Wagner Noronha supera Marajó e conquista cinturão unificado dos penas no Rei da Selva 8, em Manaus

 

A oitava edição do Rei da Selva Combat foi marcada pela supremacia de um guerreiro 100% amazonense. Representante da equipe Cristiano Mascarenhas/OCS Monteiro, Wagner “Pião” Noronha venceu Marcos Marajó (SD System/Checkmat) por decisão unânime dos juízes e conquistou o cinturão da divisão dos penas do evento que mais cresce em visibilidade e credibilidade na Região Norte. Os 11 combates da organização aconteceram na noite deste sábado, 26 de novembro, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping.

Campeão do Rei da Selva na sexta edição, Noronha viu Marajó faturar o cinturão interino da categoria na sétima edição do evento. De volta ao “cage”, o faixa preta formado pela Associação Monteiro e morador do bairro do Alvorada pressionou durante dos três rounds e não deu brecha para o adversário impor seu jogo. Assim que terminou o combate, ninguém tinha dúvida que o cinturão ficaria com Noronha.

Após receber o cinturão do organizador Sammy Dias, Noronha fez os agradecimentos a quem considera fundamentais para sua sexta vitória na carreira profissional no MMA.

“Primeiramente, quero Agradecer a Deus por me dar forças para lutar sempre. Também dedico essa conquista as minhas equipes de treino (Cristiano Mascarenhas MMA e OCS Monteiro), dos mestres Cristiano Mascarenhas e Oseias Costa”, exaltou o campeão.

Humilde, Noronha enalteceu a qualidade do adversário da SD System/Checkmat, enfatizando que a luta era uma das mais esperadas do ano pelos fãs do esporte que mais cresce no mundo.

“Essa luta foi umas das mais esperadas do ano pelos fãs de MMA de Manaus. Fiz questão de lutar com Marajó, que é um atleta de nome e experiente. Mas mostrei de vez que é o verdadeiro campeão e isso só foi possível com meus mestres que sempre estão me ajudando a evoluir nos treinos e me dando forças para continuar nessa vida que não é nada fácil”, comentou Noronha, citando que é a principal dificuldade é a falta de patrocínio para manter os treinos em alto nível e viver profissionalmente do esporte.

“Pião”, como é mais conhecido no Alvorada e no mundo das lutas, encerrou dedicando o cinturão ao amigo de infância Anderson e ao professor Mário Bingola, um dos grandes líderes da Associação Monteiro.

“Lutei com tranquilidade, focado em vencer meu adversário, que por sinal é muito duro, mas sabia que ninguém iria roubar meu sonho. Dedico essa vitória ao meu amigo de infância Anderson, que teve que nos deixar muito novo, e ao meu mestre Mário Bingola, que sempre foi exemplo e em breve vai estar aqui para me ajudar também. Arrocha Alvorada 1”, concluiu o Rei da Selva.

Resultados oficiais:

 Card Principal

Main Event (disputa de cinturão unificado)

11ª luta – até 66 kg (pena) – Wagner Noronha (Cristiano Mascarenhas MMA/OCS Monteiro) venceu Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat) por decisão unânime dos juízes;

 Co Main Event

10ª luta – até 66 kg (pena) – Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla) venceu Helderson Filhão (Energym/Nova União) por decisão unânime dos juízes;

Superlutas

9ª luta – até 77 kg (meio médio) – Victor Neves (Osvaldo Alves/Team Cardoso) venceu Railson Brandão (The Pride) por nocaute técnico aos 3 minutos e 52 segundos do primeiro round;

8ª luta – até 57 kg (mosca) – Luiz Guerreiro (MPBJJ/Nova União/Império CT) venceu Rubem Souza (Nonato Thai/Team Cardoso) por finalização em arm lock aos 4 minutos e 20 segundos do primeiro round;

Card preliminar

7ª luta – até 66 kg (pena) – Sidney Lima (Team Cardoso) venceu Fernando Barros (Energym/Nova União) por decisão unânime dos juízes;

6ª luta – Até 77 kg (meio médio) – Moisés Costa (SD System/Checkmat) venceu Anderson King (Amazon Union Fight/CT Brunocilla) por decisão unânime;

