Campeão da segunda edição, Dawglish Souza retorna ao Jungle Classic 4.0 para enfrentar Dinor Castelo Branco

Campeão da segunda edição, quando venceu Emerson Bechimol por um placar de 2 a 0, o faixa preta de jiu-jítsu, Dawglish Souza, 37, foi escalado para enfrentar Dinor Castelo Branco, 39, na 4ª edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu, marcado para o dia 1° de novembro, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul da cidade.

Essa será a primeira vez que os atletas se enfrentarão em uma competição de luta. “Nunca confrontei meu oponente, mas sei que é um lutador com bastante experiência e tenho todo o respeito com os meus adversários. Espero fazer uma grande luta e mais uma vez me sagrar campeão nesta importante competição”, declarou.

Pai do Victor Felipe, 16, e da Manuela Beatriz, 6, Dawglish treina desde os oito anos de idade. O lutador começou a praticar artes marciais no Clube Terraço, com o professor Lúcio M. (Pixote), onde ficou até os 12 anos. Após o falecimento do mestre, ele passou a integrar a equipe Agenor Alves, famosa por reunir estrelas do jiu-jítsu na década de 90. Com o fechamento da academia liderada por Ulisses Paixão, o veterano e os companheiros de treino passaram a treinar no Clube Pina.

Por meio da luta, Dawglish afirmou ter conhecido vários países. Em janeiro, ele passou uma temporada nos Estados Unidos, onde aproveitou para praticar a arte suave e competir. “Sempre que posso participo de competições. Esse ano, passei quatro meses nos Estados Unidos e pude lutar alguns torneios. Foi uma ótima experiência de vida. Aqui não posso me dedicar exclusivamente ao jiu-jítsu, pois tenho outra atividade profissional”, explicou.

Adversário de Dawglish, o atleta Dinor Castelo Branco, 39, é considerado um dos maiores nomes do jiu-jítsu amazonense. Afastado das competições há alguns anos, o veterano retornou aos combates em 2019, quando conquistou medalha de prata em uma importante competição.

Para disputar o Jungle Classic, Dinor, que é investigador de polícia e faz parte do Grupo Fera, onde também atua como instrutor de lutas na academia, vem intensificando o treinamento, de olho na vitória. “Aceitei este desafio por se tratar de uma importante competição que valoriza os atletas que deram origem à luta no Amazonas. Tenho intensificado a preparação física e aprimorado o nível técnico, espero com isso alcançar a vitória ”, afirmou o veterano, que irá representar a academia AJ Jiu-Jítsu.

Substituições – Por conta de uma lesão, o lutador Jander Pinheiro, que enfrentaria Jânio Rodrigues (Orley Lobato), será substituído por André Zulú (Aníbal JJ). Já o faixa preta Júnior Cardoso entra no card substituindo André Cabral (AJ Jiu-Jítsu), no duelo contra Anderson Lobato (Monteiro).

Ingressos e pontos de vendas – Limitados, os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos pelo valor de R$ 70 (cadeira VIP) e R$ 1.000 (mesa VIP para oito lugares). Entre os pontos de vendas estão o Fast Temaki, na Rua Recife, bairro Parque Dez, zona centro-sul, aberto 24h; Grano & Grão, no 1º piso do Manaus Plaza Shopping; e na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (Fajjpro), localizada na Rua C-10, nº 1.490, bairro Japiim II, zona sul, das 9h às 17h. Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (92) 98823-4840.

CONFIRA O CARD DO JUNGLE CLASSIC 4.0 

Manaus Plaza Shopping, Sexta-Feira, 01 de novembro 2019

 1 – Luís Rocha (HBJ) X Beto Albuquerque (Valois)

2 – Luís Neto (LN Lifestyle) X Tom Agra (HBJ)

3 – Roterdan de Abreu (Team Sidney Lima) X José Simite (Studio HR Jiu-Jítsu)

4 – Pedro Mardem (Gracie Humaitá Roraima) X Alex Gil (Ribeiro Jiu-Jítsu)

5 – Alex Sales (AS Team / Team Cardoso) X Luiz Mário (Monteiro)

6 – Ret Viana (Ret Viana) X Ronaldo Mascarenhas (GFTeam Nete Fight)

7 – Gláucio Mendonça (Acopajam) X Robert Castro (GFTeam Norte Fight)

8 – Daniel Freitas (CF Daniel Freitas) X Mário Bingola (Mário Bingola)

9 – Alysson Lima (Valois / Jorge Clay Bronks) X Fúlvio Lobo (Monteiro)

10 – Jânio Rodrigues (Orley Lobato) X André Zulú (Aníbal JJ)

11 – Mauro Moura (AJ Jiu-jítsu) x Maurício Titão (HBJ)

12 – Emerson Carvalho (Orley Lobato) X Alex Muceda (Aníbal)

13 – Dawglish Souza (Pina) X Dinor C. Branco (AJ Jiu-Jítsu)

14 – Josafá Júnior (Team Cardoso) X Abrahim Júnior (Monteiro)

15 – Anderson Lobato (Monteiro) X Junior Cardoso (Team Cardoso)

16 – José Augusto (Orley / AGBJJ / Stars) X Fredson Alves (Ribeiro Jiu-Jítsu)

JungleClassic 4.0: José Simite busca vitória sobre seu algoz Roterdam de Abreu

O faixa preta de jiu-jitsu José Simite,39, foi escalado para enfrentar o lutador Roterdam de Abreu, 40, na 4ª edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu, marcado para o dia 1° de novembro, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus.

Há quatro anos sem competir, Simite revelou que, no passado, enfrentou Roterdam em duas competições e acabou perdendo por conta da pontuação (vantagens). Dessa vez, o lutador quer sacramentar a vitória sobre seu adversário. “Nas duas vezes que lutamos, ele conquistou a vitória. Estou treinando diariamente e me empenhando para fazer um excelente combate e estrear no evento como campeão”, declarou.

Além de lutador, Simite atua no ramo empresarial. Casado e pai de um filho, Luiz Fernando, 7, ele concilia os treinos de jiu-jítsu com a atividade profissional, uma vidraçaria, no bairro Praça 14, Zona Sul da cidade. “Hoje tenho um negócio paralelo ao esporte, mas sempre fui apaixonado por lutas. O jiu-jítsu me proporcionou os melhores momentos da minha vida, além da oportunidade de conhecer pessoas e lugares incríveis”, revelou o discípulo de Hélio Rezende. .

O adversário de Simite, Roterdam de Abreu, também fará sua estreia no evento. Colecionador de títulos importantes na modalidade, Roterdam vem intensificando o treinamento, de olho em mais uma vitória. “Meu adversário é muito técnico e nossos combates sempre foram bastante acirrados, mas graças a Deus sai vitorioso das batalhas que tivemos. Para essa competição, conto com a ajuda da minha equipe para aprimorar minhas técnicas e fazer uma dos melhores lutas da noite”, destacou.

