• Home
  • 5º Festival da Fort Judô apresenta talentos da nova geração

5º Festival da Fort Judô apresenta talentos da nova geração

Aproximadamente 200 atletas de 4 anos em diante participaram da quinta edição do Festival da Fort Judô Clube, no último  sábado, 28 de outubro, em Manaus. Os combates aconteceram no Parque Municipal do Idoso, em Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus.

Fundada em 2004, a Fort Judô Clube funciona na rua Rio Jutaí com a João Valério, no Vieiralves, e o festival é a oportunidade da academia anualmente mostrar seus valores do esporte e congregar alunos e familiares dessa modalidade olímpica no Estado.

O casal formado por Luiz Paulo dos Santos Roberto e Alessandra Araújo acompanhou de perto a primeira competição oficial do filho. O pequeno Luiz Paulo Júnior, de 7 anos, sempre teve afinidade com a modalidade e agora é uma das promessas lapidadas pelo professor Robson na Vila Olímpica de Manaus.

“Ele sempre quis lutar judô, mas não pegavam alunos com a idade dele, pois ele era muito pequeno. Mas quando ele completou seis anos, o professor Robson aceitou ele lá (na Vila Olímpica) e desde então ele vem lutando muito bem. Esse foi o primeiro campeonato dele e já estreou com uma medalha de ouro em sua categoria”, contou a mãe, cheia de orgulho com o pupilo.

O judoca cursa o segundo ano do Ensino Fundamental no CMPM V (Universidade Nilton Lins). Ele estuda pela manhã e na parte da tarde faz os treinamentos de judô, com a noite ficando livre para a família e as tarefas do colégio.

O judô dá disciplina para os alunos e ele melhorou bastante depois que passou a praticar o esporte”, disse Alessandra, que fez companhia ao filho e ao marido no pódio do evento.

História de amor ao esporte

A competição contou com a presença do fundador da Fort Judô Clube, o judoca Fortunato Júnior, ex-presidente da federação local da modalidade, e o atual gestor da academia, professor Aron Oliveira. Uma parceria que começou da amizade entre a dupla na Universidade Gama Filho, no Rio de Janeiro.

“A gente criou a Fort em fevereiro de 2004 e já se passaram 13 anos, continuando no mesmo local onde foi fundada ali no Vieiralves. A Fort é a realização de um sonho, pois sempre pensei em mudar um clube de judô no dia em que eu parasse. Hoje o Aron dá continuidade ao projeto”, contou Fortunato.

Atualmente, a Fort Judô Clube é administrada pelo professor Aron Oliveira. O projeto une a filosofia da modalidade de origem japonesa com educação, além de trabalhar o alto rendimento. Este ano, o sonho de Fortunato e Aron começou dar frutos: Marcelo Campell Fonseca, atual líder do ranking nacional Sub-18, conquistou a medalha de ouro no Sul-Americano do Equador e a prata no Pan-Americano do México na categoria – 91 kg.

“Devagarzinho a gente está desenvolvendo o judô, a gente está crescendo. Este ano a gente teve um belo resultado com o Marcelinho, que começou em sétimo ano e terminou o ano em primeiro no ranking nacional, foi campeão sul-americano e vice-campeão pan-americano. Além desse foco competitivo, a gente tem também o foco na formação das crianças e tentar ajudar na educação da molecada. A parte competitiva passa, mas o judô é para sempre”, filosofou Aron.

Foto e Texto: Emanuel Siqueira

Tags:

Deixe uma resposta

Busca no Site

 

mastering

 

 

Top 10 Notícias

Newsletter