5ª luta – até 84 kg (médio) – Ramon Costa (Nonato Muay Thai) venceu Caio Cesar “Parangolé” (Império CT) por nocaute técnico aos 4 minutos e 51 segundos do primeiro round;

4ª luta – Até 66 kg (pena) – Samuel Kveira (SD System/Checkmat) venceu Thales Morais (Ducks Team/Deo Academy) por nocaute aos 12 segundos do segundo round;

3ª luta – até 52 kg (palha feminino) – Joice Mara (JMT/CT Manaus Fight) venceu Daiany Mota (Renovação Coari Team) por decisão unânime dos juízes;

2ª  luta – até 66 kg (pena) – Anderson Choque (SD System/Checkmat) venceu Kenny Aguilar (Naldo Tigre Team/ CT Daniel Freitas) por nocaute técnico aos 2 minutos e 38 segundos do primeiro round;

1ª luta – Até 52 kg (palha) – Matheus da Silva (Vermelho Team/Jururi– PA) venceu Rogério Souza (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM) por nocaute técnico aos 3 minutos e 30 segundos do segundo round.

Por: Emanuel Siqueira

Sábado de ‘guerra’ no Plaza: Rei da Selva 8 terá 11 lutas e uma disputa de cinturã

Enquanto José Aldo Júnior e Conor McGregor batalham pela hegemonia do peso pena no UFC, na terra do “campeão do povo” uma rivalidade parecida movimenta a mesma categoria. Marcos Marajó (SD System/Checkmat) e Wagner Noronha (Cristiano Mascarenhas MMA/OCS Monteiro) disputam no Rei da Selva 8 o cinturão da divisão até 66 kg, num duelo tido como uma verdadeira “guerra” pelos fãs do MMA. O evento que mais cresce em visibilidade e credibilidade na Região Norte acontece neste sábado, a partir das 20h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping.

Com nove vitórias e três derrotas na carreira, Marajó faz o papel de José Aldo. O atleta da SD System/Checkmat conquistou o cinturão interino dos penas ao vencer Helderson Filhão no Rei da Selva 7 por decisão dividida. Desta vez, entretanto, ele garante que não vai deixar nas mãos dos juízes.

“Fiz uma grande luta contra o Filhão, venci e mesmo assim o público não gostou do resultado, mas quem conhece MMA sabe que eu fui superior. Desta vez não vou deixar nas mãos dos juízes a definição e vou com tudo para nocautear ou finalizar. Esse cinturão unificado vai ficar comigo”, avisou Marajó.

Com cinco vitórias e uma derrota no cartel, Noronha é o McGregor do Rei da Selva. Ele foi campeão na sexta edição ao finalizar Joaquim Polônia. Ficou fora da sétima edição e viu Marajó “emprestar” o cinturão que considera seu por mérito.

“Treinei muito para essa luta e, graças às minhas equipes (Cristiano Mascarenhas MMA e OCS Monteiro), estou pronto para uma verdadeira guerra. Vou defender meu título e sair do octógono com meu cinturão de volta e com mais uma vitória para minha carreira. Agradeço imensamente a Deus por me dar saúde e disposição para poder fazer o que mais gosto, que é lutar”, enfatizou Noronha.

Joice Mara encara Daiany Mota

Uma mudança de última hora no card. Daiany Mota (Renovação Coari Team) entrou na vaga de Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai) durante a pesagem. A coariense vai enfrentar Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight), revelação do MMA do Amazonas que busca a segunda vitória consecutiva na carreira.

“Independentemente da adversária, me sinto preparada para fazer um grande combate. Vou buscar impor meu jogo e dar um show para o público que foi ao Plaza no sábado”, comentou Joice Mara, atleta do Team Truda Kimonos.

Caiu uma luta do GP

O Rei da Selva 8 teria 12 combates, mas uma luta caiu após a pesagem desta sexta-feira, 25. O confronto entre Weslen Augusto (The Pride) e Diego Barroso (DR Team/Rabello) foi cancelado porque o segundo atleta não bateu o peso estabelecido para o GP do peso palha (52 kg).