Presença frequente em competições de jiu-jítsu, o lutador começou a treinar na década de 90, aos 13 anos de idade, na extinta academia Agenor Alves, berço dos maiores lutadores amazonenses. “Treinei por 17 anos com o professor Ulisses Paixão, depois fui treinar com o mestre Júnior Cardoso. Por meio do meu amigo Alexandre Capitão, fui treinar na Asle e posteriormente, junto com o Fábio Pinheiro, levantamos uma equipe de jiu-jítsu, no Sesi. Atualmente, treino com Sidney Lima, na Team Sidney Lima, de onde não pretendo sair”, ressaltou.

Para o atleta, o esporte é uma ferramenta que ajuda na qualidade de vida. “Com o jiu-jítsu, eu mantenho uma rotina e um estilo de vida mais saudável, o que resulta no bem estar diário, e isso será fundamental para que minha preparação seja feita da melhor maneira possível”, concluiu.

Substituições – Por conta de uma lesão, o lutador Jander Pinheiro, que enfrentaria Jânio Rodrigues (Orley Lobato), será substituído por André Zulú (Aníbal JJ). Já o faixa preta Júnior Cardoso entra no card substituindo André Cabral (AJ Jiu-Jítsu), no duelo contra Anderson Lobato (Monteiro).

Ingressos e pontos de vendas – Limitados, os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos pelo valor de R$ 70 (cadeira VIP) e R$ 1.000 (mesa VIP para oito lugares). Entre os pontos de vendas estão o Fast Temaki, na Rua Recife, bairro Parque Dez, zona centro-sul, aberto 24h; Grano & Grão, no 1º piso do Manaus Plaza Shopping; e na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (Fajjpro), localizada na Rua C-10, nº 1.490, bairro Japiim II, zona sul, das 9h às 17h. Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (92) 98823-4840.

CONFIRA O CARD DO JUNGLE CLASSIC 4.0 

Manaus Plaza Shopping, Sexta-Feira, 01 de novembro 2019

 1 – Luís Rocha (HBJ) X Beto Albuquerque (Valois)

2 – Luís Neto (LN Lifestyle) X Tom Agra (HBJ)

3 – Roterdan de Abreu (Team Sidney Lima) X José Simite (Studio HR Jiu-Jítsu)

4 – Pedro Mardem (Gracie Humaitá Roraima) X Alex Gil (Ribeiro Jiu-Jítsu)

5 – Alex Sales (AS Team / Team Cardoso) X Luiz Mário (Monteiro)

6 – Ret Viana (Ret Viana) X Ronaldo Mascarenhas (GFTeam Nete Fight)

7 – Gláucio Mendonça (Acopajam) X Robert Castro (GFTeam Norte Fight)

8 – Daniel Freitas (CF Daniel Freitas) X Mário Bingola (Mário Bingola)

9 – Alysson Lima (Valois / Jorge Clay Bronks) X Fúlvio Lobo (Monteiro)

10 – Jânio Rodrigues (Orley Lobato) X André Zulú (Aníbal JJ)

11 – Mauro Moura (AJ Jiu-jítsu) x Maurício Titão (HBJ)

12 – Emerson Carvalho (Orley Lobato) X Alex Muceda (Aníbal)

13 – Dawglish Souza (Pina) X Dinor C. Branco (AJ Jiu-Jítsu)

14 – Josafá Júnior (Team Cardoso) X Abrahim Júnior (Monteiro)

15 – Anderson Lobato (Monteiro) X Junior Cardoso (Team Cardoso)

16 – José Augusto (Orley / AGBJJ / Stars) X Fredson Alves (Ribeiro Jiu-Jítsu)

Gláucio Mendonça encara Robert Castro no Jungle Classic Jiu-Jitsu 4.0

Faixas preta de judô e jiu-jítsu, os lutadores veteranos Gláucio Mendonça, 48, e Robert Castro, 42, terão um encontro marcado na 4ª edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu, marcado para o dia 1° de novembro, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul da cidade.

Considerado um dos maiores nomes do judô no Amazonas, Gláucio Mendonça contou que procurou aprender sobre a “arte suave”, como forma de melhorar seu desempenho no solo. “Comecei a treinar na extinta academia Terraço, mas ao longo dos anos defendi as academias Cássio Façanha, Nova União e Leopoldo Montenegro. Sempre acreditei no jiu-jítsu e judô como modalidades irmãs, por isso busquei complementar minhas técnicas e aprender mais sobre a arte suave”, afirmou.

Gláucio contou que na década de 90, período de ascensão do jiu-jítsu no Amazonas, garantiu muitas conquistas na modalidade. “Participei de várias competições e conquistei títulos importantes. Uma luta que ficou marcada em minha memória ocorreu em 1991, no Campeonato Estadual, realizado no Ginásio do CIEC, onde finalizei meu adversário em três segundos com uma queda e um armlock”, revelou.

Afastado das competições de jiu-jítsu desde 2002, o professor de judô vem aprimorando as técnicas da arte suave. “Tenho um dia muito cheio, mas encaro toda competição com muita seriedade. Tenho me dedicado, estou me atualizando com as regras e estabelecendo minha estratégia. Espero colaborar para um bom espetáculo”, ressaltou.

Adversário de Gláucio, o veterano Robert Castro, além de faixa preta de jiu-jítsu, também era praticante de outras artes marciais. “Eu praticava karatê e judô. Certo dia assisti uma luta do renomado Royce Gracie, e na ocasião ele era relativamente pequeno, comparado ao seu oponente e conseguiu vencer o duelo. Procurei saber que luta ele praticava e decidi aprender. Assim iniciou meu caminho no jiu-jítsu”, relatou.

Os primeiros passos foram dados em 1995, na equipe Paulo Coelho. Apaixonado pela arte suave, o atleta começou a participar de todas as competições, conquistando títulos a nível nacional e internacional. A conquista mais recente foi o bronze em duas modalidades, Gi e NoGi, no São Paulo Open Jiu-Jítsu 2019, realizado em São Paulo.

Para o atleta, o jiu-jitsu é mais que uma modalidade esportiva, é um estilo de vida, onde se aprende a ter determinação nos combates e na vida. “Em 2018, duas semanas antes de um Campeonato Nacional NoGi, machuquei o ombro e por conta da lesão, não consegui baixar de peso. Acabei lutando duas categorias acima. Na ocasião, pensei em desistir, mas tive fé e lutei. Conquistei a medalha de prata e, mais do que isso, pude perceber que o jiu-jítsu me ensinou a ter determinação e a acreditar no meu potencial, e isso foi fundamental para a minha conquista ”, lembrou.

