• Home
  • Entrevista com Henrique Gilona, o excepcional Personal Trainer e preparador de atletas bodybuilding de Manaus.

Entrevista com Henrique Gilona, o excepcional Personal Trainer e preparador de atletas bodybuilding de Manaus.

O treinamento com um Personal Trainer virou moda nas academias de Manaus e em outros lugares distintos para o público que deseja chegar à perfeição do corpo. Junto com essa ideia, o estilo Bodybuilding vem conquistando todo Brasil. É uma das atividades mais praticadas em outros países e aqui na capital está alcançando cada vez mais praticantes. A equipe do portal “Nopodio” foi até a academia For Fitness, localizada no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, para conversar com o especialista no assunto, o personal trainer Henrique Gilona, 35.
Com 16 anos de profissão, ele é formado em Educação Física pela Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), além de ter especializações na prática do Bodybuilding e em Técnica de Musculação.

Confira a entrevista!

NP: Como surgiu a ideia do fisiculturismo na sua vida?
H.G: Surgiu há uns 12 anos em uma academia na qual eu trabalhava como professor. Naquele lugar eu tive o prazer de conhecer um fisiculturista chamado Vicente Ribeiro. Ele foi o meu tutor e me ensinou a prática do fisiculturismo, do bodybuilding e as dicas de como modificar o corpo de uma pessoa de maneira saudável. Ele me fez agregar muito conhecimento em minha vida profissional e pessoal. Como o fisiculturismo é a arte de modificar o corpo e eu já havia entrado nesse mundo, fui me especializar fazendo cursos em outros Estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e outros estados. Com isso eu fui vendo o que realmente era o bodybuilding e entendendo a magia de modificar um corpo sem utilizar uma prática cirúrgica. Exemplos disso seria pegar uma pessoa acima do peso e deixá-la com o corpo perfeito, assim como trabalhar em uma mulher que não tem glúteos definidos e deixá-la com o bumbum “na nuca”.

NP: Como surgiu a “ForFitness”, o espaço para trabalhar com o fisiculturismo?
H.G: Nasceu da necessidade de pôr em prática a minha aprendizagem. Eu passei por várias academias em Manaus como La Fuerza, Cagin, Cheik Clube, Cia Athlética, Atlética Manaus, entre outras e quando surgiu a ideia meu nome foi crescendo, fui me tornando treinador até à minha formação de coach, que é um preparador para atletas de alto rendimento. Quando eu montei a “ForFitness”, há uns cinco anos, eu desejava que ela não fosse apenas uma academia normal como as outras, mas um espaço destinado tanto para treinos de atletas como para pessoas que simplesmente queriam praticar a musculação. Eu já tinha uma equipe de amigos, que eram atletas ligados ao fisiculturismo e acompanhavam o meu trabalho desde 2011. O Joel, Fabio “Filhão”, Denis “Bambam” e Diego, formaram a minha primeira equipe no campeonato Amazonense de fisiculturismo que aconteceu no Teatro Direcional do Manauara e acabamos levando êxito. Desde então crescemos com a preparação de atletas. Após cinco anos de trabalho eu tenho 32 atletas profissionais que participam de competições dentro e fora do país, entre eles sete mulheres. A minha principal atleta é a Jacqueline Uchoa, que é a “Top 10” do Campeonato Brasileiro, onde competiu com 42 mulheres. E tem a Nathalia Leitão que também esta no ranking brasileiro. Entre os atletas masculinos tem o Denis Bambam que é o sexto melhor da América Latina e segundo melhor do Brasil na categoria 80kg, além do Rodrigo Barbosa, que ocupa o oitavo lugar deste ranking.