Compre seu ingresso

Os ingressos para o Rei da Selva 8 custam R$ 40 (cadeira simples) e R$ 70 (cadeira VIP) e já estão à venda nos seguintes locais: Truda Kimonos (rua Major Gabriel, Praça 14, perto do Banco Itaú), e lojas Bibi Cell (rua João Valério, próximo ao Waku Sese, no Vieiralves; e Shopping Boulevard Mundi, avenida Efigênio Sales, no Aleixo).

As mesas para quatro pessoas custam R$ 250. As compras para esse setor devem ser feitas mediante reserva pelos telefones (92) 98175-9845, 98262-2820 ou 99154-1158.

Card oficial (atualizado em 25 nov 2016): 

Disputa de cinturão linear até 66 kg – Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat) x Wagner “Pião” Noronha (Cristiano Mascarenhas MMA/OCS Monteiro)

Até 77 kg – Victor Neves (Osvado Alves/Team Cardoso) x Railson Brandão (The Pride)

Até 66 kg – Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla) x Helderson Filhão (EnerGym/Nova União)

Até 77 kg – Moisés Costa (SD System/Checkmat) x Anderson King (Amazon Union Fight/CT Brunocilla)

Até 57 kg – Luiz Guerreiro (MPBJJ/Nova União/Império CT) x Rubem Souza (Nonato Muay Thai/Team Cardoso)

Até 52 kg – Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight) x Daiany Mota (Renovação Coari Team)

Até 66 kg – Sidney Lima (Team Sotton/Team Cardoso) x Fernando Barros (EnerGym/Nova União)

Até 66 kg – Anderson “Choque” Santos (SD System/Checkmat) x Kenny Aguilar (Naldo Tigre Team/CT Daniel Freitas)

Até 84 kg – Caio César “Parangolé” (Império CT) x Ramon Costa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Samuel “Kveira” Silva (SD System/Checkmat) x Thales Morais (Ducks Team)

GP do peso palha (até 52 kg) masculino:

Matheus da Silva Severino (Equipe Vermelho Fight/Juruti-PA) x  Rogério Souza Lima (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM)

Weslen Augusto (The Pride/Manaus-AM) x Diego Barroso (DR Team/Rabello/Manaus-AM) – CANCELADA

Por: Emanuel Mendes Siqueira

Pesagem do Rei da Selva 8 é nesta sexta-feira, 25, no Manaus Plaza Shopping

Os 24 guerreiros do Rei da Selva Combat 8 têm encontro marcado com a balança nesta sexta-feira, 25 de novembro, às 11h, na praça de alimentação do Manaus Plaza Shopping (avenida Djalma Batista). A pesagem marca o compromisso dos atletas com a organização e todos devem bater o peso estabelecido em contrato, sob pena de perderem parte da bolsa. As lutas do evento acontecem neste sábado, dia 26, a partir das 20h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping.

O principal confronto do Rei da Selva 8 valerá o cinturão linear da categoria pena (até 66 kg). Wagner Noronha (Mascarenhas/OCS Monteiro), dono do cinturão desde a sexta edição, vai encarar Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat), detentor do título interino da categoria após superar Helderson Filhão (EnerGym/Nova União) na sétima edição da franquia.

Em sua oitava edição, o evento que mais cresce em visibilidade e credibilidade no MMA da Região Norte terá um total de 12 combates. A organização presidida por Diogo Dutra e Sammy Dias apresentará aos fãs do esporte um inédito GP da categoria palha (até 52 kg), com a presença dos lutadores Matheus da Silva Severino (Equipe Vermelho Fight/Juruti-PA), Rogério Souza Lima (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM), Diego Barroso (DR Team/Rabello/Manaus-AM) e Weslen Augusto (The Pride/Manaus-AM). Os duelos do GP serão conhecidos somente durante a pesagem.

“Os vencedores dos confrontos do GP do peso palha vão se credenciar para a disputa do cinturão da categoria numa das próximas edições do Rei da Selva”, explica Diogo Dutra.