Casado com a faixa roxa de jiu-jitsu, Waleska Castro e pai do Luan Henriquel, 21, Pedro Gabriel, 15 e Felipe Castro, 14, Robert que é sargento da Polícia Militar do Amazonas, concilia o trabalho na PM com a função de professor da equipe GFTEAM, além de treinar diariamente para competições. “Para este combate, estou apenas dando continuidade ao trabalho que venho fazendo desde o começo do ano. Estou intensificando a parte física, tendo em vista que o peso do meu adversário é maior que o meu. Acho que será uma ótima luta e espero alcançar o resultado positivo”, finalizou.

Ingressos e pontos de vendas – Limitados, os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos pelo valor de R$ 70 (cadeira VIP) e R$ 1.000 (mesa VIP para oito lugares). Entre os pontos de vendas estão o Fast Temaki, na Rua Recife, bairro Parque Dez, zona centro-sul, aberto 24h; Grano & Grão, no 1º piso do Manaus Plaza Shopping; e na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (Fajjpro), localizada na Rua C-10, nº 1.490, bairro Japiim II, zona sul, das 9h às 17h. Mais informações podem ser adquiridas pelo telefone (92) 98823-4840.

CONFIRA O CARD DO JUNGLE CLASSIC 4.0 

Manaus Plaza Shopping, Sexta-Feira, 01 de novembro 2019

 1 – Luís Rocha (HBJ) X Beto Albuquerque (Valois)

2 – Luís Neto (LN Lifestyle) X Tom Agra (HBJ)

3 – Roterdan de Abreu (Team Sidney Lima) X José Simite (Studio HR Jiu-Jítsu)

4 – Pedro Mardem (Gracie Humaitá Roraima) X Alex Gil (Ribeiro Jiu-Jítsu)

5 – Alex Sales (AS Team / Team Cardoso) X Luiz Mário (Monteiro)

6 – Ret Viana (Ret Viana) X Ronaldo Mascarenhas (GFTeam Nete Fight)

7 – Gláucio Mendonça (Acopajam) X Robert Castro (GFTeam Norte Fight)

8 – Daniel Freitas (CF Daniel Freitas) X Mário Bingola (Mário Bingola)

9 – Alysson Lima (Valois / Jorge Clay Bronks) X Fúlvio Lobo (Monteiro)

10 – Jânio Rodrigues (Orley Lobato) X Jander Pinheiro (Horácio Jiu-Jítsu)

11 – Mauro Moura (AJ Jiu-jítsu) x Maurício Titão (HBJ)

12 – Emerson Carvalho (Orley Lobato) X Alex Muceda (Aníbal)

13 – Dawglish Souza (Pina) X Dinor C. Branco (AJ Jiu-Jítsu)

14 – Josafá Júnior (Team Cardoso) X Abrahim Júnior (Monteiro)

15 – Anderson Lobato (Monteiro) X André Cabral (AJ Jiu-Jítsu)

16 – José Augusto (Orley / AGBJJ / Stars) X Fredson Alves (Ribeiro Jiu-Jítsu)

Campeão do Jungle Classic Jiu-Jítsu I, Cláudio Feitosa retorna à terceira edição para enfrentar Heberson Belchior

Após vencer William Couto por duas vantagens na primeira edição do Jungle Classic Jiu-Jótsu, o lutador Cláudio Feitosa, retorna à terceira edição para enfrentar Heberson Belchior, em um dos duelos mais esperados do evento, marcado para a próxima sexta-feira (31/05), a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus.

Essa será a primeira vez que os adversários se enfrentarão em uma competição de jiu-jitsu. “Conheço o Heberson há muitos anos, mas nunca lutamos. Tenho certeza que será uma grande luta, afinal estou treinando muito para conquistar a vitória”, explicou Feitosa.

O lutador começou a treinar aos 12 anos de idade, com os mestres Ulisses Paixão e Faustino Neto ‘Pina’, na extinta equipe Agenor Alves. O faixa preta, que permaneceu treinando sob o comando do mestre Pina, tem uma trajetória na luta que inclui conquistas em diversos campeonatos de jiu-jítsu e também no MMA (Mixed Martial Arts). De olho na vitória, ele revela que o combustível para se sagrar campeão é o filho, Claudio Júnior, de apenas nove anos, seu companheiro em todas as competições. “Quero conquistar esta vitória e dedicar ao meu filho. Ele está sempre comigo em todas as competições e me dá forças para vencer”, destacou.

Com um histórico de muitas conquistas em competições de jiu-jítsu, Heberson Belchior revela estar confiante para o combate. “A expectativa para este é muito grande e com todo respeito que tenho pelo meu adversário, vou dar meu melhor para vencer, mostrar meu jiu-jítsu solto e suave”, afirmou.

Belchior treina desde os cinco anos de idade. Começou no judô com os professores Jovandeci, Massa, Ximenes e Júlio Prado, e somente aos 10 anos conheceu as técnicas de jiu-jítsu, com o saudoso mestre Nilberto. “Depois de toda essa trajetória, migrei para a academia do professor Paulo Ameba, onde aprendi a ser um homem sem medo. Quando o Paulo (Ameba) se converteu, optou por fechar a academia e fui treinar com o Paulo Coelho, onde lapidei meu jiu-jítsu. Foi com ele que recebi todas as faixas, da azul à preta e através dele, que também conheci a família Gracie, tendo inclusive treinado com os mestres Rolker e Royler Gracie, na Gracie Tijuca, quando morei no Rio de Janeiro. Posso dizer que tive um bom aprendizado na arte suave e hoje procuro passar para meus alunos que, além de ser uma arte marcial de extrema defesa pessoal, com o jiu-jítsu também se adquire uma ótima qualidade de vida”, garantiu.

Belchior explica com orgulho que conquistou medalha de campeão em todas as faixas. “Lutei com os melhores de Manaus, como o Navalhada, Fredson Paixão, Cristiano Ribeiro, Bibiano Fernandes, entre outros, e sempre fiquei no topo, nunca fui finalizado em competições”, contou ele, que mostrou estar preparado para a luta contra Cláudio Feitosa. “Confio no meu talento e em tudo o que aprendi ao longo desses anos com o jiu-jítsu. Meu adversário é bom, mas eu procuro dar o meu melhor todos os dias e contra ele não será diferente. Lá dentro é guerra”, finalizou.

Ingressos – Os ingressos para a terceira edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu já estão à venda no valor de R$ 60 (cadeira VIP) e R$ 800 (Mesa VIP para oito lugares). Os interessados poderão adquiri-los no seguintes pontos de venda: Restaurante Deck Sushi Bar, localizado na Avenida Djalma Batista, bairro Flores, zona centro-sul, das 18h às 23h; Temakeria Fast Temaki, na Rua Recife, bairro Parque Dez, zona centro-sul, aberto 24h; Seu Zé Barbearia, situado na Rua Alexandre Magno, conjunto Shangrillá, bairro Parque das Laranjeiras, zona centro-sul, das 9h às 21h; e na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (FAJJPRO), localizada na Rua C-10, nº 1.490, bairro Japiim II, zona sul, das 9h às 17h. Maiores informações podem ser adquiridas pelo telefone (92) 98823-4840.