4db1a84e-6dfb-4e41-bd8a-651baad93e45

NP: Observamos que você tem um público feminino muito grande aqui na capital, sendo inclusive conhecido como um grande preparador de mulheres. Fale desse trabalho destinado ao público feminino?
H.G: Após o crescimento da academia para preparação de atletas, eu trabalhava apenas com homens e, no meio do caminho, no ano de 2009, eu trabalhei com uma mulher, como um experimento, e consegui que ela modificasse todo o corpo dela. Quando aconteceu essa mudança, eu divulguei nas redes sociais e a procura do público feminino foi muito grande. Foi uma explosão! Hoje sou conhecido como preparador de mulheres, sendo elas atletas ou não. Tenho um público extenso e tenho o prazer de atender todas as classes como empresários, universitários, donas de casas e outras pessoas que buscam pelo corpo perfeito. Atualmente eu atendo uma faixa de 42 a 52 mulheres. Eu trabalho fazendo consultoria externa na sede da “ForFitness”.

Qual o diferencial para conseguir a perfeição do corpo e qual o caminho para esse funcionamento? Qual é a ideia que você apresenta para um cliente que procura seu serviço e que está fora de forma?
H.G: Quando uma pessoa chega comigo querendo uma modificação corporal, primeiramente Deixo a pessoa consciente de que essa mudança não vai ser como uma mágica, mas sim um trabalho duro, árduo, principalmente de treinamento psicológico, porque a cliente precisa entender que deve ter uma alimentação correta, disciplina, horários corretos de sono e de treinos. Procuro saber qual o objetivo da pessoa para  fazer o acompanhamento certo. Onde preciso ter confiança no meu aluno e o aluno precisa confiar também no meu trabalho. Qualquer pessoa pode se tornar um bodybuilding, mas será que está preparada psicologicamente para ser este tipo de atleta? É um esporte como todos os outros, mas tem que ter dedicação e a mente precisa ser trabalhada. O meu treino é periodizado, diário ou semanal. Quando chega no período de competição, eu exijo que o meu atleta treine de domingo a domingo. Em relação ao caminho para esse funcionamento, sabemos que a musculação não trabalha sozinha, por isso eu tenho uma equipe que caminha junto comigo, uma parceria com outros amigos profissionais. Dentre eles temos: Thiago Veríssimo que é endocrinologista e trabalha com a parte alimentar e hormonal do meu aluno; o fisioterapeuta Elias que faz a parte da fibra muscular dos atletas, massagistas, nutricionistas, lojas de suplementos; entre outros parceiros.

Qual o espaço de tempo e treino para começar a ver os resultados em um bodybuilding?
H.G :Quando o treino é de alto rendimento em uma pessoa que já está na área, ela apresenta um resultado entre 20 e 25 dias. Quando é alguém que está iniciando no esporte, há um tempo maior para que os resultados sejam visíveis, o que gira em torno de três a quatro meses. Esse trabalho é chamado de construção muscular e, ao fim desse trabalho, inicia-se um outro período, a lapidação do corpo, conhecida como definição. A preparação de um atleta requer um período de oito meses a um ano, ou seja, não há resultados do dia pra noite. A busca pelo corpo perfeito está tão grande que as pessoas estão confundindo tempo de treino com tempo do calendário, isto é, em todo trabalho existem etapas, então o aluno tem que passar pela adaptação, construção muscular, definição e aí sim poder obter um resultado final satisfatório. Mas as pessoas estão pulando as etapas e com isso acabam sendo prejudicadas, principalmente fisicamente.

NP: Como o cliente faz para procurar o seu serviço e onde encontrar a ForFitness?
H.G :A nossa academia está de portas abertas a todos e funciona de segunda a sexta de 6h às 23h e aos sábados até às 12h. Fica situada na Rua Rio Javari, 680, Conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças. Contato: (92) 98180-8791. E-mail: forfitnessacademia@hotmail.com

Por Fabrícia Campos

Fotos: Divulgação

50dcf238-e0ff-4181-96bf-da4b2a294550

Deixe uma resposta

Busca no Site

 

mastering

 

 

Top 10 Notícias

Newsletter