Rei da Selva 10 – Edição Ouro – terá 11 combates e um GP feminino

A organização do Rei da Selva 10 – Edição Ouro – divulgou a programação oficial do evento que acontece dia 11 de novembro, a partir das 19h, no auditório Nina Lins, na Universidade Nilton Lins. Serão 11 combates e um GP feminino no qual quatro atletas lutarão pelo título de nova Rainha da Selva no peso galo (até 61 kg).

A Edição Ouro terá como destaque três disputas de cinturão, sendo eles nas categorias 57 kg masculino entre Luiz Guerreiro e Matheus da Silva; 66 kg masculino entre Marcos Marajó e Marcelinho Cavalcante e 61 kg feminino, com as lutadoras Joyce Tabosa, Rayla Nascimento, Fabiulane Melo e Pâmela Gisele disputando um GP inédito e eletrizante na franquia.

Organização que mais cresce em credibilidade e visibilidade na Região Norte do Brasil, o Rei da Selva fomenta a revelação de lutadores a cada edição. O diferencial é o tratamento profissional dado aos protagonistas do espetáculo, além da excelente estrutura e segurança oferecida aos fãs de MMA no Estado.

Rei da Selva Combat 10 – Programação Oficial:

Dia: 11/11/2017 (Sábado)

Horário: A partir das 19h

Local: Auditório da Nina Lins, Universidade Nilton Lins, Parque das Laranjeiras

Ingressos à venda nas lojas Bibi Importadora na rua João Valério (Vieiralves) e na avenida Efigênio Sales (Shopping Mundi)

Cadeira Simples: R$ 50,00

Cadeira VIP: R$ 70,00

Mesa para quatro pessoas: R$ 300,00

Camarotes somente nos contatos: (92)98204-4648 / 98175-9845

Card Principal:

Peso Pena – Até 65.800 kg – Marcos Marajó (SD System/Checkmat) x Marcelino Cavalcante (Cavalcante Team/CT Brunocilla)

Peso Mosca – Até 57 kg – Luiz Guerreiro (Império CT) x Matheus da Silva (Vermelho Fight Team)

Peso Meio Médio – Até 77.100 kg – Victor Neves (Team Cardoso/Osvaldo Alves) x Patrick Brabão (MPBJJ/Nova União)

Peso Combinado – Até 75.000 kg – André Leocádio “Batata” (MPBJJ/Nova União) x Júnior Cachoeira (Careca Team)

Peso Leve – Até 70 kg – Moisés Costa (SD System/Checkmat) x Adversário a definir

Peso Palha – Até 52.200 kg – Andreza Belfort (X-Union) x Alessandra Nunes “Lelê” (Deo Academy Top Team)

Card Preliminar:

Peso Combinado – Até 79.000 kg – Caio Cesar “Parangole” (Imperio CT) x Valmir Junior (Team X-Union/CT Brunocilla)

Peso Médio – Até 83.900 kg – Jackson Sales (MPBJJ/Nova União) x Wagner Monstro (Team Cardoso)

Peso Mosca – Até 56.700 kg – Felipe Lima “D’Ouro” (SD System/Checkmat) x Tião Calixto (Deo Academy Top Team)

Peso Pena – até 65.800 kg – Bruno Quintanilha (SD System/Champions Factory) x Ronacy Cowboy (CT Operacional)

Peso Pena – Até 65.800 kg – Jamerson Coari (Renovação Coari Team) x Wanderson “Stronda” (The Pride)

GP Rainha da Selva – Peso Galo -Até 61.200 kg

Antonia Joyce “Tabosa” (Nonato Muay Thai)

Rayla Nascimento (JMT/CT Manaus Fight)

Fabiulane Melo (Renovação Coari Team)

Pamela Gisele (Team Cardoso)

 

Por: Emanuel Mendes Siqueira (92) 99122-3785

Fotos: Michael Dantas e Divulgação

Com 18 super lutas, Gladiator Fight empolga público no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping

Foram 18 combates de jiu-jitsu e submission que empolgaram o público que compareceu na noite desta sexta-feira, dia 9, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, em Manaus. O evento organizado pela SD Produções proporcionou ao público um verdadeiro espetáculo de organização e de lutas.

No combate principal do evento, Ronys Torres confirmou seu favoritismo, vencendo na luta de submission João Wanderley Camarão (Orley Lobato) por 27 a 0. Com essa conquista, o lutador soma uma sequencia de três vitórias em competições realizadas em Manaus, com o Jacaré Submission e o Mr Cage.