Confira o Card

1 – Luís Rocha (HBJ) VS Paulo Peixe (Valois Jiu-Jítsu)
2 – Cláudio Feitosa (Team Feitosa BJJ/RPBJJ) VS Heberson Belchior (Budha Jiu-Jítsu)
3- Mário Daniel (Valois Jiu-Jítsu) VS Gláucio Alves (Pina)
4 – Horácio Martins (Horácio BJJ/Osvaldo Alves) VS Agnaldo Lima (Cássio Façanha)
5 – Jander Pinheiro (Pinheiro Jiu-Jítsu) VS Dano Cardoso (Ribeiro JJ)
6 – Sérgio Porto (Equipe7/Mascarenhas) VS João Leão (Clube João Leão/Orley Lobato)
7 – Roberto Pinheiro (HBJ) VS Fabiano Lima (Orley Lobato)
8 – Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) VS Lissandro Barros (Team Cardoso)
9 – Zacarias Neto (AJ Jiu-Jítsu) VS Matheus Segadilha (Monteiro)
10 – Allen Lima (Nova União) VS Henrique Ramos (Equipe 7/Mascarenhas)
11 – Abrahim Júnior (Monteiro) VS Wagner Ferreira (Nova União)
12 – Adalberto dos Santos (Nova União) VS José Augusto (Orley Lobato/AGBJJ)
13 – José Moraes (Valois Jiu-Jítsu) VS William Couto (Monteiro)
14 – Adson Pinto (Orley Lobato) VS Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas)
15 – Paulo Cristian (Equipe Shok) VS Rodolfo Sant’Anna (Bronx / TTG)
16 – Júnior Cardoso (Team Cardoso) VS Mauricio Titão (HBJ)

Jungle Classic Jiu-Jitsu: Após camp nos EUA, Dano Cardoso retorna a Manaus e projeta vitória sobre seu adversário Jander Pinheiro

De volta a Manaus após realizar camp nos Estados Unidos, o atleta Dano Cardoso vem fazendo os últimos ajustes no treinamento, mirando a vitória sobre seu adversário, Jander Pinheiro, no Jungle Classic Jiu-Jítsu, marcado para o dia 31 de maio, a partir das 19h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul de Manaus.

Já são seis anos sem participar de uma competição. Em solo amazonense, quem comanda os treinos de Cardoso, é o campeão Mundial de jiu-jítsu, Fredson Alves. “Estou me preparando para este duelo há cinco meses. O treinamento vem se intensificando mais e mais para este combate, e espero mostrar o meu melhor”, declarou.

Veterano no jiu-jítsu amazonense, Dano começou a treinar em 1988, com o professor Cássio Façanha. Sua trajetória na “arte suave” é marcada por grandes conquistas, até chegar à tão almejada faixa preta, recebida das mãos do professor Fábio Trindade. “A luta sempre me proporcionou momentos importantes. Fiquei feliz em receber o convite para participar do Jungle Classic, pois isso despertou a minha vontade de voltar a competir”, relatou.

O adversário de Dano, Jander Pinheiro, é um casca grossa conhecido no cenário da luta. A fera vem de uma vitória recente em um campeonato nacional. “Estou sempre na ativa, sempre treinando e dando aulas. Agora, estou intensificando o treino para este combate”, explicou.

Com o incentivo do tio Orley Lobato, Pinheiro começou a treinar em 1990, na academia Agenor Alves. “Meu tio Orley foi meu grande incentivador. Comecei com o mestre Pina e até hoje estou com ele”, relatou.

Detentor de vários títulos nacionais e internacionais, e renomado no mundo das lutas, o lutador já ensinou a modalidade em vários Estados brasileiros e fora do Brasil. “O período nos Estados Unidos me trouxe grandes aprendizados. Foi uma honra ensinar técnicas do jiu-jítsu no exterior. Além do mais, pude participar de várias competições internacionais importantes, das quais me sagrei campeão”, revelou.

Ingressos – Os ingressos para a terceira edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu já estão à venda no valor de R$ 60 (cadeira VIP) e R$ 800 (Mesa VIP para oito lugares). Os interessados poderão adquiri-los no seguintes pontos de venda: Restaurante Deck Sushi Bar, localizado na Avenida Djalma Batista, bairro Flores, zona centro-sul, das 18h às 23h; Temakeria Fast Temaki, na Rua Recife, bairro Parque Dez, zona centro-sul, aberto 24h; Seu Zé Barbearia, situado na Rua Alexandre Magno, conjunto Shangrillá, bairro Parque das Laranjeiras, zona centro-sul, das 9h às 21h; e na sede da Federação Amazonense de Jiu-Jítsu Profissional (FAJJPRO), localizada na Rua C-10, nº 1.490, bairro Japiim II, zona sul, das 9h às 17h. Maiores informações podem ser adquiridas pelo telefone (92) 98823-4840.

Confira o Card

1 – Luís Rocha (HBJ) VS Paulo Peixe (Valois Jiu-Jítsu)

2 – Cláudio Feitosa (Team Feitosa BJJ/RPBJJ) VS Heberson Belchior (Budha Jiu-Jítsu)

3- Mário Daniel (Valois Jiu-Jítsu) VS Gláucio Alves (Pina)

4 – Horácio Martins (Horácio BJJ/Osvaldo Alves) VS Agnaldo Lima (Cássio Façanha)

5 – Jander Pinheiro (Pinheiro Jiu-Jítsu) VS Dano Cardoso (Ribeiro JJ)

6 – Sérgio Porto (Equipe7/Mascarenhas) VS João Leão (Clube João Leão/Orley Lobato)

7 – Roberto Pinheiro (HBJ) VS Fabiano Lima (Orley Lobato)

8 – Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) VS Lissandro Barros (Team Cardoso)

9 – Zacarias Neto (AJ Jiu-Jítsu) VS Matheus Segadilha (Monteiro)

10 – Allen Lima (Nova União) VS Henrique Ramos (Equipe 7/Mascarenhas)

11 – Abrahim Júnior (Monteiro) VS Wagner Ferreira (Nova União)

12 – Adalberto dos Santos (Nova União) VS José Augusto (Orley Lobato/AGBJJ)

13 – José Moraes (Valois Jiu-Jítsu) VS William Couto (Monteiro)

14 – Adson Pinto (Orley Lobato) VS Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas)

15 – Paulo Cristian (Equipe Shok) VS Rodolfo Sant’Anna (Bronx / TTG)

16 – Júnior Cardoso (Team Cardoso) VS Mauricio Titão

 

Confira o resultado oficial do Jungle Classic Jiu-Jítsu

Com um público seleto e repleto de personalidades do Estado e da arte suave no Amazonas, o Jungle Classic – O Despertar dos Grandes Guerreiros comprovou que veio para ficar no calendário de eventos esportivos mais sofisticados do Amazonas. No tatame, 28 ícones do jiu-jítsu protagonizaram um verdadeiro espetáculo de lutas, ocorridas na noite da última sexta feira (23/11), no Jevian Festas e Eventos, localizado na Rua Rio Javari, n° 788, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus.

