• Home
  • Com show de técnicas e combates, veteranos fecham com chave de ouro o Jungle Classic Jiu-Jitsu 4.0

Com show de técnicas e combates, veteranos fecham com chave de ouro o Jungle Classic Jiu-Jitsu 4.0

Com 16 super combates, foi realizada na noite desta sexta-feira (1°/11), a 4° edição do Jungle Classic Jiu-Jítsu, competição que movimentou o cenário de lutas em Manaus. Focados no melhor resultado, os 32 competidores deram o sangue para conquistar a vitória e mostraram um show de técnicas e habilidade, tornando esta a melhor edição dos últimos tempos. O evento ocorreu no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, localizado na Avenida Djalma Batista, nº 2.100, bairro Chapada, zona centro-sul da capital.

Na primeira luta da noite, Beto Albuquerque (Valois) venceu Luís Pinto (HBJ) por 2 a 0, pontuação esta conquistada após uma queda. Em seguida, foi a vez de Luís Neto (LN Lifestyle) vencer Tom Agra (HBJ), por decisão dos árbitros. Já o representante da equipe Team Sidney Lima, Roterdan de Abreu, garantiu a vitória sobre José Simite (Studio HR Jiu-Jítsu) por um placar de 2 a 0, conquistados com uma queda.

Em um dos combates mais emocionantes da noite, Alex Gil (Ribeiro Jiu-Jítsu) venceu Pedro Mardem (Gracie Humaitá Roraima) por duas vantagens. Alex Sales (AS Team / Team Cardoso) e Luiz Mário (Monteiro) também carimbaram os nomes entre os melhores, em uma luta que terminou sem pontuação. No fim dos seis minutos, os jurados optaram por dar a vitória ao representante da Ribeiro JJ.

Ronaldo Mascarenhas (GFTeamNeteFight) venceu Ret Viana (Ret Viana) na decisão dos árbitros e Robert Castro (GFTeam Norte Fight) garantiu a vitória sobre Gláucio Mendonça (Acopajam) por uma vantagem. Da mesma forma fez Mário Bingola (Mário Bingola), que levou a melhor sobre Daniel Freitas (CF Daniel Freitas), por uma vantagem.

Extremamente movimentada, a luta entre Fúlvio Lobo (Monteiro) e Alysson Lima (Valois / Jorge Clay Bronks) levou o público ao delírio. Na ocasião, Alysson acabou fraturando o nariz, obrigando os médicos a interromperem o combate. Já o representante da equipe Aníbal Jiu-Jítsu, André Zulú, derrotou Jânio Rodrigues (Orley Lobato) por duas vantagens.


A luta polêmica entre Mauro Moura (AJ Jiu-Jítsu) e Maurício Titão (HBJ) teve como resultado a desclassificação do representante da HBJ, que aplicou um golpe considerado ilegal na competição. Alex Muceda (Aníbal) venceu Emerson Carvalho (Orley Lobato) na decisão dos árbitros. Dawglish Souza (Pina) e Dinor Castelo Branco (AJ Jiu-Jítsu) esbanjaram técnica e resistência. A vitória, por decisão dos jurados, acabou ficando com Dawglish.

Mostrando que talento é coisa de família, Abrahim Júnior (Monteiro) derrotou Josafá Júnior (Team Cardoso) com uma queda, que lhe renderam dois pontos. Somando a alegria da Monteiro, Anderson Lobato venceu Júnior Cardoso (Team Cardoso) na decisão dos árbitros. Na luta mais esperada da noite, José Augusto (Orley / AGBJJ / Stars) e Fredson Alves (Ribeiro Jiu-Jítsu), protagonizaram um verdadeiro espetáculo de jiu-jítsu para o público. Como resultado, ‘Gato’ sagrou-se campeão após Fredson receber uma punição.

Confira os resultados

1 – Beto Albuquerque (Valois) venceu Luís Pinto (HBJ) por pontos (2 a 0)

2 – Luís Neto (LN Lifestyle) venceu Tom Agra (HBJ) na Decisão dos árbitros

3 – Roterdan de Abreu (Team Sidney Lima) Venceu José Simite (Studio HR Jiu-Jítsu) por pontos (2 a 0)

4 – Alex Gil (Ribeiro Jiu-Jítsu) venceu Pedro Mardem (Gracie Humaitá Roraima) por  vantagem (2 a 0)

5 – Alex Sales (AS Team / Team Cardoso) venceu Luiz Mário (Monteiro) na decisão dos árbitros

6 – Ronaldo Mascarenhas (GFTeamNeteFight) venceu Ret Viana (Ret Viana) na decisão dos árbitros

Robert Castro (GFTeam Norte Fight) venceu Gláucio Mendonça (Acopajam) por vantagem ( 1 a 0)

8 – Mário Bingola (Mário Bingola) venceu Daniel Freitas (CF Daniel Freitas) por  vantagem (1 a 0)

9 – Fúlvio Lobo (Monteiro) venceu Alysson Lima (Valois / Jorge Clay Bronks) por interrupção médica

10 – André Zulú (Aníbal JJ) venceu Jânio Rodrigues (Orley Lobato) por vantagem (2 a 0)

11 – Mauro Moura (AJ Jiu-jítsu) venceu Maurício Titão (HBJ) por desclassificação

12 – Alex Muceda (Aníbal) venceu Emerson Carvalho (Orley Lobato) na decisão dos jurados

13 – Dawglish Souza (Pina) Venceu Dinor C. Branco (AJ Jiu-Jítsu) na decisão dos árbitros

14 – Abrahim Júnior (Monteiro) venceu Josafá Júnior (Team Cardoso) por pontos ( 2 a 0)

15 – Anderson Lobato (Monteiro) venceu Junior Cardoso (Team Cardoso) na decisão dos árbitros

16 – José Augusto (Orley / AGBJJ / Stars) venceu Fredson Alves (Ribeiro Jiu-Jítsu) por punição (-1 )

 

Foto de capa: Lorena Furtado

Fotos: Fabrícia Campos

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

Busca no Site

Top 10 Notícias

Newsletter

[wysija_form id="1"]