as lutas através do judô, em 1982, três anos depois começou a treinar jiu-jítsu com Luís Façanha. Posteriormente recebeu um convite para integrar a equipe Humberto Barbosa, onde permanece até hoje. “O Luís Façanha era mestre do Humberto Barbosa. Éramos uma equipe com grandes guerreiros, todos remanescente do Mestre Façanha. Foi treinando com os melhores, que eu consegui conquistar títulos importantes”, relatou.

A trajetória de sucesso do veterano, inclui participação em evento de vale tudo. “Representei o jiu-jítsu em um comitê de vale tudo. Fiz a luta mais sangrenta daquele tempo, com um gigante, o guerreiro ‘Bidida’. Nesse combate, nenhum de nós voltou para fazer a próxima luta. Esse momento ficou marcado na minha trajetória de luta”, relembrou.

Segundo Luís, a modalidade é uma importante ferramenta para a sociedade. “O jiu-jítsu é um instrumento de integração, sociabilidade e disciplina. A prática desse esporte me proporcionou grandes conquistas e muitas amizades, não só no tatame, mas na vida”, avaliou.

Há mais de dez anos sem competir, Paulinho Peixe mostrou-se eufórico com o retorno à competição de jiu-jítsu. “Na verdade, foi o Luís que me desafiou, mas isso não importa, guerreiro que é guerreiro luta desafiando ou sendo desafiado. Será uma das melhores lutas do Jungle Classic. O público pode esperar muita combatividade. Estou treinando muito forte, com muita intensidade, foco e determinação para, desta forma, conquistar a vitória”, afirmou .

Paulinho compõe a velha guarda do jiu-jítsu. Iniciou os treinos em 1977, no Olímpico Clube, com o Professor Aly Almeida. “Sempre estive na ativa, lutei todos os campeonatos, só perdi duas lutas em minha vida e todas as vitórias foram por finalização. Lutei até a faixa marrom e depois me tornei evangélico. Na época, luta era algo muito complexo e negativo para igreja por causa da violência, mas com o tempo, a igreja abriu um projeto e fui convidado para dar aula. Assim, retornei aos tatames, fazendo dos meus alunos campeões. Essa será uma ótima oportunidade para meus alunos me verem lutar e eu quero proporcionar o show que sempre dei nas competições”, disparou.

Maiores informações pelo telefone (92) 988234840.

Fotos: Acervo pessoal dos atletas.

Amazonenses concorrem ao Oscar do MMA nacional na 8ª edição do prêmio Osvaldo Paquetá

Com a participação de oito representantes amazonenses, a oitava edição do prêmio Osvaldo Paquetá, que irá premiar os melhores do MMA nacional no ano 2018, promete grandes emoções. O evento, que acontece neste sábado (19/01), a partir das 19h, em Curitiba – PR, terá a presença do Amazonas em sete categorias, dentre elas Melhor Announcer, Atleta Revelação, Nocaute do Ano, Luta do Ano, Árbitro do Ano, Melhor Arte Gráfica e Equipe do Ano.

                O prêmio funciona por votação popular e pode ser feito através do link https://premioosvaldopaqueta.com.br/de-seu-voto/. Para votar, será necessário que o usuário possua um perfil no Facebook, dessa forma ele efetuará o login no link da premiação e poderá começar a votação, que é única para cada perfil. Na ocasião, várias categorias serão apresentadas, com cinco opções para cada categoria. O internauta tem até às 23h59 desta sexta-feira (18/01) para concluir seu voto.  

                Com dois amazonenses na disputa, a categoria Announcer do Ano traz Marcos Sabadin e Bilmar Pereria em um páreo acirrado. Eleito em 2017 nesta categoria, Marcos Sabadin busca sua segunda vitória consecutiva no prêmio. “Sei do talento e da competência dos colegas que estão concorrendo e muito me alegra ter, além de mim, mais um amazonense na disputa, o que comprova que nossa terra tem talentos imensos. Estou bastante confiante e espero trazer para o Amazonas o bicampeonato na categoria”, disse.

Foto: Lorena Furtado

Além das categorias já listadas, também haverá a escolha dos melhores do ano nas categorias Treinador, Reviravolta, Lutadora, Finalização, Lutador Revelação, Lutador, Comunicador, Ring Girl, Matéria, Fotografia, Edição/Card, Cutman, Eventos Não Televisionados, e Eventos Televisionados.

Revelação – Com apenas 21 anos e duas vitórias nas três lutas de seu cartel, a atleta Larissa Rawry mostrou que veio para ficar. Praticante de MMA há um ano, a lutadora da Deo Academy/Denis Wester garantiu seu passaporte para disputar o prêmio Osvaldo Paquetá ao faturar o cinturão do Peso Palha (Até 52kg), no evento Amazon Talent. Feliz pela indicação, ela fala da expectativa em ser a única amazonense a participar do prêmio em sua categoria.