No primeiro combate da noite, Fábio Pinheiro (Pina) venceu Ary Lobo (Carlson Gracie) por uma vantagem. Na sequência, foi a vez do líder da equipe Shok, Paulo Christian, derrotar Alcenor Alves, na decisão dos árbitros.

Em um dos combates mais acirrados da noite, Bruno Cunha (Carlson Gracie/ManFight) venceu Júnior Gusmão (Pina) por dois pontos, conquistados com uma brilhante raspagem. Victor Hugo (Equipe 7/Mascarenhas) também carimbou seu nome entre os melhores, ao finalizar Paulo Sérgio (Orley Lobato) com um relógio aos 2m37s.

Dawglish Souza (Pina) garantiu a vitória sobre Emerson Benchimol (All Brothers / ManFight) com uma queda, que lhe rendeu dois pontos. Já o atleta Fernando Soares (Orley Lobato) derrotou Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) na decisão dos árbitros. Josafá Junior (Team Cardoso) derrotou Ângelo Carioca (Carioca Team) no apertado placar de 2 a 1 vantagem. Deive Fonseca (MPBJJ/Nova União) manteve a invencibilidade sobre Jânio Rodrigues (Orley Lobato), vencendo por dois pontos, conquistados com uma raspagem. E, na sequência, outro duelo bastante aplaudido pelo público, entre Henrique Ramos (Equipe 7/Mascarenhas) e Marcos Paulo (Pina), na ocasião, quem acabou levando a melhor foi Ramos que finalizou Marcos com um armlock aos 5m01s.

Após 18 anos sem competir em Manaus, Arlisson Melo (Kimura) agraciou os espectadores com uma brilhante vitória. O filho do renomado atleta Cosme Dias, finalizou Anderson Benchimol (All Brothers / ManFight) com um relógio aos 4m05s (relógio). Tony Ferreira (White House) garantiu a vitória sobre Emerson Carvalho (Orley Lobato) com uma punição de seu adversário. Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas) venceu Frank Franco (Gracie Humaitá) por sete pontos. Entre Hélio Rezende (Studio HR/Checkmat) e Waldenes Massulo (Monteiro), quem levou a melhor foi o líder da HR Studio, que garantiu a vitória com uma americana aos 3m30s. No último combate da noite, Alessandro Guimarães (Valois Jiu-Jítsu) esbanjou técnica e preparo físico, finalizando Rogério Bessa (Monteiro) com um estrangulamento aos 5m05s.

Consolidado com o maior e melhor evento de lutas casadas do Brasil, o organizador do Jungle Classic, Bosco Júnior, anunciou para o primeiro semestre de 2019 a terceira edição da competição, que contará com duelos entre Maurício Titão e Júnior Cardoso, Leonidas Magalhãs e Carlos Araújo, Rodolfo Santana e Paulo Christian, entre outros.

“Para a próxima edição, o público pode esperar grandes combates. Eu vou buscar patrocínios para poder engradecer cada vez mais o evento, pois a falta desse apoio ainda é um problema para o esporte. Muita gente não acredita, mas estamos realizando e concretizando tudo para que os investidores possam ver que é um evento sério e de qualidade. Trabalhamos muito a marca do patrocinador. O Jungle Classic tem uma grande repercussão nacional e internacional, prova disso são as pessoas de outras capitais e países falando do evento, pois há um interesse muito grande do público amante de lutas. O evento veio para ficar”, declarou Bosco.

Confira o resultado

1 – Fábio Pinheiro (Pina) venceu Ary Lobo (Carlson Gracie) por vantagem (1 a 0).
2 – Paulo Christian (Equipe Shok) venceu Alcenor Alves (White House) na decisão dos árbitros.
3 – Bruno Cunha (Carlson Gracie/ManFight) venceu Júnior Gusmão (Pina) por pontos (2 a 0)
4 – Victor Hugo (Equipe 7/Mascarenhas) venceu Paulo Sérgio (Orley Lobato) por finalização aos 2m37s (relógio).
5 – Dawglish Souza (Pina) venceu Emerson Benchimol (All Brothers / ManFight) por pontos (2 a 0).
6 – Fernando Soares (Orley Lobato) venceu Abraham Litaiff (Equipe 7 / Mascarenhas) por decisão dos árbitros.
7 – Josafá Junior (Team Cardoso) venceu Ângelo Carioca (Carioca Team) por vantagem (2 a 1).
8 – Deive Fonseca (MPBJJ/Nova União) venceu Jânio Rodrigues (Orley Lobato) por pontos (2 a 0).
9 – Henrique Ramos (Equipe 7 / Mascarenhas) venceu Marcos Paulo (Pina) por finalização, aos 5m01s (arm-lock).
10 – Arlisson Melo (Kimura) venceu Anderson Benchimol (All Brothers / ManFight) por finalização, aos 4m05s (relógio).
11 – Tony Ferreira (White House) venceu Emerson Carvalho (Orley Lobato) – Uma punição.
12 – Allan Campelo (Nova União/Equipe 7 Mascarenhas) venceu Frank Franco (Gracie Humaitá) por pontos (7 a 0).
13 – Hélio Rezende (Studio HR/Checkmat) venceu Waldenes Massulo (Monteiro) por finalização, aos 3m30s (americana).
14 – Alessandro Guimarães (Valois Jiu-Jítsu) venceu Rogério Bessa (Monteiro) por finalização, aos 5m5s. (estrangulamento).

Velha Guarda em ação no Jungle Classic Jiu-Jítsu

Eles fazem parte da história do jiu-jitsu amazonense e na década de 90 carimbaram os nomes entre os melhores da modalidade. Nesta sexta-feira (23), a partir das 19h, 28 desses faixas preta prometem sacudir as estruturas do Jevian Festas e Eventos, localizado na Rua Rio Javari, nº 788, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus.

Discípulo de Orley Lobato, Emerson Carvalho teve uma brilhante atuação na primeira edição, realizada em junho deste ano, quando derrotou Matheus Segadilha por dois pontos. “Essa será a primeira vez que lutarei contra o Tony. Acho que será um combate bem movimentado, pois ele é muito duro. Mas eu confio no meu treinamento e tenho certeza que mais uma vez conquistarei a vitória”, declarou

Pioneiro na luta, Tony Ferreira está com o treinamento a todo vapor. A preparação física é feita sob as coordenadas do Coach Brendo Gomes, já os treinos de jiu-jítsu são acompanhados pelo experiente professor e árbitro da modalidade, Alcenor Alves. “Eu sou um atleta bem competitivo e vou fazer de tudo para conquistar a vitória. O treinamento foi intenso e certamente o público vai presenciar uma ótima luta”, explicou.