Compre seu ingresso

Os ingressos para o Rei da Selva 8 custam R$ 40 (cadeira simples) e R$ 70 (cadeira VIP) e já estão à venda nos seguintes locais: Truda Kimonos (rua Major Gabriel, Praça 14, perto do Banco Itaú), e lojas Bibi Cell (rua João Valério, próximo ao Waku Sese, no Vieiralves; e Shopping Boulevard Mundi, avenida Efigênio Sales, no Aleixo).

As mesas para quatro pessoas custam R$ 250. As compras para esse setor devem ser feitas mediante reserva pelos telefones (92) 98175-9845, 98262-2820 ou 99154-1158.

Card oficial (atualizado em 18 nov 2016): 

Disputa de cinturão linear até 66 kg – Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat) x Wagner “Pião” Noronha (Mascarenhas/OCS Monteiro)

Até 77 kg – Victor Neves (Osvado Alves/Team Cardoso) x Railson Brandão (The Pride)

Até 66 kg – Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla) x Helderson Filhão (EnerGym/Nova União)

Até 77 kg – Moisés Costa (SD System/Checkmat) x Anderson King (Amazon Union Fight/CT Brunocilla)

Até 57 kg – Luiz Guerreiro (MPBJJ/Nova União/Império CT) x Rubem Souza (Nonato Muay Thai/Team Cardoso)

Até 52 kg – Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight) x Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Sidney Lima (Team Sotton/Team Cardoso) x Fernando Barros (EnerGym/Nova União)

Até 66 kg – Anderson “Choque” Santos (SD System/Checkmat) x Kenny Aguilar (Naldo Tigre Team/CT Daniel Freitas)

Até 84 kg – Caio César “Parangolé” (Império CT) x Ramon Costa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Samuel “Kveira” Silva (SD System/Checkmat) x Thales Morais (Ducks Team)

GP do peso palha (até 52 kg) masculino:

Matheus da Silva Severino (Equipe Vermelho Fight/Juruti-PA)

Rogério Souza Lima (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM)

Diego Barroso (DR Team/Rabello/Manaus-AM)

Weslen Augusto (The Pride/Manaus-AM)

Por: Emanuel Mendes Siqueira

869be49d-70b6-49ce-896e-7f23e6635a05

Disputa do GP da categoria até 52 kg é atração extra no Rei da Selva 8

Pela primeira vez em oito edições, o Rei da Selva vai apresentar uma disputa de um Grand Prix (GP), competição em que os quatro atletas vão disputar a hegemonia da categoria até 52 kg (palha). O evento de MMA que mais cresce na Região Norte acontece no dia 26 de novembro, a partir das 20h, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping. Os ingressos para cadeiras (simples e VIP) e mesas já estão à venda.

Segundo o diretor-geral do Rei da Selva, Diogo Dutra, quatro lutadores vão disputar o GP na oitava edição do evento: Matheus da Silva Severino (Equipe Vermelho Fight/Juruti-PA), Rogério Souza Lima (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM), Diego Barroso (DR Team/Rabello/Manaus-AM) e Weslen Augusto (The Pride/Manaus-AM).

“Eles foram escolhidos por meio de seleção dos currículos na página do Rei da Selva no Facebook. O GP tem uma característica interessante, pois os confrontos só serão definidos por meio de sorteio logo após a pesagem, uma prova da transparência da organização. É um tipo de torneio em que os atletas não podem escolher os adversários e a estratégia da luta é definida praticamente em cima do cage”, explica o organizador.

O GP do peso palha promete alto nível técnico, pois três lutadores estão invictos na categoria: Matheus Severino (oito vitórias), Rogério Souza (quatro vitórias) e Diego Barroso (duas vitórias). Weslen Augusto tem sete vitórias e apenas uma derrota na carreira.

Os vencedores dos confrontos do GP do dia 26 vão se credenciar para a disputa do cinturão da categoria numa das próximas edições do Rei da Selva.

Compre seu ingresso
Os ingressos para o Rei da Selva 8 custam R$ 40 (cadeira simples) e R$ 70 (cadeira VIP) e já estão à venda nos seguintes locais: Truda Kimonos (rua Major Gabriel, Praça 14, perto do Banco Itaú), e lojas Bibi Cell (rua João Valério, próximo ao Waku Sese, no Vieiralves; e Shopping Boulevard Mundi, avenida Efigênio Sales, no Aleixo).