Foto: Divulgação

“É muito gratificante ter meu trabalho reconhecido nacionalmente. Estar concorrendo como atleta revelação é, sem dúvida, a prova de que valeu à pena cada minuto de treino e dedicação. Independe do resultado, já me sinto muito feliz e recompensada ter chegado até aqui e, mais ainda, por saber que tenho a oportunidade de representar o meu Estado no Oscar do MMA nacional”, afirmou Rawry.

Arte Gráfica – Outro estreante no Prêmio Osvaldo Paquetá é o coariense Winicius Tarik, de apenas 17 anos. Ele, que disputa a categoria Arte Gráfica do Ano, feita para o evento Shooto Brasil, conta que ficou bastante feliz ao ver sua arte entre as cinco melhores do Brasil. “Sou o primeiro e mais jovem amazonense a concorrer nessa categoria e espero levar esse prêmio. Sou de Coari e estou tendo um apoio imenso dos meus familiares, amigos e de toda a minha cidade. Com fé em Deus vou representar da melhor forma possível meu Estado e espero levar esse troféu para casa”, destacou.

Arte / Divulgação

Confira as categorias e os nomes dos amazonenses que estão concorrendo ao Prêmio Osvaldo Paquetá:

MELHOR ANNOUNCER

Marcos Sabadin

Bilmar Pereira

LUTADORA REVELAÇÃO

Larissa Rawry

ÁRBITRO DO ANO

Abraão Lincon

LUTA DO ANO

Luís Guerreiro

NOCAUTE DO ANO

Luís Guerreiro

ARTE GRÁFICA DO ANO

Winicius Tarik

EQUIPE DO ANO

RCT

Torneio Rei das Faixas de jiu-jítsu, pagará R$ 3 mil ao campeão da competição

O empresário Bosco Júnior lançou um desafio aos lutadores de Manaus. Trata-se do evento Rei das Faixas, que reunirá lutadores de todas as graduações em um único torneio de jiu-jítsu. O vencedor receberá a premiação de R$ 3 mil, em dinheiro. A competição, está prevista para acontecer até o dia 10 de janeiro de 2019, e ainda não tem local definido, mas já está com inscrições abertas.

De acordo com o idealizador do evento, os combates terão bastante qualidade. “O desafio que estou lançando é para saber como está o nível técnico dos atletas, independente de faixa.  Quero saber quem são os lutadores que se destacam em um evento desse porte. A competição será equilibrada para todos os atletas e a premiação em dinheiro é muito boa. Vamos fazer um evento de qualidade, como os atletas amazonenses merecem. Teremos duas áreas de tatames, placar eletrônico novo e os árbitros capacitados. Nossas competições são diferenciadas, pois valorizamos os lutadores e proporcionamos ao público um grande espetáculo”, declarou.

Poderão participar da competição atletas das faixas branca, azul, roxa, marrom e preta. Os combates terão duração de seis minutos. No caso de um atleta faixa marrom ou preta enfrentar um atleta faixa roxa, azul ou branca durante o mata-mata no torneio, prevalecerá a regra do menos graduado. Já no caso do confronto entre faixas preta ou marrom, prevalece a regra dos mais graduados. Se houver empate, a vitória será do mais graduado.

Inscrições – As inscrições no valor de R$ 70 podem ser feitas na Rua C-10, n. 1490, bairro Japiim, zona Sul de Manaus.  Informações (92) 98823-4840.

Com luta feminina inédita, Remulos Fight Night finaliza quinta edição

Com luta feminina inédita, Remulos Fight Night finaliza quinta edição

Com direito a lutas emocionantes e um duelo feminino de peso, o Remulos Fight Night (RFN) encerrou no último sábado (23/03), mais uma edição do evento. A competição, que é chancelada pela Comissão Atlética de MMA do Amazonas (CAMMA-AM) e é apresentada pelo melhor announcer do Brasil, Bilmar Pereira, eleito em 2018 pelo Prêmio Osvaldo Paquetá, conta com seis lutas de artes marciais mistas todos os sábados, a partir das 20h, no Remulos Beer, localizado na Rua Lobo D’Almada, nº 363, bairro Centro, zona sul de Manaus.

Entre as disputas da noite estava a luta feminina inédita do RFN, protagonizada por Ester Loureiro (Formando Campeões) e Eluane Freitas (Paixão Farias). Foram três rounds de tirar o fôlego, com tentativas de finalização variadas e muita trocação. Ao fim do combate, quem levou a melhor foi Ester Loureiro, por decisão unânime.