O card vai contar ainda com a participação do líder da equipe Shok, Paulo Cristian, que enfrentará Alcenor Alves. Veterano no jiu-jítsu, o faixa preta treina desde a década de 80, sendo considerado um dos lutadores mais consagrados do Estado. “É uma honra participar desta competição, que reúne um time de feras da luta. Tive 100% de aproveitamento no meu treinamento e agora é só esperar o momento para entrar em ação e fazer aquilo que faço de melhor, que é lutar jiu-jítsu”, disparou.

Ingressos – Os bilhetes ao preço de R$ 100 (Cadeira Vip) e R$ 1.000 (Mesa com oito lugares), podem ser adquiridos na sede da FAJJPRO, localizada na Rua C – 10 , nº 1.490, bairro Japiim 2, zona Sul de Manaus, ou no Fast Temaki, localizado na Avenida Mário Ypiranga, nº 1.300, Parque Dez de Novembro. Maiores informações pelo telefone (92) 988234840.

Confira o Card

1 – FABIO PINHEIRO (PINA) VS ARY LOBO (CARLSON GRACIE)

2 – ALCENOR ALVES (WHITE HOUSE) VS PAULO CHRISTIAN (EQUIPE SHOK)

3 – BRUNO CUNHA (CARLSON GRACIE / MANFIGHT) VS JÚNIOR GUSMÃO (PINA)

4 – PAULO SERGIO (ORLEY LOBATO) VS VICTOR HUGO (EQUIPE 7/MASCARENHAS)

5 – EMERSON BECHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) VS DAWGLISH SOUZA (PINA)

6 – FERNANDO SOARES (ORLEY LOBATO) VS ABRAHAM LITAIFF (EQUIPE 7 / MASCARENHAS)

7 – ÂNGELO CARIOCA (CARIOCA TEAM) VS JOSAFÁ JÚNIOR (TEAM CARDOSO)

8 – JÂNIO RODRIGUES (ORLEY LOBATO) VS DEIVE FONSECA (MPBJJ / NOVA UNIÃO)

9 – HENRIQUE RAMOS (EQUIPE 7 MASCARENHAS) VS MARCOS PAULO (PINA)

10 – ANDERSON BENCHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) x ARLISON MELO (KIMURA)

11 – EMERSON CARVALHO (ORLEY LOBATO) x TONY FERREIRA (WHITE HOUSE)

12 – ALLAN CAMPELO (NOVA UNIÃO/EQUIPE 7MASCARENHAS) VS FRANK FRANCO (GRACIE HUMAITÁ)

13 – ALESSANDRO GUIMARÃES (VALOIS JIU JITSU) x ROGÉRIO BESSA (MONTEIRO)

14- WALDENES MASSULO (MONTEIRO) VS HÉLIO RESENDE (STUDIO HR/CHECKMAT)

 

Após 18 anos, Arlisson Melo volta a competir em Manaus e vai enfrentar Anderson Benchimol no Jungle Classic Jiu-Jítsu

Com 14 super combates, o Jungle Classic Jiu-Jítsu – O Despertar dos Grandes Guerreiros, acontece nesta sexta-feira (23), a partir das 19h, no Jevian Festas e Eventos, localizado na Rua Rio Javari, n° 788, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul de Manaus.

A segunda edição do mais incrível evento de lutas casadas do Brasil promete agitar a cidade, já que os 28 lutadores escalados para o card estão com sede de vitória.

Escalado na primeira edição, Arlisson Melo acabou ficando de fora do combate, por conta de um compromisso internacional. Dessa vez, ele volta a fazer parte do card e irá enfrentar Anderson Benchimol, em um dos combates mais aguardados da noite.

“Era para eu ter lutado na primeira edição, mas tive compromissos fora do Brasil. Estou muito feliz em participar do evento, pois a última vez que lutei em Manaus foi no ano de 2000 e é sempre bom poder voltar a competir perto dos meus pais, amigos e alunos”, declarou.

O jiu-jítsu é uma herança de família. O pai de Arlisson, Cosmo Dias, é faixa coral da modalidade e deu início a um projeto social no bairro, ensinando a “arte suave” para pessoas carentes. Os irmãos de Arlisson, Diego e Karina, são faixas preta e também vivem do jiu-jítsu. Diego está no Estados Unidos participando de competições e ensinando a “arte suave”. Karina possui um projeto social no Alvorada, bairro famoso por revelar campeões como José Aldo, Dileno Lopes e Marcos “Loro”.

Detentor de muitos títulos nacionais e internacionais, Melo é constantemente convidado para ensinar o BJJ em vários países. Passou os últimos três anos na Suíça e recentemente esteve na Nova Caledônia.

 “O jiu-jítsu é minha vida e tudo o que eu tenho, devo a ele. Por morar em um bairro violento, eu tive tudo para seguir um caminho errado, mas através do esporte eu consegui me tornar um ser melhor e vencer na vida. Hoje eu viajo o mundo e ajudo as pessoas a se tornarem mais felizes ao aprenderem a “arte suave”. Eu não me vejo fazendo outra coisa. Agradeço a Deus pelo dom que me deu e por tudo que eu conquisto na luta. Ela me faz capacitado e me ensinou a superar qualquer obstáculo”, revelou.

O adversário de Arlisson, Anderson Benchimol, mostra-se confiante para o duelo entre eles. Benchimol tem treinado diariamente com professores e alunos das equipes All Brothers e Manfight, academias nas quais é dono, em sociedade com o irmão, Emerson, e o amigo Almério Augusto. Além de aprimorar as técnicas de lutas, o faixa preta intensifica a parte física, sob os cuidados do Coach Henrique Gilona.

“O combate está sendo bastante aguardado por muitas pessoas. Meu adversário é um atleta renomado, mas eu estou 100% preparado para essa luta. E quem vai ganhar é o público, que poderá conferir um ótimo espetáculo”, relatou.

Anderson é um dos atletas que brilharam na década de 90. A trajetória de sucesso inclui títulos nacionais e internacionais na modalidade. O faixa preta chegou a ficar alguns anos sem competir, mas retornou aos combates 2015. Mostrando que “quem é rei, nunca perde a majestade”, o lutador, além de subir no lugar mais alto do pódio, ainda arrastou o título de melhor da categoria Pena, naquele ano.

“Eu cheguei a ficar uns anos sem competir, mas o amor pela luta é muito grande. Pratico a “arte suave” diariamente e procuro repassar adiante os ensinamentos que aprendi. O jiu-jítsu para mim é terapia, é estilo de vida, meu trabalho e minha paixão”, finalizou.

Ingressos – Os bilhetes ao preço de R$ 100 (Cadeira Vip) e R$ 1.000 (Mesa com oito lugares), podem ser adquiridos na sede da FAJJPRO, localizada na Rua C – 10 , nº 1.490, bairro Japiim 2, zona Sul de Manaus, ou no Fast Temaki, localizado na Avenida Mário Ypiranga, nº 1.300, Parque Dez de Novembro. Maiores informações pelo telefone (92) 988234840.