Exibindo ótimo preparo físico e experiências de mestres, André Júlio Franco (Gracie Humaitá) e Fernando Vieira (Alliance) proporcionaram ao público um verdadeiro espetáculo de técnica. A luta de jiu-jitsu que foi considerada uma das melhores da noite e teve como campeão André Júlio na decisão dos juízes

Após dez anos sem competir, Totonho Aleixo voltou aos combates e venceu Orlando Júnior (Alfa) na luta de submission com um placar de 1 a 0. Bastante emocionado, o líder da Bruno Cilla dedicou a vitória ao filho, Miguel Aleixo e foi ovacionado pelo público.

A atleta da equipe Nandinho, Franciele Nascimento manteve o cinturão ao derrotar na luta de submission, Larissa Raywry (Denis Wester) por finalização com uma chave de pé.

De virada, a atleta da equipe Orley Lobato, Thaís Santos venceu Andréa McComb (Academia McComb de Lutas) por 9 a 3 na luta de jiu-jitsu.

Em outro super duelo de jiu-jitsu, Alex Muceda (Checkmat/Fábio Aníbal) que vem de uma sequencia de disputas, no Mundial Master , Manaus International OPen , venceu André Nakay (Gracie Humaitá) por 1 a 0.

Entre as lutas de jiu-jitsu, destaque para o confronto entre Robson Feitosa (Clube Pina) e Alex Taveira (Carioca Team), que teve como vencedor Feitosa, por decisão unânime dos juízes.

Resultados do Gladiator Fight 3.

Confira os resultados:
Luta 18– Submission – até 88 kg – Ronys Torres (Nova União-RJ) venceu João Wanderley Camarão (Orley Lobato) por 27 a 0;
Luta 17 – Jiu-Jítsu – Superluta – Preta – André Júlio Franco (Gracie Humaitá) venceu Fernando Vieira (Alliance) por decisão dos juízes;
Luta 16 – Jiu-Jítsu – Superluta – Marrom/Preta – Maik Matos (Associação Monteiro) venceu Rudson Mateus (Caio Terra Associaton) por 3 a 1;
Luta 15 – Submission – até 76 kg – Marcelino Cavalcante (CT Brunocilla) venceu Fabiano “Ratinho” Rodrigues (Orley Lobato) por 1 a 0;
Luta 14 – Submission – Peso Livre – Totonho Aleixo (CT Brunocilla) venceu Orlando Júnior (Alfa) por 1 a 0;
Luta 13 – Submission – até 64 kg – Franciele Nascimento (Projeto Nandinho) venceu Larissa Raywry (Denis Wester) por finalização em chave de pé;
Luta 12 – Jiu-Jítsu – Preta – Pluma Sênior – até 64 kg – Ader de Melo (Team Sotton/CT de Lutas) venceu Francisco Assis (Chiquinho Top Team) por finalização;
Luta 11 – Jiu-Jítsu – Marrom/Preta – até 64 kg – Robson Feitosa (Clube Pina) venceu Alex Taveira (Carioca Team) por decisão unânime dos juízes;
Luta 10 – Jiu-Jítsu – Preta – até 76 kg – Alex Muceda (Checkmat/Fábio Aníbal) venceu André Nakay (Gracie Humaitá) por 1 a 0;
Luta 9 – Jiu-Jítsu – Roxa – até 66 kg – Elias Silva (Projeto Nandinho) venceu Armando Neto (Gracie Humaitá) por finalização em triângulo;
Luta 8 – Jiu-Jítsu – Marrom/Preta – até 74 kg – x Thaís Santos (Orley Lobato) venceu Andréa McComb (Academia McComb de Lutas) por 9 a 3;
Luta 7 – Submission – até 64 kg – Leandro Lima (Orley Lobato) venceu Júnior Boya (Nova União) por finalização em triângulo;
Luta 6 – Jiu-Jítsu – Azul/Roxa – até 94 kg – Felipe Henrique (Checkmat) venceu Enoque Martins (Alliance) por 4 a 2;
Luta 5 – Jiu-Jítsu – Azul/Roxa – até 64 kg – Samy Galvão (Projeto Nandinho) venceu Débora Alves (GTT/Elvys Damasceno) por finalização em triângulo;
Luta 4 – Jiu-Jítsu – Azul/Roxa – até 70 kg – Luiz Paulo (Projeto Nandinho) venceu Caio Duarte (Clube Sevalho) por 4 a 2;
Luta 3 – Jiu-Jítsu – Colorida – até 60 kg – Giovanna Caxias (Projeto Nandinho) venceu Lorhanna Sousa (GTT/Elvys Damasceno) por finalização em triângulo
Luta 2 – Submission – Azul/Juvenil – até 65 kg – Lucas André Xavier (Astra Fight Team) venceu Domingos Guimarães (Game Fight) por 1 a 0;
Luta 1 – Jiu-Jítsu – Colorida – até 41 kg – Kauã Gabriel (Omar Salum) venceu Marco Antônio (Nova Opção) por 5 a 0.