Destaque também para a disputa entre Felipe Rocha (Brother Fight) e Adril Vieira (Alfa Red Lions) que, após troca de provocações, terminou com a finalização mais rápida de todas as edições do RFN. Na ocasião, Adril venceu o adversário com uma chave de braço (armlock), aos 16 segundos do primeiro round, e garantiu a vitória no peso Galo.  

Para o empresário Rômulo Fernandes, presidente do RFN, a iniciativa veio para revolucionar o MMA amazonense. “Decidi juntar duas coisas que são a paixão do brasileiro, que é o esporte (MMA) e mulher bonita. Acredito que o RFN é uma excelente oportunidade para descobrir novos talentos e poder fazer isso com uma equipe de arbitragem séria e comprometida é algo que confirma a credibilidade do evento. De quebra, ainda é possível que as mulheres da casa possam abrilhantar a noite, o que faz com que nosso público una o útil ao agradável”, explicou.

Próxima edição – A sexta edição do RFN será realizada no próximo sábado (30/03), a partir das 20h. Os ingressos antecipados, no valor de R$ 10, já podem ser adquiridos pelo telefone (92) 98105-8200. No dia do evento, a partir das 20h, as entradas poderão ser adquiridas no valor de R$ 20.

Confira os resultados da noite

Luta 1 – Sérgio Luiz (Xerox Top Team) x Raimundo Nonato (Bruce) – 66kg

Vencedor: Raimundo Nonato. Por finalização (guilhotina), aos 29 segundos do 1° round.

Luta 2 –  João Victor (Kratos Nine Nine) X Jhon Correa – 70kg

Vencedor: João Victor. Por finalização (armlock), aos 1’24” do 1° round.

Luta 3- Ester Loureiro (Formando Campeões) x Eluane Freitas (Paixão Farias) – 65kg

Vencedora: Ester Loureiro. Por decisão unânime.

Luta 4 – Lucas Silva x Ademar Guimarães

Vencedor: Ademar Guimarães. Por decisão unânime.

Luta 5 – Felipe Rocha (Brother Fight) x Adril Vieira (Alfa Red Lions) – 57kg

Vencedor: Adril Vieira. Por finalização (armlock), aos 16 segundos do primeiro round.

Luta 6 – Edicley Barbosa (Kratos Nine Nine) x Madson Michel (Brother Fight) – 66kg

Vencedor: Edicley Barbosa. Por nocaute técnico, aos 2’06” do 1° round.

Fotos: Daniel Corttez

Atletas do Amazonas participam de seletiva nacional de luta olímpica


O Amazonas vai ter quatro representantes no Trials Nacional de Luta Olímpica, que será realizado nos dias 18 e 19 de janeiro, no Rio de Janeiro (RJ). A competição é classificatória para o pré Pan-Americano da modalidade. Os selecionados para competição são Tasso Alves (até 74 kg), Matheus Frota (até 74 kg), Rita Reis (até 50 kg) e Brenda Ariane (até 59kg). Os amazonenses treinam no Centro de Alto Rendimento da Região Norte (Ctara), dentro da Vila Olímpica de Manaus. “A luta olímpica está entre os nossos melhores desempenhos, e nós temos a obrigação de apoiar e incentivar esses atletas que todos os dias vem de longe treinar. Entendemos que essas competições são a grande oportunidade para colocar em prática os treinamentos diários e todos os investimentos que o Governo do Amazonas faz”, disse o titular da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Caio André.

De acordo com o presidente da Federação Amazonense de Luta Livre Esportiva (Falle) e treinador do Ctara, Waldeci Silva, essas seletivas e competições são muito importantes porque aproximam cada vez mais os atletas dos grandes eventos esportivos da modalidade. A luta olímpica é uma modalidade que, por fazer parte dos jogos olímpicos, é extremamente difícil e disputada por milhares de atletas. A preparação é intensa, sem interrupção, nem mesmo para as festas de fim de ano. Na década de 2000, o Amazonas passou a figurar entre as potências no esporte nas competições nacionais. Entre os atletas que alavancaram a modalidade está o técnico amazonense Waldeci Silva, que acredita no potencial dos atletas que irão disputar essa competição.

“Esses quatros são nossos lutadores, e estamos apostando em excelentes resultados no Trials, para depois irmos fortes para o classificatório do Pan. Se Deus quiser, conseguiremos vagas tanto para a Seleção Brasileira quanto para o Pan classificatório”, enfatizou o técnico. Quanto à Seleção Brasileira, as vagas são conquistadas. Os atletas precisam vencer o Campeonato Brasileiro, em maio, para então disputarem a convocação e terem chance de irem aos os jogos Pan-americanos de Lima, no Peru. “Precisam ganhar para não irem para a melhor de três com o campeão brasileiro de 2019″, comentou Waldeci sobre o sistema classificatório.