As mesas para quatro pessoas custam R$ 250. As compras para esse setor devem ser feitas mediante reserva pelos telefones (92) 98175-9845, 98262-2820 ou 99154-1158.

Card oficial (atualizado em 18 nov 2016):

Disputa de cinturão linear até 66 kg – Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat) x Wagner “Pião” Noronha (Mascarenhas/OCS Monteiro)
Até 77 kg – Victor Neves (Osvado Alves/Team Cardoso) x Railson Brandão (The Pride)

Até 66 kg – Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla) x Helderson Filhão (EnerGym/Nova União)

Até 77 kg – Moisés Costa (SD System/Checkmat) x Anderson King (Amazon Union Fight/CT Brunocilla)

Até 57 kg – Luiz Guerreiro (MPBJJ/Nova União/Império CT) x Rubem Souza (Nonato Muay Thai/Team Cardoso)

Até 52 kg – Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight) x Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Sidney Lima (Team Sotton/Team Cardoso) x Fernando Barros (EnerGym/Nova União)

Até 66 kg – Anderson “Choque” Santos (SD System/Checkmat) x Kenny Aguilar (Naldo Tigre Team/CT Daniel Freitas)

Até 84 kg – Caio César “Parangolé” (Império CT) x Ramon Costa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Samuel “Kveira” Silva (SD System/Checkmat) x Thales Morais (Ducks Team)

GP do peso palha (até 52 kg) masculino:

Matheus da Silva Severino (Equipe Vermelho Fight/Juruti-PA)
Rogério Souza Lima (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM)
Diego Barroso (DR Team/Rabello/Manaus-AM)
Weslen Augusto (The Pride/Manaus-AM)

Por: Emanuel Siqueira

Entre socos, chutes e doces: conheça a história de Caio César, astro do Rei da Selva 8

O Rei da Selva 8, evento de MMA que acontece dia 26 de novembro no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, está repleto de histórias de superação no esporte. Uma delas é a do paraense Caio César Araújo Barbosa, de 25 anos, que vai enfrentar Ramon Costa (Nonato Muay Thai) em combate válido pelo peso médio (até 84 kg).

Nascido em Belém, Caio “Parangolé”, como é mais conhecido no mundo das lutas, chegou a Manaus com 20 anos em busca de uma oportunidade de emprego e uma vida melhor. Atuou como ajudante de pedreiro e passou muitas dificuldades financeiras, com dias de pouca comida no prato e muitas noites em claro. Quando tudo parecia estar perdido, conheceu o mestre Sinho Oliveira (líder do Império CT), que lhe apresentou o muay thai.

“O Sinho é muito mais que um mestre, é um pai. Tudo que sei devo a ele, pois o mestre desiste de nenhum atleta”, conta Parangolé, emocionado.

Em tempos de crise econômica, viver do esporte é tarefa somente para os fortes e abnegados. E foi em casa, com apoio da namorada Cláudia Cordeiro, que Caio arranjou uma solução criativa para continuar treinando em alto rendimento: a fabricação e venda de bolos de pote e doces.  O nome do microempreendimento é Ateliê Doce Felicidade (Whatsapp 98103-9519).

Além de trocar socos e chutes nos treinamentos e nos eventos de MMA e muay thai, Caio é figura bastante conhecida nos bastidores da luta. Ele monta seu stand e vende seus produtos nos dias de campeonatos das mais diversas artes marciais, sempre distribuindo sorrisos e a simpatia que lhe é peculiar.

“Viver da luta é muito difícil, mas é meu sonho e não vou desistir. Minha rotina se divide entre os treinos de muay thai, luta livre, preparação física e a venda de bolos de pote e outros doces”, conta o gigante do Império Centro de Treinamento.

A luta por patrocínio é tão árdua quanto derrubar os adversários nos octógonos. Aos que planejam apoiá-lo, Caio oferece como contrapartida a imagem de uma atleta exemplar e trabalhador.