Confira o Card

1 – FABIO PINHEIRO (PINA) VS ARY LOBO (CARLSON GRACIE)

2 – ALCENOR ALVES (WHITE HOUSE) VS PAULO CHRISTIAN (EQUIPE SHOK)

3 – BRUNO CUNHA (CARLSON GRACIE / MANFIGHT) VS JÚNIOR GUSMÃO (PINA)

4 – PAULO SERGIO (ORLEY LOBATO) VS VICTOR HUGO (EQUIPE 7/MASCARENHAS)

5 – EMERSON BECHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) VS DAWGLISH SOUZA (PINA)

6 – FERNANDO SOARES (ORLEY LOBATO) VS ABRAHAM LITAIFF (EQUIPE 7 / MASCARENHAS)

7 – ÂNGELO CARIOCA (CARIOCA TEAM) VS JOSAFÁ JÚNIOR (TEAM CARDOSO)

8 – JÂNIO RODRIGUES (ORLEY LOBATO) VS DEIVE FONSECA (MPBJJ / NOVA UNIÃO)

9 – HENRIQUE RAMOS (EQUIPE 7 MASCARENHAS) VS MARCOS PAULO (PINA)

10 – ANDERSON BENCHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) x ARLISON MELO (KIMURA)

11 – EMERSON CARVALHO (ORLEY LOBATO) x TONY FERREIRA (WHITE HOUSE)

12 – ALLAN CAMPELO (NOVA UNIÃO/EQUIPE 7MASCARENHAS) VS FRANK FRANCO (GRACIE HUMAITÁ)

13 – ALESSANDRO GUIMARÃES (VALOIS JIU JITSU) x ROGÉRIO BESSA (MONTEIRO)

14- WALDENES MASSULO (MONTEIRO) VS HÉLIO RESENDE (STUDIO HR/CHECKMAT)

“Vou fazer de tudo para vencer”, declara Hélio Rezende sobre luta contra Waldenes Massulo, no Jungle Classic Jiu-Jítsu

Na reta final para participarem do Jungle Classic Jiu-Jítsu – O Despertar dos Grandes Guerreiros, os 28 atletas escalados para o card, estão com o treinamento cada vez mais intenso. O evento acontecerá no dia 23 de novembro, a partir das 19h, no Jevian Festas e Eventos, localizado na Rua Rio Javari, n° 788, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul da cidade.

Em um dos combates mais aguardados desta edição, Hélio Rezende se prepara para enfrentar Waldenes Massulo. “Vou fazer de tudo para vencer a luta. Estou treinando duro a parte técnica de jiu-jítsu, fazendo a preparação física com os coachs, Jorge Cruz e Fernando Ayres. Então, tenho tudo para proporcionar ao público um grande espetáculo e conquistar a vitória”, revelou.

Com o incentivo do avô, Manuel Pedro, Hélio começou a treinar jiu-jítsu em 1989 e nunca mais parou. Colecionador de medalhas e títulos, o lutador da equipe Checkmat-RJ construiu uma carreira de sucesso, tornando-se uma das figuras mais expressivas da ‘arte suave’ amazonense e montando, inclusive, o Studio HR, localizada bairro Cachoeirinha, Zona Sul da cidade.

“O jiu-jítsu representa tudo para mim. É uma vida de lutas. Desde que comecei a treinar, nunca parei e, com toda a dedicação, consegui conquistar todos os títulos nacionais. Hoje, procuro repassar meu aprendizado aos meus alunos e através do Studio HR, tenho revelado talentos, atletas que estão se sagrando campeões”, declarou.

No que depender de Massulo, no entanto, Rezende não terá chance de sair com a mão levantada. O faixa preta da equipe Monteiro está com fome de vitória, e garantiu que vai ser superior ao seu oponente. “Eu sei que este combate está sendo muito esperado pelo público, será uma luta bem dinâmica. Intensifiquei meus treinos, já que recebi o convite faltando 20 dias para o evento. Estou bem preparado e confiante na vitória. Quando chegar na hora, é fazer o que sei e tudo dará certo”, explicou.

O primeiro contato com o esporte foi através da luta livre, aos 12 anos de idade, sob o comando do mestre Welinton Bonates, modalidade esta em que chegou a ser graduado a faixa amarela. Posteriormente, Massulo iniciou os treinos de jiu-jítsu com o mestre Roberval Mascarenhas (Ajuricaba), no Clube da Caixa, onde chegou à faixa azul. “Em todos os campeonatos eu ia para a final com o Francisco Nonato ‘Nonatão’, e eu sempre perdia. Inclusive, teve uma final de Amazonense, que ele rasgou dois quimonos meus. Como a equipe Monteiro ficava ao lado da minha casa, decidi unir o útil ao agradável, passei a treinar lá, onde estou até hoje”, relatou.

De acordo com Massulo, a vida esportiva lhe proporcionou momentos inesquecíveis. “Tem um campeonato Amazonense que guardo bem na memória. Eu tinha acabado de ser graduado à faixa marrom e a premiação era uma passagem para o Mundial. Os duelos foram muitos acirrados e a final da competição aconteceu às 1h30. São lembranças super especiais que o jiu-jítsu me proporcionou”, revelou.

O lutador garante que na Associação Monteiro, encontrou mais do que técnicas de jiu-jítsu, construiu uma família. “A ‘arte suave’ me proporcionou grandes companheiros, amigos que fiz e faço até hoje, como os mestres Adriano Monteiro, Fábio Monteiro, Yano Monteiro e Lúcio Monteiro, que considero como meus irmãos. Eu me orgulho de ver meus filhos, Roger e Pedro Massulo treinando na academia que me trouxe e traz tantas alegrias”, finalizou.

Ingressos – Os bilhetes ao preço de R$ 100 (Cadeira Vip) e R$ 1.000 (Mesa com oito lugares), podem ser adquiridos na sede da FAJJPRO, localizada na Rua C – 10 , nº 1.490, bairro Japiim 2, zona Sul de Manaus, ou no Fast Temaki, localizado na Avenida Mário Ypiranga, nº 1.300, Parque Dez de Novembro. Maiores informações pelo telefone (92) 988234840.

