Quintanilha, D’Ouro e Guerreiro brilham com nocautes no Amazon Talent 8, em Manaus

 Foto e Texto: Emanuel Siqueira

Três nocautes especulares protagonizados por Bruno Quintanilha, Felipe D’Ouro Lima e Luiz Guerreiro marcaram a oitava edição do Amazon Talent. Os combates do evento aconteceram no centro de lutas Luis Neto, dentro das instalações da Companhia Atala, no Vieiralves, Zona Centro-Sul de Manaus.

O primeiro nocaute veio na terceira luta. Oriundo do muay thai, o peso pena Bruno Quintanilha (SD System) mostrou a força de seu jogo ao atropelar Otaniran Matos (CT Vasconcelos Sandá) com um nocaute aos 2min29seg do primeiro round, num chute alto que levou o adversário à lona.

“Acredito que com essa vitória tenho condições de pedir uma disputa de cinturão com o campeão da categoria, Elves Brenner. É uma luta que o público quer ver e gostaria muito de ter essa oportunidade de enfrentar esse grande atleta”, disse Quintanilha.

Nascido em Coari e radicado em Manaus, Felipe Lima (SD System)  brilhou na oitava luta da noite ao vencer Admilson Paz (Equipe  Aranha) por nocaute a 1min35seg do primeiro round.

Na nona e principal luta da noite, Luiz Guerreiro (Império CT) superar Adriano Moicano (Team Sonic MMA/JMT) por nocaute aos 5seg do primeiro round. O campeão falou sobre a joelhada voadora que chocou o público e levou o adversário a ser atendido imediatamente pela equipe médica do evento.

“Treinei muito para essa luta, e cumpri o que tinha prometido, que era show. Subiu de categoria, saindo da 57 kg para a 61 kg, e que fazer outros combates nesse novo peso para depois disputar o cinturão”, comentou Guerreiro.

Ketlen Vieira e outros resultados

Sob o olhar atento da única mulher amazonense no UFC, Ketlen Vieira, o Amazon Talent 8 teve mais seis vencedores: Larissa Raywry (Deo Academy), Francisco Felipe (Champions Factory/Ribeiro Jiu Jitsu); Patrícia Adria (Team X Union/CT Brunocilla), Tião Calixto (Deo Academy) e Lucas Alfaia (SV Team) e Windson Ramos (Aliance MMA).

Resultados oficiais do Amazon Talent 8:

1ª luta – 57 kg – Larissa Raywry (Deo Academy) venceu Sabrina Andrade (CTO) por nocaute técnico a 1min23seg do primeiro round. Árbitro central: Xande Magno

2ª luta – 61 kg – Francisco Felipe (Champions Factory/Ribeiro Jiu Jitsu) venceu Yago Cândido (Cavalcante Team) por decisão dividida dos juízes. Árbitro central: André Batata

3ª luta – 66 kg – Bruno Quintanilha (SD System) venceu Otaniran Matos (CT Vasconcelos Sandá) por nocaute aos 2min29seg do primeiro round. Árbitro central: Fábio Saci

4ª luta – 52 kg – Patrícia Adria (Team X Union/CT Brunocilla) venceu Joicy Tabosa (Nonato Muay Thai) por decisão unânime. Árbitro central: Paulo Marcel

5ª luta – 57 kg – Tião Calixto (Deo Academy) venceu Marcelo Campos (Júnior Top Team) por decisão unânime dos juízes. Árbitro central: Xande Magno

6ª luta – 61 kg – Lucas Alfaia (SV Team) venceu Thiago Castro (Team Cardoso) por decisão majoritária dos juízes. Árbitro central: Allan Mídia

7ª luta – 57 kg – Windson Ramos (Aliance MMA) venceu Dionatan Carvalho (Nonato Muay Thai) por finalização em mata-leão aos 2min do primeiro round. Árbitro central: Dindô

8ª luta – 57 kg – Felipe Lima (SD System) venceu Admilson Paz (Equipe Aranha) por nocaute a 1min35seg do primeiro round. Árbitro central: André Batata

9ª luta – peso combinado até 60 kg – Luiz Guerreiro (Império CT) venceu Adriano Moicano (Team Sonic MMA/JMT) por nocaute aos 5seg do primeiro round. Árbitro central: Allan Mídia

Busca no Site

Top 10 Notícias

Newsletter