“Busco patrocínio de alimentação, suplementos, equipamentos, enfim, qualquer ajuda será sempre bem-vinda. Entendo que com essa crise o dinheiro está curto, e faço um apelo para que os empresários ajudem os atletas. A vida de um lutador não é nada fácil, somos movidos por um sonho, e a nossa maior batalha está em vencer as dificuldades financeiras do dia a dia”, desabafa.

E o Rei da Selva 8, Caio?

Faltando pouco mais de uma semana para o Rei da Selva 8, a preparação segue de forma intensa. O adversário Ramon Costa tem alto nível e exige o máximo de treinamentos na parte de cima e também na luta de solo.

“Treino todos os dias de domingo a domingo, sempre sonhei em lutar o Rei da Selva e estou dando o meu máximo para fazer a selva tremer, embora não seja fácil fazer bolo durante a perda de peso”, brinca Parangolé, sem perder o bom humor.

Especialista em muay thai, Caio migrou para o MMA este ano. A luta no Rei da Selva 8 será a terceira de sua carreira. No Sherdog, currículo internacional dos atletas, Caio contabiliza uma vitória e uma derrota.

“Vou buscar essa vitória, pois quero a oportunidade de disputar o cinturão da categoria no Rei da Selva”, avisa Caio, completando: “Luto pelo meu sonho, e graças a Deus tenho uma equipe muito sólida, somos uma família. Vou subir no cage e vou dar orgulho para meus amigos e familiares” conclui.

Compre seu ingresso

Os bilhetes para o Rei da Selva 8 já estão à venda na loja Truda Kimonos (rua Major Gabriel, Praça 14, perto do Banco Itaú), nos seguintes valores: R$ 40 (cadeira simples), R$ 70 (cadeira VIP) e R$ 250 (mesa para quatro pessoas). Informações e reservas pelos telefones (92) 98175-9845, 98262-2820 ou 99154-1158.

Card oficial (atualizado em 9 nov 2016):

Disputa de cinturão linear até 66 kg – Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat) x Wagner “Pião” Noronha (Mascarenhas/OCS Monteiro)

Até 77 kg – Victor Neves (Osvado Alves/Team Cardoso) x Railson Brandão (The Pride)

Até 66 kg – Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla) x Helderson Filhão (EnerGym/Nova União)

Até 77 kg – Moisés Costa (SD System/Checkmat) x Anderson King (Amazon Union Fight/CT Brunocilla)

Até 57 kg – Luiz Guerreiro (MPBJJ/Nova União/Império CT) x Rubem Souza (Nonato Muay Thai/Team Cardoso)

Até 52 kg – Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight) x Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Sidney Lima (Team Sotton/Team Cardoso) x Fernando Barros (EnerGym/Nova União)

Até 66 kg – Anderson “Choque” Santos (SD System/Checkmat) x Kenny Aguilar (Naldo Tigre Team/CT Daniel Freitas)

Até 84 kg – Caio César “Parangolé” (Império CT) x Ramon Costa (Nonato Muay Thai)

Até 66 kg – Samuel “Kveira” Silva (SD System/Checkmat) x Thales Morais (Ducks Team)

GP do peso palha (até 52 kg) masculino:

Matheus da Silva Severino (Equipe Vermelho Fight/Juruti-PA)

Rogério Sousa Lima (Pesadão/Rio Preto da Eva-AM)

Diego Barroso (DR Team/Rabello/Manaus-AM)

Weslen Augusto (The Pride/Manaus-AM)

Por:Emanuel Siqueira

Sidney Lima encara Fernando Barros na oitava edição do Rei da Selva

O Rei da Selva chega a oitava edição e o card vai contar com grandes nomes do MMA no Amazonas. Entre os combates mais esperados está o combate entre Sidney Lima e Fernando Barros, marcado para o dia 26 de novembro, a partir das 20h, no Centro de Convenções do Plaza Shopping, em Manaus.

Líder do CT de Lutas, Sidney Lima, 31, possui um cartel de nove lutas, sendo cinco vitorias e quatro derrotas.