Confira o Card

1 – FABIO PINHEIRO (PINA) VS ARY LOBO (CARLSON GRACIE)

2 – ALCENOR ALVES (WHITE HOUSE) VS PAULO CHRISTIAN (EQUIPE SHOK)

3 – BRUNO CUNHA (CARLSON GRACIE / MANFIGHT) VS JÚNIOR GUSMÃO (PINA)

4 – PAULO SERGIO (ORLEY LOBATO) VS VICTOR HUGO (EQUIPE 7/MASCARENHAS)

5 – EMERSON BECHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) VS DAWGLISH SOUZA (PINA)

6 – FERNANDO SOARES (ORLEY LOBATO) VS ABRAHAM LITAIFF (EQUIPE 7 / MASCARENHAS)

7 – ÂNGELO CARIOCA (CARIOCA TEAM) VS JOSAFÁ JÚNIOR (TEAM CARDOSO)

8 – JÂNIO RODRIGUES (ORLEY LOBATO) VS DEIVE FONSECA (MPBJJ / NOVA UNIÃO)

9 – HENRIQUE RAMOS (EQUIPE 7 MASCARENHAS) VS MARCOS PAULO (PINA)

10 – ANDERSON BENCHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) x ARLISON MELO (KIMURA)

11 – EMERSON CARVALHO (ORLEY LOBATO) x TONY FERREIRA (WHITE HOUSE)

12 – ALLAN CAMPELO (NOVA UNIÃO/EQUIPE 7MASCARENHAS) VS FRANK FRANCO (GRACIE HUMAITÁ)

13 – ALESSANDRO GUIMARÃES (VALOIS JIU JITSU) x ROGÉRIO BESSA (MONTEIRO)

14- WALDENES MASSULO (MONTEIRO) VS HÉLIO RESENDE (STUDIO HR/CHECKMAT)

Com duelo marcado para o Jungle Classic Jiu-Jítsu, Emerson Benchimol e Dawglish Souza falam da rotina intensa de treinos

Marcado para o dia 23 de novembro, a partir das 19h, o Jungle Classic Jiu-Jítsu – O Despertar dos Grandes Guerreiros, vem agitando o cenário da luta em Manaus. O card contará com 14 super combates, protagonizados por astros que fazem parte da história da ‘arte suave’ amazonense. Nesta edição, Emerson Benchimol vai encarar Dawglish Souza, em duelo que promete estremecer o Jevian Festas e Eventos, localizado na Rua Rio Javari, n° 788, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul da cidade.

Dedicação e confiança não estão faltando na preparação de Emerson, que inclui treino diário de jiu-jítsu com os alunos e professores da equipe, além da preparação física com o Coach, Henrique Gilona. “Estou me empenhando ao máximo, aprimorando a parte técnica e a parte física. Espero fazer uma ótima apresentação com este grande lutador, que é o Dawglish e, independente de quem vença, acredito que os dois darão o seu melhor dentro do tatame”, declarou.

Desde 1993, o jiu-jítsu faz parte da rotina diária do faixa preta que, junto com o irmão Anderson e o amigo Almério Augusto, comandam duas academias da modalidade, a All Brothers e a Manfight. “Comecei a treinar na Associação Monteiro, com os Mestres Binho, Guto, Yano e Lucinho. Fiquei um tempo sem treinar devido à faculdade e o trabalho, mas acabei sendo resgatado pelo Mestre Almério Augusto, que foi meu companheiro de equipe na Monteiro. Hoje somos sócios na All Brothers”, explicou.

Detentor de importantes títulos na década de 90, Benchimol revela que a luta é uma importante ferramenta social para a vida cotidiano. “O jiu-jítsu para mim é terapia, um estilo de vida. É o meu trabalho e minha paixão”, destacou.

Bastante conhecido no cenário da luta, Dawglish Souza vem aprimorando as técnicas de jiu-jítsu com os treinos diários na equipe Pina. “Estou treinando duro para fazer uma grande luta, pois reconheço todo o conhecimento do grande lutador, que é o meu oponente. Respeito muito meu adversário, mas jamais tiro o foco da minha vitória”, revelou.

 

Souza treina desde os oito anos de idade. Começou a praticar artes marciais no Clube Terraço, com o professor Lúcio M. (Pixote), onde ficou até os 12 anos. Após o falecimento do mestre, o lutador passou a integrar a equipe Agenor Alves, famosa por reunir estrelas do jiu-jitsu na década de 90. Com o fechamento da equipe liderada por Ulisses Paixão, Dawglish e os companheiros de treino passaram a treinar no Clube Pina de jiu-jitsu.

O lutador revela que através da luta, viveu momentos de alegria, emoção e conquistas, que fizeram dele um dos astros do jiu-jítsu amazonense. “Modéstia à parte, já conquistei todos os torneios e campeonatos realizados no Amazonas e sou vice campeão Mundial e Brasileiro”, comemorou.

 

Ignorando a falta de apoio em um esporte de alto rendimento, o atleta revela a satisfação de fazer aquilo que mais gosta. “O jiu-jítsu é, para mim, como o futebol para o Neymar e para o Pelé. Infelizmente só não ganho dinheiro como eles, mas me dá a mesma satisfação, alegria e amor”, finalizou.

Ingressos – Os bilhetes ao preço de R$ 100 (Cadeira Vip) e R$ 1.000 (Mesa com oito lugares), podem ser adquiridos na sede da FAJJPRO, localizada na Rua C – 10 , nº 1.490, bairro Japiim 2, zona Sul de Manaus, ou no Fast Temaki, localizado na Avenida Mário Ypiranga, nº 1.300, Parque Dez de Novembro. Maiores informações pelo telefone (92) 988234840.

Confira o Card

1 – FABIO PINHEIRO (PINA) VS ARY LOBO (CARLSON GRACIE)

2 – ALCENOR ALVES (WHITE HOUSE) VS PAULO CHRISTIAN (EQUIPE SHOK)

3 – BRUNO CUNHA (CARLSON GRACIE / MANFIGHT) VS JÚNIOR GUSMÃO (PINA)

4 – PAULO SERGIO (ORLEY LOBATO) VS VICTOR HUGO (EQUIPE 7/MASCARENHAS)

5 – EMERSON BECHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) VS DAWGLISH SOUZA (PINA)

6 – FERNANDO SOARES (ORLEY LOBATO) VS ABRAHAM LITAIFF (EQUIPE 7 / MASCARENHAS)

7 – ÂNGELO CARIOCA (CARIOCA TEAM) VS JOSAFÁ JÚNIOR (TEAM CARDOSO)

8 – JÂNIO RODRIGUES (ORLEY LOBATO) VS DEIVE FONSECA (MPBJJ / NOVA UNIÃO)

9 – HENRIQUE RAMOS (EQUIPE 7 MASCARENHAS) VS MARCOS PAULO (PINA)

10 – ANDERSON BENCHIMOL (ALL BROTHERS AMAZON JJ / MANFIGHT) x ARLISON MELO (KIMURA)

11 – EMERSON CARVALHO (ORLEY LOBATO) x TONY FERREIRA (WHITE HOUSE)

12 – ALLAN CAMPELO (NOVA UNIÃO/EQUIPE 7MASCARENHAS) VS FRANK FRANCO (GRACIE HUMAITÁ)

13 – ALESSANDRO GUIMARÃES (VALOIS JIU JITSU) x ROGÉRIO BESSA (MONTEIRO)

14- WALDENES MASSULO (MONTEIRO) VS HÉLIO RESENDE (STUDIO HR/CHECKMAT)

Busca no Site

Top 10 Notícias

Newsletter