Destaque – Atleta de ponta e grande nome da luta olímpica no Amazonas, o capitão da Polícia Militar, Tasso Alves, iniciou no judô, passou pelo jiu-jítsu e migrou para a luta olímpica em 2005. É um dos convocados para integrar a equipe que irá em busca de vagas para o Pan classificatório. Ele, que já carrega vários títulos na modalidade e tem passagem pela Seleção, espera manter a trajetória de sucesso no esporte. “Primeiramente, preciso agradecer à Policia Militar do Estado do Amazonas, que me permite treinar e participar dos treinos e das competições. Meu objetivo é fazer parte da Seleção Brasileira e participar dos Jogos Pan-americanos em Lima. Vou fazer o que estiver ao meu alcance para trazer essa vitória para o Amazonas, para a minha família e para os meus amigos”, destacou Tasso.

Artes marciais – Faixa preta de judô, a atleta Rita Reis, de 23 anos, migrou para a luta olímpica em 2015 e se apaixonou pelo esporte. Com apenas um ano na modalidade, ela já está entre as melhores do Amazonas em sua categoria (até 50 kg). Ela diz que a felicidade em ter sido escolhida para representar o Estado é enorme. “Fico extremamente feliz por poder mostrar tudo o que aprendi e agora vou em busca dos melhores resultados para dar orgulho a quem depositou sua confiança em meu talento e no meu trabalho”, finalizou.

FOTOS: MAURO NETO/SEJEL

http://www.amazonasesporte.am.gov.br/2019/01/atletas-apoiados-pelo-governo-do-amazonas-participarao-de-seletiva-nacional-de-luta-olimpica/

The Orange League” chega ao Brasil para definir o segundo representante da Liga Mundial e garimpar talentos para as próximas temporadas

Fonte: Copa Podio

Uma das grandes novidades da 6ª temporada da Copa Podio é o lançamento da The Orange League, uma liga mundial que vai reunir faixas-laranjas de diferentes países em uma acirrada disputa para definir o primeiro campeão da liga em fevereiro de 2019.

“A partir da The Orange League Brasil já estaremos credenciando os campeões, de todas as categorias e faixas, a partir dos 10 anos de idade para serem membros da Liga e participarem dos eventos das próximas temporadas”, explicou a organização do evento.

Os pequenos competidores, a partir dos 4 anos de idade, também terão um espaço para mostrarem o seu jiu-jitsu em um festival montado especialmente para eles na festa que ocorrerá em São Paulo no Centro Esportivo Mooca, Rua Taquari, 635.

FAIXAS-BRANCAS, CINZAS E AMARELAS (DIVISÕES DE ACESSO)

Os campeões de cada categoria receberão o certificado e o registro da THE ORANGE LEAGUE e estarão credenciados para participar dos próximos eventos da liga, passando a ser membros da mesma a partir dessa data.

FAIXAS-LARANJAS (THE ORANGE LEAGUE)

Masculino:

O campeão e vice das categorias até 48 kg e até 54 kg  (entre 12 e 15 anos)  estarão credenciados para participar do torneio final que será realizado no mesmo dia e que definirá o segundo representante do Brasil na THE ORANGE LEAGUE WORLD.

Os campeões das demais categorias receberão o certificado e o registro da THE ORANGE LEAGUE e estarão credenciados para participar dos próximos eventos da liga, passando a ser membros da mesma a partir dessa data.

Feminino:

As campeãs de cada categoria estarão credenciadas para participar do torneio final que será realizado no mesmo dia e que definirá a lutadora que fará a super luta feminina especial no THE ORANGE LEAGUE WORLD.

FAIXAS-VERDES (DIVISÃO ESPECIAL) 

O campeão da categoria até 67 kg, entre 13 e 15 anos (completos até dezembro de 2018) estará credenciado para participar do torneio final que será realizado no mesmo dia e que definirá o lutador brasileiro que enfrentará o australiano Kyle Mayocchi na luta especial do THE ORANGE LEAGE WORLD.

Os campeões das demais categorias receberão o certificado e o registro da THE ORANGE LEAGUE e estarão credenciados para participar dos próximos eventos da liga, passando a ser membros da mesma a partir dessa data.

Para acessar a planilha com a distribuição de pesos e categorias CLIQUE AQUI.

Para fazer a sua inscrição CLIQUE AQUI. (Os 50 primeiros inscritos receberão a camiseta da THE ORANGE LEAGUE).

Para maiores informações entre em contato através do e-mail: [email protected]