Por: Greici Fernandes

Amaury Bitetti está em Manaus para divulgar Bitetti FC

Considerado um dos maiores ícones nas lutas, o faixa preta de jiu-jitsu Amaury Bitetti está em Manaus para anunciar o Bitetti Fight Championship, evento que irá reunir lutadores seletos de Manaus e de outras cidades. O local, a data e os lutadores serão anunciados em coletiva de imprensa que será realizada nesta sexta-feira, dia 12, às 10h, no Auditório Nina Lins, na Universidade Nilton Lins, localizada no conjunto Parque das Laranjeiras, no bairro de Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

O evento é uma realização de Amaury Bitetti e a SD Produções.

Entrevista com Sammy Dias

Sammy Dias, 34, casado com Alessandra Longh e pai do Sammy Dias Júnior, se consagra como um dos maiores nomes no mundo das lutas. Criador dos eventos Amazon Talent, Rei da Selva e Gladiators Fight, o empresário que tem como característica a humildade e simplicidade declara que a família é a base de tudo e revela todas as novidades em um bate papo exclusivo. Confira:

NP: Fale das novidades do Gladiador Fight.
SD: Essa será a terceira edição, o card está recheado de atletas com muita qualidade. Alguns atletas amazonenses estão em outras cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba, fazendo camping para lutar esse evento grandioso. Com certeza vai ser um grande evento e o público vai gostar muito.

NP: Fale das novidades para o Amazon Talent?
SD: O Card está definido e contará com grandes atletas. Esse é um evento conhecido por revelar novos talentos e chega a quinta edição se consolidando como um dos eventos mais organizados já realizado em Manaus.

NP: As lutas femininas caíram no gosto do público. Como você avalia a participação das mulheres no MMA?
SD: A participação das mulheres no MMA é bastante grandiosa. Desde quando começamos a colocar mulheres para lutar, a pedida do público só aumenta, porque a aceitação foi imediata. O público gosta desses combates.

NP: Fale sobre a SD Produções?
SD: A SD Produções foi criada em parceria com meu sócio Diogo Dutra, com o objetivo de formatar e profissionalizar ainda mais os eventos. É uma empresa que veio para trabalhar com eventos esportivos e está sendo bastante indicada pelos organizadores para fazer as produções dos eventos. É uma empresa experiente no ramo e que esta aberta aos amigos e demais promotores que precisam de auxilio.

NP: O rei da selva chegou a sétima edição, se consolidando como um dos maiores eventos de MMA do Amazonas. Como você avalia a evolução dessas sete edições?
SD: O Rei da Selva é um evento do povo, criado dentro da nossa região para agradar todos os gostos. A sétima edição foi um sucesso. Ficamos satisfeito como promotor do evento e a cada edição procuramos melhorar e evoluir. A próxima edição será realizada em Novembro ou Dezembro e contará com grandes novidades, sempre trazendo atletas de fora para lutar contra atletas de Manaus.

NP: Você é um grande nome no esporte, respeitado como professor e empresário. Se sente realizado ou falta algo?
SD: Eu sou uma pessoa comum, tentando fazer algo pelo esporte e por muitos amigos que atuam nas lutas. Tenho muitos planos que podem ajudar vários amigos e atletas das diversas academias e tenho certeza que em breve realizarei tudo isso. Fico feliz em poder ajudar, recebo muitos atletas pedindo oportunidade para mostrar o trabalho. Muitos desses lutadores, após passarem por nossos eventos, já conseguem patrocínio e oportunidade de lutar eventos a nível nacional. Isso é gratificante. Por isso, continuamos os trabalhos, para alcançar varias etapas e contribuir com o esporte.

NP: Conte um pouco sobre sua história no Jiu-jitsu.
SD: Comecei a treinar a com 14 anos através de amigos do bairro que moro e até hoje tenho os mesmos professores que são Hélio Resende e Artemilton Bezerra, nosso grande mestre Jorge Willian, o “Lilinho”. Até hoje levo pra minha vida tudo que aprendi como respeito, transparência e honestidade. O Jiu-jitsu foi uma forma de me tornar um grande homem, grande cidadão e eu aprendendo a cada dia mais com essa luta.

NP: Fala de sua equipe de MMA.
SD: Estamos com uma estrutura muito boa e ótimos atletas. Alguns são grandes nomes na região norte e nordeste e muitos deles são atletas rankiados a nível nacional, disputando cinturões em eventos nacionais e internacionais.

NP: Agradecimentos
SD: Agradecer a todo que me acompanham, ajudam e incentivam com palavras. Sempre coloco Deus em primeiro lugar, é ele quem me concede saúde e sabedoria para escolher o caminho certo. Agradeço a equipe do site Nopódio pela oportunidade.

Por: Greici Fernandes

Foto: Thiago Ferreira

Busca no Site

 

mastering

 

 

Top 10 Notícias

Newsletter