Para conquistar a sexta vitória na carreira o faixa preta de jiu-jitsu treina três vezes na semana MMA com o mestre Junior Cardoso, na Team Cardoso. Os treinos de jiu-jitsu acontecem diariamente na academia Team Sidney Lima/ Team Sotton. Os treinos de boxe estão aos cuidados do professor Cassio Humberto e os treinos de muay thai estão sob o comando do professor Rylson Matos.

“Estou treinando duro para estar bem preparado no dia da luta, tanto na parte técnica, física e mental. Estou confiante na vitória e com certeza será uma grande luta”, relatou Sidney.

O adversário, Fernando Barros, 32, possui um cartel de sete lutas, sendo quatro vitórias e três derrotas.

Fernando é faixa preta de jiu-jitsu e membro da equipe Nova União – EnerGym Fitness . A preparação física na academia EnerGym, os treinos de boxe estão aos cuidados do mestre Eliezer Praia e os treinos de chão estão aos cuidados do mestre Marcinho Pontes, na Nova União-MPBJJ.

“Minha preparação está a mil, são três ou quatro treinos diários. Sei a qualidade do meu adversário, um cara duro e aguerrido, mas me sinto preparado para fazer uma boa luta e bater de frente”, declarou Fernando.

A última competição que o atleta participou foi o Guerreiros da luta, realizado em setembro no Via Norte Shopping. Na ocasião, Fernando ficou conhecido como “Calculadora”, após vencer Diego Imortal na luta casada e ultrapassar um placar de 35 a 0.

Rei da Selva 8: contratos assinados para o evento do dia 26 de novembro, em Manaus

O Rei da Selva Combat, evento de MMA que mais cresce na Região Norte do Brasil, terá sua oitava edição no dia 26 de novembro, em local a ser confirmado na cidade de Manaus. Na tarde desta sexta-feira, 14 de outubro, alguns dos principais atletas do card assinaram os contratos na Academia 4Fitness Club, em Adrianópolis, Zona Centro-Sul, onde os dirigentes da franquia revelaram algumas das novidades da organização.

“Além de uma disputa de cinturão, teremos também um GP para a categoria palha (até 52 kg) masculino. Já estamos recebendo os currículos dos atletas interessados em lutar o GP por meio da fan page do Rei da Selva”, explicou Sammy Dias, um dos homens fortes da franquia 100% manauara.

O principal confronto do Rei da Selva 8 valerá o cinturão linear da categoria pena (até 66 kg). Wagner Noronha (Associação Monteiro), dono do cinturão, vai encarar Marcos “Marajó” Rodrigues (SD System/Checkmat), detentor do título interino da categoria. Um combate de gigantes do MMA do Amazonas que certamente valerá o cada real investido no ingresso.

Outra peleja imperdível reunirá duas jovens promessas da luta feminina da Região Norte. O fenômeno da luta em pé Joice Mara da Silva (JMT/CT Manaus Fight/Emanuel Sports & Marketing) vai enfrentar Patrícia Adria Rodrigues (Projeto Nandinho), valendo pelo peso palha (até 52 kg). A vencedora da disputa vai se credenciar à disputa do cinturão da categoria no Rei da Selva 9.

Com expectativa de show de trocação, a organização do Rei da Selva também confirmou a luta entre Jackson Velasco (CT Brunocilla/Of MMA) e Victor “Coyote” Neves (Osvaldo Alves/Team Cardoso), valendo pela categoria meio-médio (até 77 kg).

À espera dos adversários…
Também participaram da assinatura dos contratos os seguintes gladiadores: Anderson “Choque” Santos (SD System/Checkmat), Ramon Costa (Nonato Muay Thai), Luiz Guerreiro (MPBJJ/Império CT), Caio César “Parangolé” (Império CT), Anderson King (Kratos Top Team), Sidney Lima (Team Sotton/Team Cardoso), Thales Morais (Ducks Team) e Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla).

Os demais atletas do card e os seus respectivos confrontos serão divulgados nos próximos dias pela organização.

Texto e Foto: Emanuel Siqueira

Busca no Site

 

mastering

 

 

Top 10 Notícias

Newsletter